Bolsonaro “está decidido”. Vai indicar filho para embaixador nos Estados Unidos

Abir Sultan / EPA

Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro disse que “está decidido” que irá indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos da América.

Esta terça-feira, o Presidente do Brasil disse que “está decidido” a indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos, após uma reunião com ministros em Brasília.

“Da minha parte está definido. Conversei com ele. Há interesse. A gente fica preocupado, é uma tremenda responsabilidade. Acho que, se tiverem argumentos contrários, que não [estes] chulos eu estou pronto porque [a nomeação] não é nepotismo”, disse Jair Bolsonaro, citado pelo Diário de Notícias.

O chefe de Estado reconheceu que existe o risco de o Senado (câmara alta parlamentar), responsável por uma audição (sabatina) e por aprovar a indicação dos embaixadores brasileiros para postos no estrangeiro, barrar a nomeação de Eduardo Bolsonaro.

“É logico que corre o risco. Tudo que você faz corre o risco de dar certo ou dar errado. Nós estamos tentando acertar. O Senado vai sabatiná-lo e vai decidir. E ponto final. Se não for aprovado, ele fica na Câmara [dos Deputados, câmara baixa parlamentar]”, disse.

A possibilidade de Eduardo Bolsonaro ser indicado como novo embaixador nos Estados Unidos, país com o qual o Brasil fortaleceu os laços quando Bolsonaro tomou posse como Presidente, tornou-se pública na última quinta-feira e tem gerado grande polémica.

À imprensa brasileira, Eduardo Bolsonaro disse que o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, com quem se encontrou na sexta-feira, “expressou apoio” à sua eventual nomeação e considerou que os norte-americanos “acolheriam a decisão”.

“Não sou um filho de deputado [Presidente] que do nada está a ser alçado a essa condição. Existe um trabalho sendo feito, sou presidente da Comissão de Relações Exteriores [da Câmara dos Deputados], tenho uma vivência pelo mundo”, sublinhou Eduardo Bolsonaro.

“Já fiz intercâmbio, já fritei hambúrgueres lá nos EUA. No frio do Colorado, numa montanha, aprimorei o meu inglês. Certamente precisaria contar com a ajuda dos colegas do Itamaraty, dos diplomatas, porque vai ser um desafio grande. Mas tem tudo para dar certo”, acrescentou.

A representação do Brasil em Washington não tem embaixador desde abril passado, quando o diplomata Sergio Amaral, no cargo desde 2016, foi transferido para um escritório em São Paulo.

Na altura, Bolsonaro disse que havia solicitado a mudança de embaixadores em 15 países devido à má imagem do Brasil no exterior e ao facto de ele ser apresentado fora do Brasil como um ditador, racista e homofóbico sem a respetiva defesa dos diplomatas brasileiros.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É duma fuga à justiça no Brasil, que se trata. Eduardo vai “de cana” mais dia, menos dia, a menos que aproveite esta chance e vá para os EUA

RESPONDER

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …

Maioria dos portugueses quer manter escolas fechadas (e quase metade defende encerramento até à Páscoa)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF revela que a maior parte dos portugueses defende o prolongamento do encerramento das escolas. A eventualidade de voltar a reabrir as escolas …

Costa anuncia apoio a recandidatura de Guterres à ONU. EUA querem voltar à instituição

O primeiro-ministro António Costa formalizou, esta quarta-feira, o apoio de Portugal à recandidatura de António Guterres a secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocupa o cargo desde 2016. "António Guterres serviu de forma exemplar …

PS e PSD vão chumbar audição do presidente do Tribunal Constitucional requerida pelo PAN

O PS e o PSD vão votar contra o requerimento do PAN para chamar o presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers, à comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, por considerarem que não é competência do parlamento …

Mais 1480 infetados com covid-19 e 50 mortes em Portugal

Nas últimas 24 horas, Portugal registou 50 mortes e 1.480 novos casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, foram confirmados mais 1.480 novos casos de infeção …