/

Benfica quer Pochettino e seduz técnico com projeto europeu

4

O Benfica está em contacto com Mauricio Pochettino com o intuito de fazer do técnico argentino o substituto de Bruno Lage para a próxima temporada. O técnico dos encarnados demitiu-se depois da derrota do Benfica com o Marítimo. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O SL Benfica já procura um substituto para o lugar de Bruno Lage que colocou o lugar à disposição depois da derrota de 2-0 na Madeira, diante do Marítimo. Ao que o jornal Record apurou, as ‘águias’ estarão interessadas em Mauricio Pochettino, antigo treinador do Tottenham que está sem clube desde novembro do ano passado.

Apesar do descalabro nesta época, Pochettino deixou boas indicações ao longo das seis temporadas que orientou o Tottenham. Como tal, Luís Filipe Vieira quer apostar forte no técnico albiceleste para substituir Lage e assumir as rédeas da equipa benfiquista no próximo ano.

Após a derrota com o Marítimo, o presidente do Benfica anunciou a saída de Bruno Lage e admitiu que ele próprio pode reflectir sobre o seu futuro no clube, apresentando-se como o “único culpado” pelos resultados desta temporada.

O Record adianta que o Benfica conta com um projeto europeu ambicioso que pretende usar para seduzir Mauricio Pochettino. O técnico está habituado a palcos maiores, razão pela qual precisa de um incentivo extra para fazer a transição para o campeonato português. A SAD ‘encarnada’ estará disposta a fazer um investimento avultado para trazer o ex-treinador do Tottenham.

Pochettino deve dar uma resposta ao Benfica ainda nesta terça-feira, de acordo com o Record.

O técnico argentino foi responsável pela caminhada dos Spurs até à final da Liga dos Campeões no ano passado, mas acabou por não resistir a uma série de maus resultados já nesta temporada, em que apenas venceu cinco dos 17 jogos disputados em todas as competições. O treinador viria a ser substituído no cargo por José Mourinho.

Antes de chegar aos Spurs em 2014, Pochettino treinou o Southampton e o Espanyol. Como jogador, representou Newell’s Old Boys, Espanyol, Paris Saint-Germain e Bordéus.

  ZAP //

4 Comments

  1. De herói, em pouco tempo passou a vencido, é normalmente o destino de um treinador, o que não compreendo é a razão pela qual os presidentes teimam em os elogiar a tal ponto, sabendo que de um momento para o outro os poderão ter que pôr fora, as culpas não serão certamente apenas dele, mas despedir todo o plantel é tarefa praticamente impossível, de maneira que o bode expiatório é sempre o treinador.

  2. Outro caso triste . Eu se tivesse , t.m…s, já
    Tinha ido embora à mais tempo.
    Mas como não pago como sócio, pago indiretamente, não me devo meter na vida , deste e doutros clubes .
    Cuidem-se o covid19, tambem anda por aí.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.