Governo de Bolsonaro abandona pacto das migrações da ONU

Fernando Frazão / Agencia Brasil

Jair Bolsonaro

O Brasil junta-se assim aos Estados Unidos, Itália, Hungria e Israel na oposição ao acordo das Nações Unidas para a gestão dos fluxos migratórios.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil pediu esta terça-feira, através de um telegrama, que os diplomatas brasileiros comuniquem às Nações Unidas a saída do Brasil do Pacto Global para a Migração, a que o país tinha aderido em dezembro, no final do mandato de Michel Temer.

No documento a que a BBC News Brasil teve acesso, o Itamaraty, nome como é conhecido o Ministério dos Negócios Estrangeiros, solicita às missões do Brasil na ONU e em Genebra que “informem, por nota, respetivamente o secretário-geral das Nações Unidas [António Guterres] e o diretor-geral da Organização Internacional de Migração [António Vitorino], que o Brasil se dissocia do Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular”.

O documento acrescenta também que o Brasil não deverá “participar em qualquer atividade relacionada com o pacto ou a sua implementação“.

Quando o Brasil aderiu, frisou o Itamaraty, o Pacto era “o mais amplo marco de cooperação já criado para uma governação global dos fluxos migratórios internacionais” e seria “de grande importância para a garantia de tratamento digno para os mais de três milhões de brasileiros que residem no exterior”.

O Itamaraty não confirmou a informação, mas os diplomatas afirmaram à BBC News Brasil, em condição de anonimato, que o telegrama se encontra em circulação no sistema do Ministério e que chegou aos destinatários.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Brasil, Ernesto Araújo, já tinha afirmado, no início de dezembro, a intenção do país sul-americano de abandonar o Pacto Global para a Migração por considerar que é “um instrumento inadequado para lidar com o problema”.

O Pacto Global para uma Migração Segura, ordenada e regulada pela Organização das Nações Unidas, foi aprovado no dia 10 de dezembro, numa cimeira realizada na cidade marroquina de Marraquexe, entre apelos por uma cooperação multilateral para enfrentar um fenómeno de dimensão global.

“O Governo de Bolsonaro irá desassociar-se do Pacto Global de Migração que está a ser lançado em Marraquexe, um instrumento inadequado para lidar com o problema. A imigração não deve ser tratada como questão global, mas sim de acordo com a realidade e a soberania de cada país”, escreveu na altura Ernesto Araújo no Twitter, antes de ser empossado como governante.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vá de férias para uma ilha paradisíaca (e volte com um cão adotado)

Na ilha de Providenciales, no arquipélago das Ilhas Turcas e Caicos, nas Caraíbas, há cães a brincar pelo areal, prontos para serem adotados por turistas. A iniciativa pretende combater o abandono destes animais. São os turistas …

"TONY" é o documentário português mais visto de sempre

O filme documental "TONY", de Jorge Pelicano, que conta a vida do cantor Tony Carreira, é o documentário português mais visto de sempre em Portugal, de acordo com números do Instituto do Cinema e do …

Há milhões de abelhas a morrer no Brasil (e isso é um aviso)

A morte em massa de abelhas devido aos químicos agrícolas já é há muito tempo uma preocupação no Brasil, onde, entre 1990 e 2016, o uso de pesticidas aumentou 770%, de acordo com a FAO, …

Brexit. Holandeses preparam festa na praia para se despedirem do Reino Unido

Milhares de holandeses pretendem despedir-se do Reino Unido na praia, degustando pratos europeus, uma ideia criada nas redes sociais este fim de semana e que tem conquistado o interesse generalizado. De acordo com a agência Lusa, …

Bolsonaro usa vídeo de caça a baleias na Dinamarca para criticar Noruega

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, usou um vídeo de caça à baleia para atacar a Noruega, país que suspendeu os apoios à preservação da Amazónia, mas as imagens utilizadas são das Ilhas Faroé, da Dinamarca. "Vejam …

Rússia cria comissão para investigar "ingerência estrangeira" na política interna

Criação de uma comissão para investigar a "ingerência estrangeira" na política interna da Rússia acontece depois de várias manifestações contra Putin, que Moscovo diz mostrarem envolvimento ocidental. A câmara baixa do parlamento russo anunciou esta segunda-feira …

Novo planeta gigante detetado a orbitar estrela que dista 63,4 anos-luz da Terra

O novo planeta tem uma massa cerca de três mil vezes maior do que a da Terra e orbita a sua estrela a uma distância quase três vezes superior à que separa o Sol do …

Inaugurada em Lisboa clínica dentária gratuita para jovens até os 18 anos

A Santa Casa da Misericórdia abriu esta terça-feira, em Lisboa, uma clínica de saúde oral, com consultas grátis para todas as crianças e jovens até os 18 anos, que vivam ou estudem dentro do concelho. O …

Família mais rica do mundo enriquece a quatro milhões de dólares por hora

Desde o último boletim de riqueza que a Bloomberg publicou, em junho do ano passado, no seu ranking das famílias mais ricas do mundo, a fortuna dos Walton cresceu 39 mil milhões de dólares, para …

Espanha. PSOE rejeita proposta "inviável" do Podemos para coligação

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) rejeitou nesta terça-feira a proposta do Unidas Podemos para uma coligação fovernamental, que considera "inviável", e convidou a plataforma de esquerda a encontrar "outras fórmulas" que facilitem a governabilidade …