Bloco tem três pré-exigências para negociar o próximo Orçamento

Mário Cruz / Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins

Antes de começarem as negociações do Orçamento do Estado para 2021, o Bloco de Esquerda querem ver cumpridas três pré-exigências que já figuravam do anterior Orçamento.

“É para nós muito importante cobrar o que não foi cumprido, porque nós não nos esquecemos”, atirou Catarina Martins, este fim de semana, enquanto falava a um grupo de trabalhadores de pedreiras.

Antes de começar a negociar o Orçamento do Estado para 2021, o Bloco de Esquerda quer ver cumpridas algumas promessas do anterior Orçamento. Antes de o partido avançar para negociações com o Governo, há três pré-exigências que devem ficar garantidas, escreve o Expresso.

Aplicar o fim do fator de sustentabilidade a profissões de desgaste rápido é um dos pontos cruciais elencados pelos bloquistas. Durante as duas declarações no fim de semana, Catarina Martins recordou que com a entrada em vigor do OE2020, o fator de sustentabilidade deveria ter deixado de se aplicar às profissões de desgaste rápido.

Além disso, fonte do partido afiançou, ao Expresso, que a descida do IVA da eletricidade e a contratação definitiva do número de profissionais de Saúde que ficou inscrito no último Orçamento são os outros dois requisitos.

Quanto ao IVA da luz, o Executivo fez depender a redução do imposto de uma autorização legislativa da Comissão Europeia, que chegou em junho. O calendário do Governo previa a aplicação da medida apenas no último trimestre deste ano. Todavia, o Bloco de Esquerda exige que a medida seja concretizada assim que possível. António Costa já deu ‘luz verde’ a esta possibilidade.

O reforço do SNS é outro dos focos do partido de Catarina Martins, que foi muito debatido no último Orçamento. É necessária uma maior contratação de profissionais de Saúde, algo que o chefe de Estado também já abriu a porta: “Para o ano vamos ter de reforçar o número de contratados, não só no SNS como noutros serviços do Estado. Tendo de fazer opções, vamos investir mais no aumento de número de trabalhadores do que em aumentos salariais”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Se o populismo matasses esta e muitos outros populistas já tinham morrido há muito tempo, na oposição todos os partidos sejam eles Esquerda, Direita ou Centro exigem mais gastos só não nos dizem é onde ir buscar o dinheiro, exigir é do mais fácil agora apontar onde e como ir arranjar mais dinheiro para satisfazer as exigências é que é muito difícil e então quando se é populista é preciso é falar o que o Povo gosta de ouvir, vão todos dar banho ao cão.

  2. E quando é com o dinheiro dos contribuintes europeus ainda pior, porque temos de o pagar.
    E sendo esta senhora e respetiva esquerda contra o projeto europeu desde o início, não sei de que dinheiro
    viveríamos já com duas bancarrotas passadas e outra a caminho que por coincidência calha sempre ao mesmo partido quando ocorrem.

    Uma coisa é certa, o populismo está na moda e é o que a malta gosta,
    mas depois quando descarrilam as contas e voltamos à realidade, tem que vir alguém dizer que é preciso apertar o cinto porque alguém não fez bem as contas ninguém gosta como é claro.

  3. Toda vida se disse, o segredo é a alma do Negócio, esta põe tudo no escândalo, desde a cuequinha ao sutiã.
    O meu médico Proibiu-me de ver telejornais é ouvir noticiários, Resultou, já passei a várias amizades, é confirmam que resultou, sem medicamentos, até a disposição de bem estar melhorou.

  4. Pois aproveitam-se dado Costa quer continuar a ser 1.º Ministro e assim aceita tudo porque quer a GERINGONÇA, que por este caminho se nada for feito cairemos a caminho de uma Venezuela etc… países de Extrema Esquerda…Não votem em PS e nem no tira selfies e dá abraços, são unha de carne os dois. Cuidado que cairemos no abismo.

  5. viva o populismo gratuito, viva a esquerda radical que tem soluções para tudo menos para expilcar de onde se vai buscar o dinheiro para as exigências que se fazem. E assim continuamos cantando e rindo a caminho de mais um abismo económico que está para breve. Quando esse abismo chegar, o povo vai de novo acordar para a realidade e votar de novo nas urnas nos partidos sérios e realistas E que por isto mesmo nos vão ter de nos exigir sacrifícios afim de repor a economia no seu devido lugar. Entretanto, os partidos da banca rota vão ter de esperar 4 anos para depois regressarem triunfantes com os votos do povo afim de escavacar mais uma vez a economia do país…ESTE POVO NÃO TEM CURA !

RESPONDER

Setor da restauração diz que os apoios e horários estabelecidos aumentam a “escravização"

Segundo um documento da PRO.VAR, dois em cada três (66,4%), dos estabelecimentos localizados em centros comerciais, ponderam apresentar pedidos de insolvência. O trabalho tem por base um inquérito a empresas do sector realizado entre os dias …

Ucrânia diz que Rússia não responde a pedido de conversações, mas conta com o apoio da NATO

O Presidente ucraniano, Volodimir Zelenskii, disse que ainda não conseguiu falar com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para discutir a escalada do conflito no Leste da Ucrânia. A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de …

"O trabalho liberta." Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi "o trabalho liberta". Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, …

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente. Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, …

Bloco de Esquerda quer plano nacional de férias de Verão financiado pelo Governo

O Bloco de Esquerda vai entregar um projeto de lei na Assembleia da República para que o Governo defina um programa de férias de Verão. Catarina Martins, coordenadora do partido, frisa que a maior parte …

Índia ultrapassa Brasil e é o segundo país mais afetado pela covid-19

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de covid-19, ultrapassando o Brasil, depois de registar um valor máximo de 168 mil novas contaminações nas últimas 24 horas. O país, com 1,3 mil milhões …

Dois anos depois, mulher de Assange pede que Reino Unido pressione EUA para acusações caírem

A mulher de Julian Assange, Stella Moris, disse que a Grã-Bretanha seria mais forte a fazer campanha contra regimes autoritários se pressionasse o Governo Biden a retirar o seu apelo para o extraditar sob acusações …

Operação Marquês. Ministério Público pede alargamento do prazo previsto na lei para recorrer

Depois da decisão instrutória tomada pelo juiz Ivo Rosa, os procuradores Rosário Teixeira e Vítor Pinto já entregaram um requerimento a pedir 120 dias para o recurso. O alargamento do prazo passaria assim a ser …

Duas mortes e 271 infetados em 24 horas. Rt continua a subir em Portugal

O boletim da DGS desta segunda-feira dá conta de mais 271 novos casos. Registaram-se ainda mais duas mortes por covid-19. Segundo a DGS existem 25.784 casos ativos, menos 176 do que na véspera, e há mais …

Maioria dos pobres em Portugal trabalha (os "três D" da pobreza e 4 perfis que são uma "supresa")

Um quinto da população portuguesa é pobre e a maior parte das pessoas em situação de pobreza trabalha, mantendo vínculos laborais sem termo. As conclusões são de um estudo promovido pela Fundação Francisco Manuel dos …