Supremo anulou sentença de Moro que condenou ex-presidente da Petrobras

O Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro anulou na terça-feira a condenação do ex-presidente do Banco do Brasil e da estatal Petrobras Aldemir Bendine, ditada em 2018 pelo então juiz Sergio Moro, na Operação Lava Jato.

Aldemir Bendine tinha sido condenado por Sergio Moro – atualmente ministro da Justiça no governo liderado por Jair Bolsonaro – a 11 anos de prisão pelos crimes de corrupção e branqueamento de capitais, por alegadamente ter recebido três milhões de reais (660 mil euros) em subornos da construtora Odebrecht, noticiou a agência Lusa.

A condenação foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região que, no entanto, reduziu a pena de Aldemir Bendine para sete anos de prisão.

Segundo a imprensa brasileira, o processo do ex-presidente da Petrobras durante o governo da ex-Presidente Dilma Rousseff voltará à primeira instância para uma nova sentença porque, para os juízes do STF, Aldemir Bendine não foi ouvido na fase correta.

Os juízes aceitaram o argumento de Aldemir Bendine contra uma decisão processual de Sergio Moro, que concedeu o mesmo prazo para alegações finais tanto para ele quanto para os seus delatores (réus que aceitam colaborar com a investigação criminal). O ex-presidente do Banco do Brasil e da estatal Petrobras alegou que tinha direito a apresentar a sua defesa depois das alegações dos seus delatores.

“O direito de a defesa falar por último decorre do direito normativo. Réus delatores não podem manifestar-se por último em razão da carga acusatória que permeia as suas acusações. Fere garantias de defesa instrumentos que impeçam o acusado de dar a palavra por último”, disse o juiz Ricardo Lewandowski, citado pelo Estadão.

Lula Marques / AGPT

Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil

A decisão de anular a sentença foi tomada pelos juízes Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Ricardo Lewwandowski. Apenas o magistrado judicial Edson Fachin votou contra.

Esta foi a primeira vez que o STF anulou uma condenação de Sergio Moro, envolvido recentemente num escândalo – Vaza Jato -, que iniciou a 09 de junho, quando o Intercept e outros media parceiros começaram a divulgar reportagens que colocam em causa a imparcialidade da Lava Jato, a maior operação contra a corrupção no país.

Baseadas em informações obtidas de uma fonte não identificada, estas reportagens apontam que Sergio Moro terá orientado os procuradores da Lava Jato, indicado linhas de investigação e adiantado decisões enquanto era juiz responsável por analisar os processos do caso em primeira instância.

Se confirmadas, as denúncias indicam uma atuação ilegal do antigo magistrado e dos procuradores brasileiros porque, segundo a legislação do país, os juízes devem manter a isenção e, portanto, estão proibidos de auxiliar as partes envolvidas nos processos.

“A República de Curitiba (sede da Operação Lava Jato) nada tem de republicana, era uma ditadura completa. Assumiram papel de imperadores absolutos”, declarou durante o julgamento o juiz Gilmar Mendes, de acordo com o Estadão.

Aldemir Bendine chegou a ser preso em julho de 2017, mas foi solto pelo STF em abril deste ano, porque os juízes entenderam que a prisão preventiva estava a prolongar-se por demasiado tempo.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Gelo a cair num buraco faz barulhos estranhos (e parece uma batalha de lasers)

Alguma vez pensou o que se ouve quando deixamos cair gelo num buraco gelado profundo? Já não precisamos de pensar mais - e já podemos ouvir. O vídeo do pedaço de gelo a cair num buraco …

Tribunal recusa exumar corpo. Rosa Grilo conhece sentença a 3 de março

A leitura do acórdão no processo do homicídio do triatleta ficou agendada, esta terça-feira, para o dia 3 de março. De acordo com o Diário de Notícias, a defesa de Rosa Grilo pediu a exumação do …

Revelados documentos que provam a investigação de OVNIs por parte do Pentágono

Documentos recentemente divulgados mostram que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos (EUA) financiou estudos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNI's), contradizendo declarações recentes do Pentágono. Em 2017, o New York Times revelou a existência de …

"Nem sei onde é Alcochete". Pinto da Costa ouvido como testemunha de Bruno de Carvalho

O presidente do FC Porto foi ouvido, esta terça-feira, como uma das testemunhas do ex-dirigente leonino no julgamento da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, que está a decorrer no tribunal de Monsanto, em …

A nova obra de Bansky só durou dois dias

A nova obra do artista britânico Banksy, que apareceu na véspera do Dia dos Namorados em Bristol, foi coberta por um grafite cor-de-rosa dois dias depois. A imagem de uma menina a atirar flores vermelhas com uma …

Mais de cem médicos assinam carta a exigir fim da "tortura" de Assange

Mais de cem médicos assinaram uma carta, divulgada esta terça-feira, na qual pedem que o fundador do Wikileaks receba tratamento médico adequado.  Através de uma carta publicada, esta terça-feira, na revista científica The Lancet, mais de uma …

Espiões russos foram à Irlanda investigar cabos submarinos de Internet. Teme-se que os cortem

Esta segunda-feira, o mundo entrou em estado de alerta: agentes secretos da Rússia foram descobertos na Irlanda, numa missão para mapear a localização exata dos cabos submarinos que conectam a Europa à América do Norte. Não …

Telmo Correia eleito líder parlamentar do CDS-PP por unanimidade

O deputado foi eleito, esta terça-feira, presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP, sucedendo a Cecília Meireles, numa votação em que contou com os votos favoráveis dos restantes quatro eleitos centristas. O anúncio foi feito no Parlamento …

Site de genealogia "salva" homem preso há 15 anos por um crime que não cometeu

Ricky Davis é a primeira pessoa a ser libertada com recurso a testes modernos de ADN no estado da Califórnia e o segundo nos Estados Unidos. Ricky Davis tinha 20 anos quando Jane Hylton, de 54 …

Bolsonaro acusado de fazer insinuação sexual contra jornalista

O Presidente do Brasil foi acusado, esta terça-feira, de fazer uma insinuação de natureza sexual contra uma jornalista do jornal Folha de São Paulo. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a jornalista em …