“Envergonha a Educação e a Ciência”. Biólogo critica conteúdo lecionado na telescola em carta aberta ao Governo

Pedro Fevereiro, presidente do Centro de Informação de Biotecnologia (CiB) e antigo bastonário da Ordem dos Biólogos, escreveu uma carta aberta ao Governo, alertando para informações falsas transmitidas na aula de Ciências Naturais dos 7.º e 8.º anos na RTP Memória.

De acordo com o Diário de Notícias, em causa está uma aula de Ciências Naturais sobre o impacto da exploração agropecuária, que motivou críticas, nomeadamente do Centro de Informação de Biotecnologia (CiB), que aponta os argumentos apresentados pela docente como falsos.

A professora fez a pergunta: “Precisamos destes recursos para o nosso dia-a-dia, para a nossa alimentação e não só”, mas “poderá a exploração de recursos agropecuários ter impactos?”.

A resposta foi dada de seguida: “Um dos principais impactos prende-se que, com o aumento da população, passou a haver uma agricultura intensiva e começou a utilizar-se excessivamente fertilizantes, pesticidas e herbicidas. O uso inadequado também de antibióticos e de hormonas de crescimento nas explorações pecuárias é outros dos impactos. Mas também a introdução de organismos geneticamente modificados (OGM)”, explicou a professora.

Pedro Fevereiro assinou uma carta endereçada ao Ministério da Educação e do Ensino Superior. Segundo o biólogo, citado pelo DN, a informação “não só é errada do ponto e vista científico”, uma vez que “está cientificamente provado que os OGM não constituem risco, quer para a saúde humana, quer para o ambiente”, “como é deturpada“.

Na carta, Pedro Fevereiro esclarece que “os impactos referidos não provêm da exploração dos recursos agropecuários, mas sim de eventuais práticas agrícolas antiquadas“.

O biólogo diz ainda, segundo o DN,  que “a agricultura intensiva moderna não utiliza excesso de fertilizantes, pesticidas e herbicidas, tendo exigências semelhantes ao modo de produção integrada”. Além disso, “são proibidos os antibióticos e as hormonas de crescimento nas fileiras de produção animal no espaço europeu”.

Para Pedro Fevereiro, o conteúdo põe em causa o trabalho dos produtos portugueses, “que se esforçam todos os dias para garantir a sustentabilidade das suas produções e a segurança alimentar”.

Por fim, o antigo bastonário dos Biólogos pede ao Governo que intervenha “no sentido de mudar este paradigma, que envergonha a Educação e a Ciência portuguesas”.

ZAP //

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. Eu conheço malta que usa antibioticos para engordar o gado!
    Portanto não me parece inconcebível o que a Professora disse.

    • Conhece…então exponha os nomes na polícia porque isso é ilegal. Não basta só mandar a “boca” num comentário.

      • Pois, eu também conheço quem usa antibióticos.
        Aliás, provavelmente só não conhece quem usa antibióticos quem não conhecer quem cria gado.
        A questão levantada pelo tal biólgo é exagerada. Uma tempestade num copo de água. Principalmente pelo tom, a acreditar nesta notícia. No entanto, a diabolização dos OGM está de facto errada. Os OGM, por si só, não são bons nem maus.
        No fundo, tanto a professora da telescola como o tal biólogo estão certos numas coisas e errados noutras.

        • O uso de antibióticos para engordar o gado, é ilegal.
          Desta forma desde o ponto de vista do biólogo, o impacto é mínimo, e ele esta correcto.
          Agora se não se respeita as regras, isso já nada tem a ver com a biologia, é o acto criminal e como tal da competência das autoridades.

          Mais correcto seria o professor dizer que a fiscalização inexistente e a ineptitude das autoridades tem impacto, não a exploração agropecuária

  2. Continuam a existir pessoas a afirmar coisas e a ensiná-las sem qualquer proca científica para tal.
    O ministério da Educação devis ser responsabilizado por estas informações erróneas ou entã obrigado a apresentar provas do que estão a ensinar,
    Deviam ser processados por quem de direito ou então fazer um pedido de desculpas formal e público por estarem a difamar um grande número de agricultores e criadores de animais,

    • Você demonstra pouca perceção da eealidade que o rodeia. Experimente pensar por si, tire as palas que lhe puseram à volta, supostamente sem wue você percebesse (e intencionalmente, para de forma subrepticia parecer ter ter mais credibilidade tudo o que olha á sua frente, sem conseguir ver tudo o que o rodeia). Faça um esforço, no seu próprio interesse, e no de todos, pois quando vem para este forum dizer ou falar de coisas que desconhece, e tão importantes como as que aqui são anordadas, que têm impacto na saúde e na saúde das pessoas, é melhor estar calado para não dizer asneiras e com isso prejudicar e desinformar as pessoas.
      Infelizmente, é esta a palavra correta, as pessoas, incluindo os nossos políticos e pior ainda, os nossos médicos, não percebem ou não querem perceber, que a aposta é na saúde prevenindo-a, com uma alimentação de qualidade, o menos industrializada e processada possível, logo sem aditivos que não são naturais (e maior a parte ou todos são prejudiciais à saúde de alguém que ainda esteja saudável), não deixar andar e/ou fazer com que as pessoas depois adoeçam para depois ter se tentar curar as ditas doenças crónicas, as tais que nunca se curam, não é, pelo menos com os medicamentos e enfim, …!!!
      A grande maior parte das pessoas nem percebe que se tiverem saúde a sério, baseada numa alimentação o mais natural possível, exercício moderado, sono e descanso qto baste e vida social moderada, este corona vívus pouco ou nada faz, tenha a pessoa 8 ou 80 anos. É pena que a nossa classe média que devianoerceber disso e participar na educação dos seus “clientes” para adoptarem esse estilo de vida, não o fazem, e apenas comportam-se como uma simples e estúpida correia de engrenagem de uma máquina meio diabólica nos seus valores e intenções.

      E quanto a ser processado, só não digo que você devia ser processado, porque não sabe o que diz, logo sendo inimputável (embora não seja por vontade própria, nem intencional), não pode ser responsabilizado.
      Já o dito doutor de biologia da treta Fevereiro (do ano de 1400 ou antes), sim devia ser responsabilizado e ser-lhe tirado o canudo, por incompetência muito perigosa. Tanta coisa mais para dizer, mas as muitas pessoas cansam-se com coisas que lhes falam da realidade dura e crua pois obrigam-nas a ter de pensar e sair da sua zona de conforto do dia a dia.

      Apenas digo para finalizar, não vão pelo que digo, pesquisem, analisem, estudem, consumam informação de todos os quadrantes e ganbem capacidade de análise crítica capaz. Vale a penamo esforço.

  3. Este “biólogo” então que explique uma duvida…fui criado pelos meus avos, e lembro-me na altura a uns 40 anos atrás…minha avo criava “pintos” como todos o faziam no campo, a galinha chocava os ovos e dai nasciam os “pintainhos”…que levavam uma media de 9/10 meses ate crescerem e serem chamados “frangos(as)” depois apareceu uma farinha “milagrosa” chamada 115 e os ditos “pintos” em pouco mais de 2/3 meses eram FRANGOS….interessante…

    • Este artista Biólogo, não tem mais do que fazer, e para ter sido presidente de uma porra qualquer, vê-se o nível ! Ele dizer que está científicamente demonstrado que os OGM não fazem mal, é espantoso, mas se for ele a referência científica é bo que vá é para trolha porque de cientista tem pouco …

      • É o movimento dos loucos que afirmam que a Terra é plana, os chamamos terraplanistas. Enfim, gente doida. Há por aqui no ZAP alguns comentadores dessa “seita”. Não os contrarie! Só vai perder tempo.

  4. Se o Exmo biológico não concorda, e tem todo o direito, deveria propor de forma construtiva a reformulação da resposta ao invés de ficar tão indignado com a carreira de biólogo e a sua imagem perante as crianças que estão a aprender sobre a agropecuária. Na verdade, tudo o que a professora falou são os riscos introduzidos e isso não quer dizer que TODOS os agricultores os fazem dessa forma… Claro que há regulamentação…. Mas esse senhor biólogo se quisesse ser mais proactivo deveria era fazer parte da ASAE e descobrir quanta me**a se faz no país… Se calhar a professora tem alguma razão!

  5. O Senhor Biólogo, em vez de estar a ter uma atitude corporativista e a defender os seus interesses, que nós desconhecemos, devia ir ao terreno ver a realidade. Não é por acaso que é opinião publica generalizada que os OGM causam malefícios, que o milho geneticamente modificado hoje produzido por todo o lado não sofre de pragas, pois o interesse é o lucro e a produção intensiva. O senhor biólogo que venha aqui ao campo observar o que se passa com o milho, ou as galinhas nos aviários, ou as vacas nas vacarias, antes de dizer que não está demonstrado isto ou aquilo. O outro também diz que a hidroxicloroquina faz bem à saúde e até aconselha a beber detergente e lixívia, porque lhe interessa….

    • Olha!! Agora é que há alguém a dizer qualquer coisa de jeito.
      É isso mesmo!!! Ele deve ter interesses, e não são poucos.
      E, se calhar, não só.
      Os OGMs não fazem mal a ninguém?!?!
      Então e aos agricultores que, se quiserem ter uma sementeira no ano seguinte ficam ‘dependentes’ da MONSANTO, e outros gigantes da Agroquímica, lhes venderem as sementes (pelo preço que quiserem).
      É que, não sei se as pessoas sabem, os OGMs são, sempre que possível, tornados estéreis. logo, o trigo e outros cereais OGM não pode ser usado para semente.

  6. Cientistas da Carochinha que fazem a alegria da Monsanto e de outras máfias… Ela que vá ver de perto como se cultivam as famosas Maçãs e peras do Oeste… Só um exemplo… Ele que respire aquelas pulverizaçoes constantes… Para além dos químicos que vão logo na água da rega gota a gota… Só de ter a visão dos agricultores fardados dos pés à cabeça e usando máscaras de protecção já nos sentimos num autêntico cenário de guerra… Às abelhas e outros insectos, aves e outras criaturas, para não falar das águas onde vai parar toda a porcaria, a esses ninguém fornece máscaras… A professora falou e muito bem e deve continuar a chamar a atenção das crianças que coitadas perdem a confiança nos adultos idiotas irresponsáveis, mas infelizmente é o que temos…

  7. É um erro de lógica básica assumir que utilização dos OGM não provoca riscos para a saúde humana, animal e de biodiversidade, pois não se pode provar uma negativa, citando: “está cientificamente provado que os OGM não constituem risco, quer para a saúde humana, quer para o ambiente”.
    Na melhor das hipóteses, poder-se-ia afirmar que não há evidências científicas que apontam para malefícios. Então e está apurado os conflitos de interesses?
    Por outro lado a comunidade científica não é unânime. Há imensos estudos científicos…. Podem ser avaliados sim, tantos os favor como os contra
    https://www.stopogm.net/centro-documental/#l

  8. A ciência que inventa essa praga intragavel dos OGM é a mesma que prova que não têm problemas para a saúde! Dos cereais hibridos nem pão se pode fazer! O milho hibrido parece palha não dá para fazer broa! Que tipo de interesses está este senhor a defender pondo em causa o trabalho de correcta informação desta professora? Está a querer fazer de nós parvos!!!

    • “Está a querer fazer de nós parvos!!!”
      E, como se vê, nem teve que se esforçar muito!…
      Na verdade, a ciência não inventa nada! Já a ignorância…

  9. A professora não esteve bem dando uma opinião sem a fundamentar. Além disso, a professora deveria ter-se limitado a apresentar as perspetivas contrárias e, caso quisesse muito dar a sua opinião, deveria ter ter enfatizado que se tratava apenas da sua opinião pessoal. Ela e muitos poderão encontrar nos OGM muitos defeitos mas outros poderão encontrar nos mesmo OGM muitas virtudes. Os alunos devem ser treinados para formular as suas próprias opiniões de forma consciente e livre. Não devem ser treinados para se virem a tornar cidadão acríticos e seguidistas. Isto é, deve-se-lhes dar as ferramentas, não devem ser transformados em ferramentas.

  10. Estou admirado com a elevação formal dos comentários apresentados.
    Ainda não houve um comentário insultuoso para outrem.
    Espero não ter escrito cedo demais.

    Quanto ao conteúdo, o protestante professor sentiu-se atingido na sua proficiência especifica mas a realidade é o enorme impacte ambiental do chamado agro-business ou exploração agropecuária intensiva.
    E nomeio apenas uma vertente que nos afecta muito.
    Para a enorme área de estufas implantada no sul de Espanha (mas também por cá, vide o rio Mira…) é necessária uma apreciável quantidade ede água que é obtida através de transvazes, transporte de rios mais a norte para o sul, diminuindo drasticamente os caudais nessas zonas com impactes na vida a jusante.
    Quanto ao negócio das sementes e OGM, já foi muito bem aqui comentado.

