Bill Gates contra imposto sobre as fortunas que Elizabeth Warren quer aplicar

Michael Buholzer / World Economic Forum

O fundador da Microsoft não apreciou a medida que a senadora democrata Elizabeth Warren se propõe aplicar caso seja eleita presidente em 2020: um imposto sobre as fortunas que poderá chegar aos 6%.

Bill Gates, que tem uma fortuna estimada em 106 mil milhões de dólares (96 mil milhões de euros), comprometeu-se a destinar a maior parte da sua fortuna a causas beneficentes. Porém, rejeita a proposta de imposto de Elizabeth Warren.

Numa conferência em que participou quarta-feira em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o fundador da Microsoft disse que já pagou mais de dez mil milhões de dólares em impostos e, se tiver de pagar até vinte mil milhões, não tem problema com isso. “Mas quando dizem que devo pagar cem mil milhões, vou começar a fazer um pouco de matemática para ver o que me sobra”.

A soma que estaria hipoteticamente em causa, de acordo com o semanário Expresso, não se aproxima dos cem mil milhões, segundo Warren. Em resposta a Gates, a senadora disse no Twitter: “Fico sempre contente de me encontrar com pessoas, mesmo que tenhamos pontos de vista diferentes. @BillGates, se tivermos oportunidade, gostava muito de explicar exatamente quanto o senhor pagaria com o meu imposto sobre as fortunas. (Prometo que não é 100 mil milhões)“.

Na quarta-feira, Bill Gates foi mais longe nas críticas, ao ponto de não revelar se votaria em Warren no caso de a eleição se disputar entre ela e Donald Trump. O fundador da Microsoft disse apenas que vai optar pelo candidato que tiver “a abordagem mais profissional” à situação atual.

Desde que Warren lançou a sua ideia, vários multimiilionários a têm criticado, acusando-a de negar o sonho americano, de “vilificar as pessoas de sucesso” e de propor soluções que já antes falharam.

Leon Cooperman, um dos investidores que a senadora tinha nomeado expressamente num tweet como exemplos do que está mal, disse mesmo que Warren fala de muitos ricos no tom em que um pai repreende um filho ingrato.

Cooperman acusa-a de querer sugar os ricos e de não perceber como a economia funciona. Warren responde que o seu objetivo é “lutar por mudanças grandes, como cuidados infantis universais, investimento na escola pública e estudos universitários gratuitos”.

Os planos económicos de Elizabeth Warren têm vindo a ser elaborados com a ajuda de economistas como Emmanuel Saez e Gabriel Zuckman, conhecidos internacionalmente pelos seus trabalhos sobre a desigualdade e os paraísos fiscais que ajudam a mantê-la.

//

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Mais seis mortes e 232 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, nesta segunda-feira, mais seis mortes por covid-19 e mais 232 novos casos, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo. O boletim epidemiológico desta segunda-feira, divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), …

Quebras no turismo triplicam desemprego no Algarve

O desemprego no Algarve aumentou mais de 200% em maio para quase 28 mil desempregados, atingindo sobretudo o setor da hotelaria, que desespera pela chegada de turistas para atenuar o "golpe" de quase três meses …

Marques Mendes elogia "voz independente" de Medina (e diz que a TAP pode ser um crematório político)

Luís Marques Mendes elogiou neste domingo as críticas que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, fez ao combate à pandemia, considerando ainda que a resolução da TAP, que culminou na saída de David …

O “Grenadier” já não vai ser português. Fabricante automóvel Ineos desiste de fábrica em Estarreja

A INEOS Automotive, empresa do ramo automóvel, transmitiu à Câmara de Estarreja que vai suspender o investimento de 300 milhões de euros numa fábrica no concelho, revelou este domingo fonte municipal. "A empresa transmitiu à Câmara …

Grécia e Austrália recuam na abertura de fronteiras. Marrocos isola cidade após recorde de casos

Grécia e Austrália anunciaram neste fim-de-semana um recuo na abertura das suas fronteiras, enquanto que Marrocos isolou uma cidade após um número recorde de novas infeções de covid-19 registadas em 24 horas. A Grécia anunciou …

Dinheiro dos pobres usado para "vida de luxo". Presidente, mulher e filha da Mão Amiga acusados

O presidente da Associação Mão Amiga, em Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, a mulher e a filha foram acusados pelo Ministério Público (MP) de usarem o dinheiro da instituição para pagarem uma "vida de luxo". …

Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

O Jornal Económico escreve esta segunda-feira que a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tem por cobrar 14.919 milhões de euros em impostos. De acordo com o diário de economia, mais de metade da dívida dos contribuintes está …

"Armada espanhola" assegura 70% do mercado das obras públicas em Portugal

As empresas espanholas estão a assegurar 70% do mercado das obras públicas em Portugal, escreve esta segunda-feira o jornal Público, citando uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros No …

"Oitavos" da Liga dos Campeões não vão ser jogados em Portugal

A UEFA cedeu à pressão dos clubes e decidiu que os encontros da segunda mão dos oitavos-de-final vão ser disputadas nos respetivos estádios dos clubes. Os encontros por jogar relativos aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões …

Turmas repartidas e aulas ao sábado. O que muda no novo normal do Ensino Superior

Para o regresso às aulas do Ensino Superior no próximo ano letivo, as universidades estão a preparar medidas que permitam cumprir as regras sanitárias e zelar pela aprendizagem dos seus alunos. Se tudo correr como planeado, …