Bruxelas ameaça avançar com Fundo de Recuperação sem Hungria e Polónia

John Thys / EPA

Ursula Von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia

A Comissão Europeia (CE) está a perder a paciência e, caso não haja progressos nas negociações, ameaça avançar com o Fundo de Recuperação europeu sem a ‘luz verde’ da Hungria e da Polónia.

O ultimato foi feito pela presidente da CE, Ursula von der Leyen numa videochamada, esta quarta-feira, com o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, avança o POLITICO.

Os dois países exigem alterações de fundo ao mecanismo que liga a utilização dos fundos ao respeito pelo o Estado de direito e, portanto, vetaram os dois novos orçamentos europeus: o Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2021-2027 e o Fundo de Recuperação europeu. Ao todo, são 1,8 biliões de euros prontos a serem distribuídos pelos estados-membros entre 2021 e 2027.

A ideia de von der Leyen é avançar com a chamada ‘bazuca’, no valor de 750 mil milhões de euros, caso a Hungria e a Polónia continuem a mostrar-se relutantes em aprová-la.

Von der Leyen terá garantido a Sassoli que quer “salvar o fundo de recuperação” e que para isso poderá “propor o reforço da cooperação a 25”, adiantaram fontes parlamentares ao POLITICO.

Sem especificar a abordagem, um alto funcionário da Comissão Europeia disse que “soluções” alternativas, incluindo cooperação reforçada no âmbito da legislação da UE, poderiam ser postas em prática. A bola está, assim, do lado de Budapeste e Varsóvia.

Este avanço forçado dos 25 países, sem a Hungria e a Polónia, é um processo específico permitido pelos tratados da União Europeia para um grupo de países avançar se todos os 27 países não conseguirem chegar a um acordo. Os restantes países estão autorizados a aderir mais tarde, se assim o desejarem.

Como escreve o Expresso, a posição de Portugal é a de alinhar com os que não aceitam alterar o mecanismo de condicionalidade negociado entre a presidência alemã da UE, em nome dos 27, e o Parlamento Europeu. “São acordos concluídos e não podem ser reabertos”, disse o primeiro-ministro português, António Costa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Valha-nos a Hungria e a Polónia para defenderem a Europa, países que têm sido alvo de bullying por Bruxelas e o seu conjunto de ignóbeis burocratas, alguns dos quais não eleitos, quando desafiam as “diretivas europeias”. Na UE, “Democracia” e “soberania nacional” não passam chavões aclamados hipocritamente por conveniência e bem parecer. Bruxelas não consegue esconder os seus tiques ditatoriais, à boa maneira socialista. Esperemos que nunca tenhamos os Estados Unidos da Europa e o Exército Europeu tão aclamado por Macron. Valha-nos a Hungria, Polónia, Áustria e esperemos que outras nações sigam o exemplo com a tendência de crescimento dos partidos conservadores.

    • “Valha-nos a Hungria, Polónia, Áustria e esperemos que outras nações sigam o exemplo com a tendência de crescimento dos partidos conservadores.”

      Eh pá… mas depois não podem andar a levar no pacote em Bruxelas!!!

  2. Sim, países onde a democracia não entra! Valha-me Deus!
    Entretanto todos que gostam tanto destes países livres e chegas podem mudar-se para lá.
    Depois fechamos as fronteiras com a Ungernia, a Antisemitónia e a Anschluss e toda gente ficará agradecido.

  3. A Hungria e a Polónia querem receber o dinheiro…..mas não querem ser fiscalizados, normal, querem gastar ou distribuir o dinheiro pelos compadres e que se lixe o povo…normal com governos daqueles

RESPONDER

Inteligência Artificial recriou a voz de Einstein (e é possível fazer-lhe perguntas)

Graças à Inteligência Artificial, os fãs do Nobel da Física Albert Einstein podem agora "falar" com o físico alemão online. Segundo o site IFLScience, a ideia partiu das empresas Aflorithmic e UneeQ, sediadas no Reino Unido …

O SUV BZ4X lança o mote para a nova sub marca de elétricos da Toyota

A Toyota apresentou o primeiro modelo 100% elétrico da BZ, acrónimo de Beyond Zero (além do zero), sub marca da fabricante nipónica dedicada exclusivamente aos elétricos. O SUV BZ4X será o primeiro de uma ofensiva …

A "tele-escola" em 2006: Gisela conta como era

20 de abril de 2020: o regresso da escola à RTP, agora com a designação Estudo Em Casa. Um ano depois desse momento, cruzámo-nos com uma jovem que nasceu em 1994 e que ainda estudou …

O famoso consumo de chá de Jane Austen liga a escritora ao comércio de escravos

O consumo de chá de Jane Austen vai ser submetido a "interrogatório histórico" sobre as suas ligações à escravatura, de acordo com o diretor de um museu dedicado à autora inglesa. A casa da escritora na …

Júri declara ex-polícia Derek Chauvin culpado da morte de George Floyd

Os jurados do julgamento do ex-agente da polícia acusado do homicídio do afro-americano George Floyd chegaram a acordo sobre o veredito esta terça-feira. Derek Chauvin foi considerado culpado. A decisão dos jurados, reunidos desde segunda-feira num …

Lago "assassino" matou cerca de 1.800 pessoas em apenas alguns minutos (e a história pode repetir-se)

A noite de 21 de agosto de 1986 parecia ser igual a outra qualquer. Até que, por volta das 21h30, ouviu-se um barulho muito estranho no Lago Nyos, no noroeste dos Camarões. E em minutos, …

Nigéria. Youtube fecha canal de pastor que pretende "curar a homossexualidade"

O pastor nigeriano TB Joshua apelou aos seus seguidores a "rezarem pelo YouTube" e a não responderem através do ódio ao encerramento do seu canal naquela plataforma, onde colocou vídeos em que afirmava "curar a …

Esquemas de Wall Street alimentaram a crise de 2008. Está a voltar a acontecer o mesmo

Bancos têm erroneamente relatado dados de rendimento inflacionados que comprometem a integridade dos valores imobiliários resultantes. Foi há mais de 12 anos que foi anunciada a falência do Lehman Brothers, o quarto maior banco de investimento …

Chelsea e Manchester City preparam-se para sair da Superliga Europeia

Os dois clubes ingleses estão a preparar-se para se retirar formalmente da Superliga Europeia, avança, esta terça-feira, a imprensa britânica. O jornal The Guardian avançou, tal como a generalidade da imprensa britânica, que o Chelsea e …

Rússia planeia clonar e "ressuscitar" um exército cita com 3.000 anos

Há duas décadas, arqueólogos da Sibéria encontraram os restos mortais de guerreiros citas com três mil anos com os seus cavalos na República de Tuva. Agora, a Rússia quer cloná-los. O ministro da Defesa da Rússia …