Boris está “fascinado” com Trump, diz ex-embaixador britânico

Para Kim Darroch, o primeiro-ministro britânico sente-se atraído pela “simplicidade da mensagem”, pelo “desprezo pelo politicamente correto”, pelas “imagens por vezes incendiárias” e pela gestão de Trump “da verdade”.

Um ex-embaixador britânico nos EUA afirmou este sábado que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se sente “fascinado” pelo atual Presidente norte-americano, bem como intrigado pela “relação intermitente” que Donald Trump mantém “com os factos e a verdade”.

Numa entrevista ao jornal britânico “The Times”, o ex-embaixador Kim Darroch, que se demitiu em 10 de julho de 2019 depois da divulgação de documentos diplomáticos nos quais descrevia Trump e a respetiva administração como “ineptos” e “excecionalmente disfuncionais”, culpou parcialmente Boris Johnson pelo seu afastamento, uma vez que o político, que disputava então a liderança dos conservadores britânicos, não o apoiou perante os ataques do Presidente norte-americano.

Enquanto o Governo cessante de Theresa May o apoiava, relatou o ex-embaixador, Boris Johnson, que era o favorito para substituir a então primeira-ministra britânica conservadora, evitou fazê-lo, nomeadamente durante um debate televisivo transmitido em 9 de julho.

Antes da transmissão do debate, Trump tinha afirmado que deixaria de negociar com o diplomata inglês, a quem chamou de “estúpido”.

A entrevista ao “The Times” surge por ocasião do lançamento do livro “Collateral Damage: Britain, America and Europe in the Age of Trump”, que Kim Darroch vai lançar em 17 de setembro.

No livro, Kim Darroch faz um relato do seu percurso na embaixada do Reino Unido em Washington, que Johnson visitou quando ainda era ministro dos Negócios Estrangeiros no Governo liderado por Theresa May.

O antigo embaixador diz que o atual primeiro-ministro britânico, que tomou posse em 24 de julho de 2019, se sente atraído sobretudo pelo “vocabulário limitado” do líder norte-americano, bem como “pela simplicidade da mensagem, pelo desprezo pelo politicamente correto, pelas imagens por vezes incendiárias” e pela gestão de Trump “da verdade”.

Por sua vez, Trump observa Boris Johnson como uma espécie de “alma gémea”, prosseguiu o ex-embaixador britânico, que defendeu, ainda na entrevista ao The Times, que Johnson está a usar o mesmo estilo do Presidente norte-americano para apresentar as suas ideias e mensagens ao povo britânico.

O jornal britânico The Telegraph também revelou um conjunto de notas oficiais tiradas durante reuniões entre os Estados Unidos e o Reino Unido. Nestas reuniões, o atual primeiro-ministro britânico e, na altura, ministro dos Negócios Estrangeiros, Boris Johnson, é citado a enaltecer a atuação de Donald Trump, nomeadamente na política externa.

Na reunião privada, em 2017, Boris Johnson salienta as “coisas fantásticas” que o Presidente dos Estados Unidos tem feito na política externa, nomeadamente na China, Síria e Coreia do Norte.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …