Brexit. A única forma de acabar com ameaças a deputados é “respeitar” o resultado do referendo

(cv) Sky News / Youtube

Dominic Cummings, atual chefe de gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson

“Não é surpreendente” que haja raiva contra os deputados britânicos por causa do ‘Brexit’, declarou na quinta-feira Dominic Cummings, artífice da campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE) no referendo de 2016 e atual chefe de gabinete do primeiro-ministro, Boris Johnson.

Segundo o próprio, citado esta sexta-feira pelo Expresso, a única forma de resolver a situação é “respeitar” o resultado da consulta popular.

Na reabertura antecipada do Parlamento, depois de o Supremo Tribunal ter deliberado que a sua suspensão tinha sido “ilegal”, Boris Johnson foi criticado na quarta-feira por, entre outras considerações, se ter referido às preocupações de uma deputada trabalhista com a segurança como “treta” e ter usado palavras como “rendição” e “traição”.

No dia seguinte, a Câmara dos Comuns voltou a discutir a questão das ameaças. A ex-deputada conservadora, atualmente independente, Caroline Nokes relatou que, durante uma caminhada no seu círculo eleitoral, foi abordada por alguém que a apelidou de “traidora que merecia ser baleada”.

“Isto é um passeio no parque. Estamos a gostar”

Após três anos de “guinadas” na sequência do referendo, “não é surpreendente que algumas pessoas estejam zangadas”, disse Dominic Cummings. Tanto apoiantes da saída da UE como apoiantes da manutenção receberam “ameaças” de violência, que devem ser levadas a sério, sublinhou.

Mas acrescentou: “Se há um grupo de políticos que promete respeitar o resultado de uma votação democrática e, depois de perder, diz ‘não queremos respeitar esse voto’, o que é que se espera? No final, a situação só pode ser resolvida no Parlamento honrando a promessa de respeitar o resultado”.

Will Oliver / EPA

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

Citado pela BBC, Dominic Cummings negou que Downing Street esteja sob pressão após a decisão do Supremo, a série de derrotas parlamentares e a reação aos comentários do primeiro-ministro. “Isto é um passeio no parque comparado com o referendo. Estamos a gostar disto. Vamos sair [da UE] e vamos ganhar”, declarou.

Os ataques ao “ato de rendição”

Boris Johnson tem-se referido ao projeto Benn Bill, apresentado pelo trabalhista Hilary Benn, como um “ato de rendição”.

Segundo aquela legislação, aprovada este mês, o primeiro-ministro está obrigado a pedir a Bruxelas um novo adiamento do prazo do ‘Brexit’ para lá de 31 de outubro no caso de não conseguir aprovar um acordo de saída no Parlamento ou de não conseguir que os deputados aprovem um Brexit sem acordo até 19 de outubro.

O antigo primeiro-ministro John Major acusa Boris Johnson de “deliberadamente” destruir as perspetivas de um acordo multipartidário para o ‘Brexit’, manifestando a sua preocupação com a possibilidade de o Governo tentar contornar a lei. O co-presidente do Partido Conservador James Cleverly recusou-se esta quinta-feira a descartar esse cenário.

De um lado, o Governo reitera que irá cumprir a lei, do outro, o primeiro-ministro desse Governo insiste que não pedirá um novo adiamento do ‘Brexit’, que é precisamente o que a legislação exige segundo os pressupostos enunciados, lê-se no Expresso.

O ex-procurador-geral Dominic Grieve afirmou, todavia, estar confiante de que qualquer tentativa de contornar a lei fracassará.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …

Disney vai colocar em lay-off mais de 30.000 trabalhadores em 2021

A gigante norte-americana Walt Disney Company anunciou esta semana que vai colocar em regime de lay-off 32.000 trabalhadores no primeiro semestre de 2021 devido às quebras financeiras causadas por causada da pandemia de covid-19. A …

Ventura responde a Rodrigues dos Santos (e os ânimos à direita tornam-se cada vez mais ácidos)

Depois de Francisco Rodrigues dos Santos ter afirmado, em entrevista ao Sol, que o CDS "não fará alianças políticas com o partido Chega", André Ventura reagiu em tom irónico: "Como é que o Chega conseguirá …

Portugal com mais 4.093 novos casos e 64 óbitos. Há 536 doentes em cuidados intensivos

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 64 óbitos e 4.093 novos casos de covid-19. O número de internamentos nos cuidados intensivos volta a bater recorde, com 536 doentes. Portugal contabilizou, nas últimas 24 horas, 64 …

Empresa a operar em Espanha e Portugal investigada por má gestão de resíduos da covid

Uma empresa multinacional está a ser investigada pela Guardia Civil espanhola, em estreita colaboração com a Guarda Nacional Republicana (GNR), devido a uma alegada má gestão de resíduos sanitários da covid-19. A Guarda Civil espanhola, em estreita …