Bitcoin já vale mais do que o ouro

É um feito histórico. O ouro já não é o que vale mais dentro dos mercados, mesmo que a correlação de troca entre o ouro e do bitcoin não possa ser equiparada.

Nos Estados Unidos, uma unidade da moeda virtual atingiu 1.265 dólares, passando a cotação de uma onça de ouro que estava a ser negociada por 1.233 dólares.

Segundo o site especializado Coindesk, o bitcoin ultrapassou o valor do ouro pela primeira vez na história, sendo que a cotação da moeda digital já valorizou mais de 30%, só este ano.

Apesar dos especialistas da área admitirem que o bitcoin pode substituir por inteiro o ouro, ainda existem muito factores que o impedem. Um deles reside na dificuldade de investir em ações do bitcoin e o outro reside no historial da volatilidade do seu valor nos mercados.

O bitcoin foi introduzida como moeda digital em 2008 por Satoshi Nakamoto. Em fevereiro de 2015, o número de empresas que aceitam este sistema de pagamento ultrapassou as cem mil.

Ao que tudo indica a U.S. Securities and Exchange Commission está prestes aprovar o Bitcoin ETF nos mercados norte-americanos. Caso aconteça, a medida terá um impacto significativo, visto que este é um dos mercados mais competitivos a nível mundial.

// B!T

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Este mundo está completamente louco!
    Valorizam uma moeda que não existe e que não está referenciada a nada (rigorosamente a nada). Quando alguém se lembrar que na verdade esta moeda não nada mais que uma linha de código num computador qualquer, nem um “testão furado” valerá e quem investiu neste tipo de negócios fica com 0!
    Cada vez estamos mais perto do fim da nossa sociedade!!!

    • António,

      Está a ver as coisas ao contrário.

      O que não vale nada, é qualquer moeda que seja apenas um pedaço de papel mandado imprimir por uma linha qualquer numa ordem de serviço de um político ou banqueiro central qualquer. E isso é assim com o dólar, o euro, a libra, com qualquer moeda “convencional”. O que vale um euro? Está referenciado a quê? O valor do euro não é dado porque um governo diz que um euro paga dois pacotes de leite na minha mercearia, um euro vale dois pacotes de leite se alguém entrar na minha mercearia, me oferecer um euro, e eu decidir aceitar dar em troca dois pacotes de leite.

      Isso é assim com qualquer moeda “emitida”, que qualquer governante possa em qualquer altura “mandar fazer mais”.

      As “moedas” que valem não são as que são “emitidas”, são as que são “minadas”, as que são “finitas”, as que são “únicas e não reprodutíveis”, e que pela sua raridade e exclusividade passam a ser tomadas como boas para “moeda de troca”. Por exemplo, o ouro.

      E por exemplo, a bitcoin.

      Porque ao contrário do que diz, uma bitcoin não é “uma linha de código num computador qualquer”. Cada bitcoin é única e não falsificável, cada nova bitcoin que é “minada” torna exponencialmente mais difícil a “um computador qualquer” minar a bitcoin seguinte, e o número de bitcoins que será possível minar é finito.

      Se não quiser perceber isto, está no seu pleno direito. Mas pelo menos, informe-se sobre o que é a bitcoin.

      Porque um dia destes acorda num mundo em que a bitcoin se institucionalizou – e os “tostões furados” são na realidade os papelotes que tem debaixo do colchão.

      • Gostei da explicação (é seguramente colega) acho apenas que poderia ter referido as três funções básicas da moeda:
        – Meio de pagamento ou instrumento de troca
        – Unidade de conta ou medida de valor
        – Instrumento reserva de valor

        A moeda (subentenda-se o dinheiro) atual é fiduciária. Isto é depende da “fiducia” (confiança). Isto é, a moeda não vale pelo seu valor intrínseco. Isso já lá vai há muito tempo e desde o fim de Bretton Woods nem existe nenhuma ligação a qualquer metal – (no acordo de Bretton Woods o Estado Americano assegurava a conversão de uma certa quantia de dólares por ouro).

        A bitcoin relativamente às funções típicas da moeda:
        – Meio de pagamento ou instrumento de troca – Ainda muito limitado. No café onde vou diariamente ou no supermercado ninguém aceita bitcoins.
        – Unidade de conta ou medida de valor – Permite valorizar bens e serviços.
        – Instrumento reserva de valor – Sim, com variações em função de milhares de variáveis (ou milhões) tal como qualquer outra moeda. Estará atualmente sobrevalorizada atendendo à sua atual função enquanto instrumento de troca? Quem tem mais a perder é quem está dentro. E sobretudo quem entrou recentemente. Será uma espécie de negócio de pirâmide em que as novas entradas por via da valorização promovem ganhos nos que já se encontram há mais tempo?

        A fiducia no caso da bitcoin poderá ser mais uma “fezada”. Até porque ao longo da história a emissão de moeda sempre esteve muito regulamentada e muito circunscrita a quem exerce o poder num dado estado. Logo, porque razão iriam EUA e UE abrir mão das suas moedas em detrimento de algo que não controlam? E se não a tolerarem no dia-a-dia das suas economias então qual será a posição da bitcoin face às três funções básicas da moeda?

    • Que coincidência. É exactamente como o € e o $, então.

      Bem, exactamente, exactamente… não será, visto que o Bitcoin irá atingir um limite de emissão de 21 Milhões de Bitcoins… e nunca mais serão emitidos mais.

      Já € e $, ninguém sabe quantos existem… e os Bancos podem criar infinitos € e $, quando bem entenderem, dessa forma desvalorizando-os constantemente.

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …