“Respeitem o vosso contrato”. Bruxelas ameaça bloquear exportações da vacina AstraZeneca

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ameaçou hoje bloquear as exportações da vacina AstraZeneca se a União Europeia (UE) não recebesse primeiro as suas entregas.

“Temos a opção de proibir quaisquer exportações planeadas. Esta é a mensagem que estamos a enviar à AstraZeneca: respeitem o vosso contrato com a Europa antes de começarem a entregar a outros países”, disse Ursula von der Leyen numa entrevista com o grupo de comunicação social alemão Funke.

“Todas as opções estão sobre a mesa”, acrescentou a ex-ministra da Defesa alemã num aviso claro, sublinhando que os líderes da UE iriam rever a questão da entrega na próxima semana.

A Comissão Europeia anunciou na quinta-feira que iria ativar um procedimento contratual para resolver o litígio com a AstraZeneca, cujas entregas de vacinas contra a covid-19 são significativamente inferiores às inicialmente previstas.

Este procedimento está previsto nos contratos de fornecimento de vacinas da União Europeia (UE).

Cada parte tem a oportunidade de enviar uma carta à outra parte, convidando-a a participar num processo de resolução de litígios que terá lugar 20 dias mais tarde entre os dirigentes executivos da Comissão Europeia e a empresa.

A AstraZeneca deverá entregar 70 milhões de doses da sua vacina contra a covid-19 – cuja utilização foi suspensa por vários países – no segundo trimestre, muito menos do que os 180 milhões prometidos no contrato assinado com a União Europeia.

No primeiro trimestre, espera-se que a UE tenha recebido um total de cerca de 30 milhões de doses da AstraZeneca.

Embora a Pfizer, sediada nos EUA, tenha resolvido os seus problemas de produção de vacinas, “existe uma grande suspeita nos círculos europeus (de que o grupo Astrazeneca) tem vendido as mesmas doses várias vezes e não é capaz”, por isso, de entregar à União Europeia, disse um alto funcionário da UE.

O mecanismo de proibição da exportação de vacinas é primeiro decidido pelo Estado-membro onde a vacina é produzida e depois a Comissão dá a sua luz verde.

O mecanismo só foi utilizado uma vez, tendo a Itália bloqueado a exportação de 250.000 doses de vacina AstraZeneca para a Austrália, citando uma “escassez persistente” e “atrasos nas entregas”.

Contudo, nem todos os Estados membros da UE são favoráveis a uma proibição de exportação, com países como a Holanda e a Bélgica – onde grande parte da vacina da AstraZeneca é produzida – a apelar à prudência.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Dispositivo movido a energia solar vai transformar água salgada em potável no Quénia

Transformar água do mar em água potável é um processo muito caro e poluente, mas o Climate Fund Manager e a Solar Water Solutions querem mudar isso. A nova solução revolucionária tem uma pegada de …

EUA impõem sanções contra a Polícia cubana pela “repressão” dos protestos

Os Estados Unidos impuseram novas sanções à Polícia Nacional Revolucionária cubana e a dois altos funcionários da instituição, com o Presidente Joe Biden a admitir mais medidas caso não exista uma mudança “drástica” em Cuba. Questionado …

Aumento dos custos de produção. Depois da Unilever, Nestlé anuncia que vai subir os preços

A maior produtora de comida e bebidas do mundo vai aumentar os preços. A Nestlé justifica a decisão com a subida dos custos de produção das mercadorias e dos transportes. A empresa suíça revelou na Quinta-Feira …

Primeiro-ministro da Bélgica considera desnecessário certificado sanitário no país

O primeiro-ministro da Bélgica, Alexander De Croo, considera desnecessária a exigência de um certificado sanitário no país para ter acesso à maioria dos estabelecimentos públicos, semelhante ao que é exigido em França. “A solução nunca pode …

Filha mais velha de Boris fala sobre aceitação do corpo na nova edição da Tatler

A filha mais velha de Boris Johnson, o primeiro-ministro do Reino Unido, abordou na revista Tatler a aceitação do corpo e a utilização de shapewear. Lara Johnson-Wheeler escreveu um artigo na mais recente edição da Tatler …

Mural de azulejos "Quem és, Porto" terá de ser removido por falta de consenso

A Câmara do Porto afirmou esta sexta-feira que o mural de azulejos “Quem és, Porto?”, situado na Rua da Madeira, “não poderá permanecer naquele local”, por se tratar de propriedade privada e por não existir …

Portugal com 17 mortes, 2.590 casos e redução nos internados nas últimas 24 horas

Portugal regista este sábado 17 mortes atribuídas à covid-19, a maioria em Lisboa, 2.590 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e nova descida nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo os dados oficiais. De …

Portugal proíbe caça à rola de forma temporária

A caça à rola está proibida de forma temporária na época de 2021/22 em Portugal, depois de se revelar um "decréscimo significativo" das populações daquela espécie protegida, divulgou esta sexta-feira o Instituto da Conservação da …

Johnson & Johnson acusada de vender pó de talco com propriedades cancerígenas a mulheres negras

A gigante farmacêutica Johnson & Johnson continuou a comercializar pó de talco para mulheres negras, apesar de existirem provas de que esses produtos causam cancro. A queixa contra a Johnson & Johnson, apresentada pelo Conselho Nacional …

Termina hoje prazo para receber reembolso do IRS

O prazo para a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) liquidar as declarações de IRS termina este sábado, depois de uma campanha que contou com mais quase seis milhões de entregas. De acordo com o portal da …