Brexit à frente com mais de metade dos círculos eleitorais apurados

O apoio ao ‘Brexit’ estava à frente no referendo sobre a saída ou permanência do Reino Unido na União Europeia quando estavam apurados os resultados em 200 de 382 círculos eleitorais.

Os primeiros resultados do referendo sobre a saída ou permanência do Reino Unido da União Europeia revelam uma votação renhida, com resultados próximos, que vão oscilando entre o campo do ‘Brexit’ e do ‘Bremain’.

Depois de apurados os resultados em 200 de 382 círculos eleitorais, o Brexit – a saída do Reino Unido da União Europeia – liderava com 51,7% das preferências (7,8 milhões de votos) e a permanência na UE com 48,3% (7,3 milhões de votos).

Após serem contados 15 círculos eleitores, de um total de 382, os resultados colocavam a saída da União Europeia à frente, com 51,5%, e a permanência com 48,5% – o nordeste de Inglaterra mostrava-se mais favorável ao ‘Brexit’ e a Escócia pendia para o ‘Bremain’.

No entanto, pouco depois, já com 68 colégios eleitorais apurados, os resultados davam vantagem à permanência na União Europeia, com 51%, com os adeptos da saída estimados em 49%.

A saída britânica da União Europeia obteve a primeira vitória na cidade de Sunderland, nordeste da Inglaterra, onde, segundo os resultados finais, 61% votaram a favor da saída, enquanto 39% votaram contra.

Nigel Farage antecipa vitória do Brexit

O ‘eurófobo’ Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido, UKIP, antecipou já a “vitória” dos partidários da saída da União Europeia no referendo.

Nigel Farage, que horas antes, no início da contagem dos votos, tinha admitido que os partidários da permanência na União Europeia iriam vencer, disse numa declaração a jornalistas quando estavam contados metade dos votos que o povo britânico vai conseguir separar-se da UE “sem disparar uma única bala”.

“Vamos livrar-nos do hino, da bandeira, de Bruxelas e de tudo o que está errado. O dia 23 de junho será o dia da independência“, proclamou Farage, notório pelas suas posições anti-imigração.

Primeiros resultados fazem cair bolsa de Tóquio e desvalorizar libra

Os primeiros resultados do referendo britânico sobre a saída ou permanência na União Europeia, que apontam para uma votação renhida, fizeram cair a bolsa de Tóquio e levaram à desvalorização da libra.

Por outro lado, nas casas de apostas, onde a permanência do Reino Unido na União Europeia ‘vencia’, o ‘brexit’ passou a ganhar terreno depois de serem conhecidos os primeiros resultados do referendo e é na saída que agora a maioria dos apostadores coloca o seu dinheiro.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio abriu hoje a subir, mas mudou de direção e caiu cerca de 3% perante a incerteza do resultado do referendo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …