Bombas da Resistência Galega fabricadas em Portugal

BiblioArchives / LibraryArchives / Flickr

-

A Resistência Galega tem activos 15 membros operacionais em vários pontos da Galiza e os seus dois líderes instalados em Portugal, onde terão fabricado muitos dos engenhos explosivos usados nas últimas acções do grupo, noticiou hoje a imprensa espanhola.

Fontes da luta antiterrorista espanhola, citadas pela imprensa, referem que os operacionais vivem normalmente como cidadãos ‘legais’.

Os dois principais líderes da Resistência Galega, Antón García Matos e María Asunción Losada Camba estarão a viver no norte de Portugal, segundo as mesmas fontes.

As autoridades espanholas reactivaram os mandados de detenção europeus emitidos contra ambos, que estarão há vários anos em Portugal depois de viverem uma temporada no Brasil.

A polícia espanhola considera “haver indícios” de que os líderes da Resistência Galega “se movem entre a fronteira com Portugal, Ourense e Vigo“, com pelo menos uma dúzia de activistas dispostos a participar na realização de atentados.

Em Novembro de 2013, os serviços de informação da Polícia Nacional espanhola detectaram a compra em Portugal de pelo menos seis armas pelos principais líderes da Resistência Galega, segundo notícias da imprensa regional galega.

A compra teria sido feita no mercado negro por García Matos e Losada Camba, no âmbito de uma nova estratégia da organização, considerada terrorista pelo Supremo Tribunal de Espanha desde 2010.

Fontes policiais referiram um “salto qualitativo no perigo dos explosivos usados” nos últimos atentados do grupo, incluindo o mais recente, em 7 de Outubro, em Beade.

Tanto esses explosivos como os detectados durante a detenção do dirigente da Resistência galega Adrián Mosquera em Bertamiráns, no início do ano passado, “eram muito mais potentes que os artefactos caseiros que eram utilizados até aqui”, indicaram as fontes citadas pela imprensa espanhola.

Sobre os elementos operacionais, as autoridades espanholas consideram que têm capacidade para actuar e contam com algum tipo de infra-estrutura estável, que passa por Portugal, e pelo apoio de cerca de meio milhar de outras pessoas através de várias plataformas e organizações.

Entre 2005 e 2013 as autoridades espanholas detiveram 18 membros da Resistência Galega, mas destacam a capacidade de regeneração da estrutura que conta com suficiente apoio social em algumas zonas.

Referem em especial o apoio do autodenominado “Movimento de Libertação Nacional Galego” (MNLG) e da Assembleia da Mocidade Independentista (AMI), criada pelo próprio García Matos.

A Resistência Galega é um movimento armado, que luta pela independência da Galiza, e que foi criado em 2005, ano da sua primeira acção, quando colocou um engenho explosivo na casa de Francisco Vázquez Pereira, ex-dirigente da AMI acusado de ser ‘bufo’ (delator) da polícia.

Desde aí realizou 34 acções incendiárias ou com engenhos explosivos.

Especialistas destacam que o grupo não procura causar vítimas mortais mas sim provocar estragos materiais com fins propagandísticos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …

Morreu Marie Fredriksson, vocalista dos Roxette

A cantora sueca Marie Fredriksson, dos Roxette, morreu segunda-feira aos 61 anos, anunciou esta terça-feira a sua manager em comunicado. Marie Fredriksson, vocalista e co-fundadora da banda Roxette, faleceu esta segunda-feira, aos 61 anos. A morte …

Taxa de sucesso no ensino profissional atinge os 63%. É o valor mais alto de sempre

No ano letivo de 2017/2018, 63% dos alunos inscritos no ensino profissional concluíram os seus cursos no tempo previsto, mais dez pontos percentuais do que quatro anos antes, avança o jornal Público. De acordo com um …

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …