Boris Johnson anuncia três níveis de alerta e aperta restrições em Inglaterra

Jessica Taylor / (h) UK Parliament

O primeiro-ministro britânico anunciou, esta segunda-feira, no Parlamento, um novo sistema de três níveis de alerta para Inglaterra de acordo com o valor das infeções.

O agravamento da situação epidémica no Reino Unido, sobretudo no norte de Inglaterra, levou o primeiro-ministro, Boris Johnson, a anunciar, hoje, o encerramento de pubs, bares, ginásios e outros espaços de lazer na zona de Liverpool.

A cidade será a primeira a ser colocada no grau mais grave de um novo sistema de três níveis de restrições para Inglaterra de acordo com o valor das infeções, que deverá entrar em vigor na quinta-feira.

Segundo o jornal online Observador, o grupo com “nível de alerta muito alto”, onde se inclui Liverpool, haverá proibição de ajuntamentos em espaços fechados ou jardins fechados para pessoas que não pertençam ao mesmo agregado familiar e encerramento dos bares.

Nas zonas que se encontrem no “nível alto”, para evitar a transmissão do vírus entre agregados familiares ou entre grupos que convivem exclusivamente entre si, como as turmas de alunos, fica proibido os encontros de agregados familiares dentro de espaços fechados, mas mantém-se a “regra de 6” para os espaços exteriores.

De acordo com o jornal digital, a “regra de 6” consiste no número máximo de pessoas que podem estar juntas se não pertencerem ao mesmo agregado familiar.

Por último, no chamado “nível médio”, aplicam-se restrições como a regra referida acima ou o encerramento dos restaurantes, bares e outros estabelecimentos do setor às 22h00.

“Eu sei que isto é difícil”, admitiu no Parlamento o primeiro-ministro britânico, que pediu a colaboração dos autarcas locais para aplicarem estas medidas “difíceis, mas necessárias” em troca de apoio para meios de fiscalização e reforço dos sistemas locais de teste e rastreamento.

“Trabalhem connosco nestas medidas difíceis, mas necessárias, nestas áreas classificadas de alto risco e em troca daremos mais apoio à realização de testes e seguimento dos casos, mais financiamento para implementação das medidas e o sistema de apoio ao emprego”, disse o chefe do Executivo.

O primeiro-ministro britânico rejeitou um novo confinamento total e colocou de lado a hipótese encerrar novamente escolas, universidades e o retalho.

Entretanto, três hospitais de campanha, em Manchester, Sunderland e Harrogate, no norte de Inglaterra, foram postos, hoje, em modo de espera para poderem abrir e receber pacientes com covid-19 nas próximas semanas.

As três unidades fazem parte de uma rede de hospitais denominados ‘Nightingale’, instalados em edifícios como centros de exposições e conferências por todo o Reino Unido no início da primeira vaga da pandemia, na primavera, para serem usados no caso de o serviço nacional de saúde britânico [NHS] ficar sobrecarregado.

O Reino Unido registou 13.972 novas infeções e 50 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, informou o ministério da Saúde britânico.

O total acumulado desde o início da pandemia no Reino Unido é agora de 617.688 casos de infeção confirmados e de 42.875 óbitos registados num período de 28 dias após as vítimas terem recebido um teste positivo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19 só explica 27,5% do acréscimo de mortalidade

As mortes por covid-19 em Portugal entre 02 de março e 18 de outubro representam apenas 27,5% do acréscimo da mortalidade registado relativamente à média dos últimos cinco anos, revelou esta sexta-feira o Instituto Nacional …

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …