Ajoelhado nas próprias mãos. Bloco denuncia praxe “humilhante” em Évora

Um estudante, recentemente matriculado na Universidade de Évora, foi obrigado a ajoelhar-se sobre as próprias mãos e a colocar a cabeça no chão sobre um monte de farinha. Bloco de Esquerda já questionou o Governo e a Universidade.

Um vídeo de um estudante, recém-entrado na Universidade de Évora, está a gerar indignação nas redes sociais. O jovem surge ajoelhado sobre as próprias mãos e a colocar a cabeça no chão sobre um monte de farinha, num contexto de praxe.

O Bloco de Esquerda quer que o Governo se pronuncie sobre a praxe que classifica como “humilhante“. O caso foi denunciado pelo Bloco, mas está a inundar as redes sociais desde terça-feira. No vídeo, vê-se o rapaz com a cabeça no chão sobre um monte de farinha e com o corpo fletido, pernas cruzadas e os joelhos em cima das costas das mãos.

Em pergunta ao Governo, através do Ministério da Ciência e do Ensino Superior (MCTES), o Bloco refere que o cenário de praxe abusiva aconteceu no Rossio de São Brás, em Évora, e que, nas filmagens, é possível ouvir o estudante praxado a suplicar o fim do “exercício praxístico”. Ao que um dos responsáveis da praxe respondeu-lhe: “não me interessa, ‘desenmerde-se’”.

O vídeo, com pouco mais de um minuto, contou com mais de 50 mil visualizações no Facebook entre terça-feira e até ao final desta quinta-feira.

Apesar das inúmeras e sucessivas campanhas de combate à praxe abusiva, o Bloco de Esquerda lamenta a situação, considerando “absolutamente inaceitável” que atos como este, “de profunda violência e humilhação”, continuem a ser “impunemente tolerados e praticados”.

Na pergunta enviada ao Governo, o Bloco exige que a tutela se pronuncie sobre o caso e pede que seja feito um balanço do programa governamental Exarp, lançado há dois anos. Além da pergunta, acrescenta o Público, o BE enviou também um requerimento à Universidade de Évora.

Ao jornal, fonte da universidade indicou que o vídeo chegou ao conhecimento da reitoria esta quinta-feira e que o caso irá ser investigado internamente. A Universidade de Évora tem, desde 2014, um programa de combate à praxe abusiva com programas de acolhimento alternativos.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Era colocar os autores dessa e de muitas outras praxes na mesma posição mas com os cornos enterrados num monte de bosta de cavalo, durante uma manhã. O governo quer lá saber disso! O que lhe interessa é continuar a sacar dinheiro aos mais pobres para poder continuar a encher a pança aos mais ricos.

  2. e nao so, enquantro ele estivesse de rabo para o ar, era dar-lhe com uma “menina de 5 olhos” (palmatoria)
    podia ser que assim aprendessem
    façam como fizeram varias universidade, pegaram nos caloiros e foram com eles limpar as praias e matas. outras foram para as aldeias ajudar os mais necessitados (idosos)
    como dizem os das prazes, isto ajuda o aluno na intregação à universidade, nao sei como esta situação o ajuda a integrar-se no meio universitario

  3. praxes para que? nao vao para a universidade para estudar? andam um ano lectivo inteiro nas praxes, que futuros profissionais vao ser estes, uns a fazerem-se de doutores que deviam dar o exemplo, outros que entram nao sabem dizer nao, esta palavra existe no vocabulario e é para ser usada, e nao venham dizer que se nao aderirem sao marginalizados, aderem porque acham que é muito divertido, mais tarde alguns arrependem-se outros nao, que futuro vamos ter?

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …