Bill Gates contra imposto sobre as fortunas que Elizabeth Warren quer aplicar

Michael Buholzer / World Economic Forum

O fundador da Microsoft não apreciou a medida que a senadora democrata Elizabeth Warren se propõe aplicar caso seja eleita presidente em 2020: um imposto sobre as fortunas que poderá chegar aos 6%.

Bill Gates, que tem uma fortuna estimada em 106 mil milhões de dólares (96 mil milhões de euros), comprometeu-se a destinar a maior parte da sua fortuna a causas beneficentes. Porém, rejeita a proposta de imposto de Elizabeth Warren.

Numa conferência em que participou quarta-feira em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o fundador da Microsoft disse que já pagou mais de dez mil milhões de dólares em impostos e, se tiver de pagar até vinte mil milhões, não tem problema com isso. “Mas quando dizem que devo pagar cem mil milhões, vou começar a fazer um pouco de matemática para ver o que me sobra”.

A soma que estaria hipoteticamente em causa, de acordo com o semanário Expresso, não se aproxima dos cem mil milhões, segundo Warren. Em resposta a Gates, a senadora disse no Twitter: “Fico sempre contente de me encontrar com pessoas, mesmo que tenhamos pontos de vista diferentes. @BillGates, se tivermos oportunidade, gostava muito de explicar exatamente quanto o senhor pagaria com o meu imposto sobre as fortunas. (Prometo que não é 100 mil milhões)“.

Na quarta-feira, Bill Gates foi mais longe nas críticas, ao ponto de não revelar se votaria em Warren no caso de a eleição se disputar entre ela e Donald Trump. O fundador da Microsoft disse apenas que vai optar pelo candidato que tiver “a abordagem mais profissional” à situação atual.

Desde que Warren lançou a sua ideia, vários multimiilionários a têm criticado, acusando-a de negar o sonho americano, de “vilificar as pessoas de sucesso” e de propor soluções que já antes falharam.

Leon Cooperman, um dos investidores que a senadora tinha nomeado expressamente num tweet como exemplos do que está mal, disse mesmo que Warren fala de muitos ricos no tom em que um pai repreende um filho ingrato.

Cooperman acusa-a de querer sugar os ricos e de não perceber como a economia funciona. Warren responde que o seu objetivo é “lutar por mudanças grandes, como cuidados infantis universais, investimento na escola pública e estudos universitários gratuitos”.

Os planos económicos de Elizabeth Warren têm vindo a ser elaborados com a ajuda de economistas como Emmanuel Saez e Gabriel Zuckman, conhecidos internacionalmente pelos seus trabalhos sobre a desigualdade e os paraísos fiscais que ajudam a mantê-la.

//

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …