Bento XVI e rainha da Jordânia têm joias de “ouro negro” de artista açoriano

PauloDoValeJoias / Facebook

Cruz em prata cravejada com diamantes negros e ao centro com diamante incolor da colecção Paulo do Vale

Cruz em prata cravejada com diamantes negros e ao centro com diamante incolor da colecção Paulo do Vale

 

O papa emérito Bento XVI, a rainha da Jordânia e o empresário Stanley Ho são algumas das personalidades que possuem peças de joalharia de “ouro negro”, feitas a partir do basalto vulcânico dos Açores, com assinatura de Paulo do Vale.

Artista premiado, com ateliês em Ponta Delgada e Porto, Paulo do Vale começou a trabalhar o basalto dos Açores como peças de joalharia depois de o seu filho o ter desafiado, numa praia da ilha de São Miguel, a usar esta pedra vulcânica para criar uma joia para a mãe.

“Andava com a pedra sempre a rolar na bagageira do carro. Um dia, à beira mar, onde gosto muito de estar, olhei para a pedra e, num momento de inspiração, acabei por fazer a jóia. Gostei da peça e, um ano mais tarde, acabo por expô-la com mais três ou quatro peças na Câmara Municipal de Ponta Delgada”, explica Paulo do Vale, confessando que teve “muito receio” sobre a aceitação do produto.

O açoriano, que também já teve como clientes figuras como o Presidente da República, Cavaco Silva, o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, a atriz Sofia Alves, o estilista José António Tenente ou o apresentador de televisão Manuel Luís Goucha, começou então a apaixonar-se pela pedra basáltica, acabando por ser batizado como o artista do “ouro negro” dos Açores.

Paulo do Vale trabalha a pedra vulcânica, que não é, na perspetiva gemológica, uma pedra preciosa, com prata e ouro, com base na tradição portuguesa.

O ourives está convicto de que as suas peças “têm levado o nome dos Açores muito longe”, graças ao esforço da ourivesaria dos seus pais, uma vez que nunca contou com qualquer apoio oficial.

As peças de basalto, frisa o artista, “falam por si”, são “pedra vulcânica dos Açores feita arte”, tendo, devido ao seu “misticismo”, gerado um “ícone” que acabou por ser copiado no mercado, face à sua “originalidade” e “sucesso”.

Paulo do Vale, que venceu o concurso da revista VIP/Joias de 2006 e assegurou um terceiro lugar no concurso de ‘design’ de joalharia do Museu da Presidência da República em 2007, fica “muito satisfeito” por ser procurado por pessoas oriundas de várias parcelas do mundo.

“As minhas peças são muito minimalistas. Geralmente, o difícil é fazer o fácil. Têm um traço próprio, uma identificação”, considera, para frisar que o basalto não é apenas uma peça de arte, mas também um potencial tema de diálogo pela curiosidade que gera, e que entronca no vulcanismo dos Açores.

PauloDoValeJoias / Facebook

Paulo do Vale trabalha a pedra vulcânica dos Açores

Paulo do Vale trabalha a pedra vulcânica dos Açores

O também vencedor do concurso nacional de ‘design’ do Museu Berardo, em 2008, recorda, com orgulho, que, no âmbito da primeira visita oficial de Cavaco Silva à Jordânia, a peça escolhida para presentear a rainha daquele país foi um colar seu.

A peça oferecida a Bento XVI, também ela um colar, surgiu de iniciativa do próprio Paulo do Vale, que não conseguiu fazer a entrega em mãos porque foi impedido de voar de Ponta Delgada para Lisboa, durante vários dias, por causa de cinzas vulcânicas, oriundas da Islândia, que invadiram os céus da Europa na altura em que o então papa visitou Portugal.

O colar do papa Bento XVI foi feito no basalto, em prata. Coloquei, nos pontos principais, ouro e diamante para valorizar a peça. Mais tarde, recebi uma carta do Vaticano a elogiar a oferta, que foi a única insular feita ao papa” quando visitou Portugal, afirma Paulo do Vale.

O artista produziu também um cálice e patena para a eucaristia da missa campal do jubileu do Santo Cristo dos Milagres, em Ponta Delgada, tendo sido já o zelador do tesouro (as joias) da imagem deste santo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …