Bruno Lage deixa o Benfica (mas Vieira diz que é “o único culpado”)

2

O treinador Bruno Lage colocou o seu lugar à disposição, revelou o presidente Luís Filipe Vieira na conferência de imprensa após a derrota do Benfica com o Marítimo, na Madeira, por 2-0. O dirigente não revelou se aceitou e referiu que é “o único culpado” pelo estado actual da equipa, mas vários media anunciam a saída do técnico como certa.

As declarações de Vieira mantêm o tabu em torno do futuro de Bruno Lage. O presidente dos encarnados apareceu de surpresa na conferência de imprensa para revelar que após o jogo com o Marítimo, e depois da derrota de 2-0, Bruno Lage colocou o lugar à sua disposição.

“Neste momento, não há condições porque toda a gente parece que quer que eu me vá embora e por isso, a partir de amanhã não serei treinador do clube“, afirmou Bruno Lage segundo revelou Vieira.

O presidente não esclareceu, contudo, se aceita a saída imediata de Lage, optando antes por vincar que é “o único culpado” pela presente situação do clube.

“O único culpado sou eu que sou presidente do Benfica“, afirmou Vieira, notando que “não há aqui mais culpados”.

A RTP, a SIC, o Diário de Notícias e o Expresso avançam, contudo, que Vieira já aceitou o pedido de saída do treinador.

Vieira promete “uma decisão” após falar com a família

Na entrevista rápida após o jogo, Bruno Lage fugiu abruptamente quando lhe fizeram uma questão sobre o futuro no clube. Mas antes assumiu “total responsabilidade” e garantiu que tem “sentido o apoio de toda a gente” e que todos desejam o seu “sucesso”. “Os jogadores estão comigo“, apontou ainda.

O treinador já não compareceu na conferência de imprensa após o jogo, surgindo no seu lugar o presidente do Benfica. E Vieira aproveitou para deixar recados aos benfiquistas.

Não deixem voltar um pouco do passado porque fomos nós todos que demos cabo do Benfica”, atirou o dirigente.

“Tudo fizemos e tudo demos para sermos felizes este ano, não fomos“, considerou também, dando o título praticamente como perdido.

“Só foi possível chegarmos aqui porque tivemos estabilidade“, notou ainda. “Para conquistarmos um bi (campeonato) estivemos 31 anos, para conquistarmos um tri estivemos 39 anos e para conquistarmos um tetra, que nunca tínhamos conquistado, foi agora que o fizemos”, acrescentou.

Conquistas que a sua direcção só conseguiu “com muito amor, muita paixão, muito profissionalismo e determinação e dando tudo de nós em prol do Sport Lisboa e Benfica”, vincou também.

Num tom mais enigmático, Vieira dirigiu-se aos que estão “a festejar a derrota do Benfica e que pensam que as pessoas se vergam após uma derrota”. “Espero, quando chegar a Lisboa, tomar uma decisão que será, penso eu, não vergar. Tenho de falar com a minha família”, concluiu.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.