  11. Alguns dos produtores portugueses também se esforçam para nos detruirem o ambiente, para conspurcarem os cursos de água, os lençois, que são os nossos principais recursos hìdricos para além do seu consumo excessivo com regas exageradas. A água não é inesgotável! É escassíssima! Eu acho que temos que nos queixar ao ministério da agricultura e exigir-lhe que transmita uns programas, através da telescola, para os nossos agricultores e proprietários de pecuárias aprenderem o que é uma agricultura sustentável a bem da nossa saúde e do planeta. Acho que a professora fez muito bem em encaminhar a aula neste sentido. Se não forem os professores quem é que nos salva das garras destes monopólios como a Monsanto, a Bayer e outros quejandos ? O sr. biólogo deixe os professores fazerem o seu trabalho quando ele é bem feito, útil.

  12. Vem o produtor de OGM, com ordenado pago por esses interesses dar lições de moral a um professor, que descaramento. Ensinou o professor muito bem aos miudos, haja alguma esperança, nem tudo está comprado!

  13. Sr. biólogo, até me custa tratá-lo assim, venho recomendar-lhe o programa Sociedade Civil, transmitido ontem, terça-feira, no canal 2, às 24 horas, para que aprenda, com os proprietários da Herdade do Freixo-do- Meio e da Quinta do Poial, o que é uma agricultura sustentável, logo biológica e fique a conhecer os perigos que representam, para a nossa saúde e para a do planeta, os produtos que o sr defende. Acredite que a sua carta me deu volta ao miolo porque fiquei sem perceber qual a sua verdadeira intenção, fazer mal à professora foi com certeza. Os OGM que o sr. defende talvez sejam responsáveis pelas intolerâncias e resistências a nível das bactérias que habitam o nosso organismo. O percurso de vida destes OGM ainda não é suficiente para que os estudos feitos sejam conclusivos e nos possam deixar tranquilos .

RESPONDER

Crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos, diz IPO

As crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavirus na generalidade dos casos, esclareceu, esta segunda-feira, o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa. "Neste momento, não …

Estados Unidos. Pais deixam filho na escola sabendo que tinha covid-19

Um estudante infetado com covid-19 foi levado para a escola pelos pais em Massachusetts, nos Estados Unidos. Como resultado, 28 estudantes ficaram de quarentena. Os pais de um aluno de uma escola do estado norte-americano de …

Bale assume que Mourinho foi uma das principais razões para voltar ao Tottenham

O internacional galês admitiu que o treinador português foi uma das principais razões que o fez voltar ao Tottenham. Em entrevista à estação televisiva britânica BT Sport, conduzida pelo antigo avançado Peter Crouch, Gareth Bale afirmou …

Portugal regista 623 novos casos e oito óbitos. Lisboa com 70% das novas infeções

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais oito mortos relacionados com o novo coronavírus (covid-19) e 623 novos casos de infeção, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No que respeita a novos casos, deu-se um …

Paulo Cafôfo, o "guardião dos valores", é o novo líder do PS/Madeira

Paulo Cafôfo, o novo líder do PS/Madeira, assumiu-se como um "guardião dos valores de um partido que não se deixa vergar". O novo líder do PS/Madeira, Paulo Cafôfo, afirmou este domingo que vai estar "sempre contra" …

Médicos querem divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno (e defendem máscara na rua)

Além da divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno, a Ordem dos Médicos solicita uma atualização das normas e orientações técnicas da Direção-Geral da Saúde (DGS). A Ordem dos Médicos defende a divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno para …

Líder do CDS quer ver o partido travar "histerias de nichos à volta do radicalismo"

O líder do CDS encerrou, este domingo, a escola de quadros da Juventude Popular, que decorreu deste sexta-feira em Oliveira do Bairro, distrito de Aveiro, momento que assinalou também a rentrée política do partido. "Este novo …

Detida suspeita de enviar envelope com ricina a Trump. Tinha uma arma de fogo

  As autoridades prenderam uma mulher suspeita de ter enviado um envelope com ricina ao Presidente dos EUA, Donald Trump. Suspeita-se que o envelope foi enviado a partir do Canadá. Uma mulher foi detida este domingo, quando tentava …

Livre declara apoio oficial a Ana Gomes

O Livre anunciou, esta segunda-feira, o seu apoio oficial à candidata Ana Gomes, nas eleições Presidenciais, depois de uma consulta interna na qual a ex-eurodeputada recolheu 88,9% dos votos de membros e apoiantes. Em comunicado, o …

"Ponto crítico" no Reino Unido. Especialistas vão fazer apelo público em direto na TV

Esta segunda-feira, dois dos mais graduados conselheiros científicos do Governo britânico vão fazer um apelo aos britânicos, em direto na televisão, a alertar que o Reino Unido atingiu um "ponto crítico". Dois conselheiros científicos do Governo …