/

Bruno de Carvalho refaz posts no Facebook (e retira intenção de impugnar AG)

2

Nuno Fox / Lusa

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

Bruno de Carvalho, destituído no sábado pelos sócios da direção do Sporting, apagou, esta segunda-feira, numa publicação no Facebook a referência à intenção de impugnar a Assembleia Geral na qual os sócios votaram a sua destituição.

A publicação, colocada no Facebook ao início da noite de domingo, anunciava a vontade do dirigente de impugnar a Assembleia Geral e de se candidatar a eleições, previstas para o próximo dia 8 de setembro.

Hoje, Bruno de Carvalho, que no domingo reforçou ainda a intenção de impugnação e de ser ainda presidente da SAD do clube, em entrevistas à TSF e à SIC, retirou a referência à vontade de impugnar a sessão.

“Porque temos de dar a voz aos sportinguistas, mas temos de ser corretos na sua avaliação e depois no cumprimento das formalidades, vou a eleições. Vamos ver quem vence”, pode ler-se no início da publicação, com a menção de ter sido “alterado”.

Antes, o porta-voz da SAD do Sporting, Fernando Correia, disse aos jornalistas que Bruno de Carvalho está à espera de Sousa Cintra, nomeado pela Comissão de Gestão do clube, para “trocarem impressões e cumprir os formalismos necessários”.

Respondendo a notícias que davam conta de Sousa Cintra ter sido barrado à entrada do Estádio de Alvalade, Correia explicou que este “ainda não se apresentou” e que Bruno de Carvalho, destituído no sábado de presidente do clube, mas que reitera ser ainda o presidente da SAD, espera para reunir-se com Sousa Cintra, nomeado por Artur Torres Pereira, presidente da Comissão de Gestão, para lhe suceder na sociedade.

“O próprio presidente do Conselho de Administração da SAD enviou duas mensagens a Sousa Cintra dizendo que estava à espera dele na SAD a fim de trocarem impressões e de ele ocupar o lugar para que foi designado, e cumprir os formalismos necessários”, afirmou Fernando Correia.

Segundo o assessor, clube e SAD “são coisas distintas”, uma vez que o primeiro é o principal acionista do segundo, e Bruno de Carvalho considera que será “ainda presidente do Conselho de Administração da SAD até que se realize uma Assembleia Geral” de acionistas que “resolva o assunto, ao reconduzi-lo ou destituí-lo”.

Questionado sobre uma possível mudança de ideias de Bruno de Carvalho, que no domingo tinha dito, à TSF, que se ia manter como presidente da SAD, Fernando Correia explicou que “é o que se pode concluir”.

Ontem foi um dia, hoje é outro. As pessoas devem pensar, amadurecer, e se tiverem alguma coisa para retificar, devem retificar”, atirou.

  // Lusa

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.