Há bebés que nascem num dia e fazem dois anos no dia seguinte

Na Coreia do Sul, a idade de uma pessoa não se rege pelo dia em que nasce, mas sim pelo fim do calendário civil. Quando um bebé nasce, fica imediatamente com um ano e, no dia 1 de janeiro, é adicionado outro ano à sua idade.

O sistema de cálculo de idade sul-coreano é, sem dúvida, dos mais bizarros do mundo e tem já causado polémica no país. Isto significa que um bebé que nasça no dia 31 de dezembro, no dia seguinte tem já dois anos de idade.

Este foi o caso da filha de Lee Dong Kil, que nasceu às 22h da véspera de ano novo. Duas horas depois de ter nascido, a sua bebé já tinha dois anos de idade.

O sul-coreano diz que quando a sua filha nasceu, publicou uma foto nas redes sociais e, imediatamente, recebeu mensagens dos amigos e da família a dar-lhe os parabéns. “Uma hora depois, à meia-noite, voltaram-me a ligar a dar os parabéns pelos dois anos de vida da minha filha”.

As origens deste sistema de cálculo de idade não são claras. Ter um ano de idade ao nascer, pode estar relacionado com o tempo que os bebés passam no ventre ou a um antigo sistema numérico asiático que não tinha o conceito de zero. A dúvida permanece em porquê que ficam um ano mais velhos no dia 1 de janeiro.

Jung Yonhak, curador do Museu Nacional de Folclore da Coreia, coloca a possibilidade de antigamente os coreanos não se importarem com o dia em que nasceram, mas sim com o ano.

Oficialmente, a Coreia do Sul utiliza o sistema ocidental para calcular a idade desde os anos 60, mas muitos dos seus cidadãos ainda usam o sistema antigo. Portanto, grande parte dos sul-coreanos está habituado a viver com duas idades: uma ‘idade nacional’ e uma ‘idade ocidental‘.

Ahn Chang-gun, da cidade de Gimhae, no sudeste do país, disse que se sentiu “vazio” quando o seu primeiro filho fez dois anos, no dia 1 de janeiro de 2013, apenas duas semanas depois ter nascido. “Senti que, de repente, dois anos tinham passado e eu não tinha feito nada pelo meu bebé”, disse Ahn, citado pelo Independent.

Em janeiro, o político Hwang Ju-hong apresentou um projeto de lei que exigia que o Governo colocasse as idades internacionais nos documentos oficiais e encorajasse cidadãos a usar essa idade na vida quotidiana.

A sua vizinha Coreia do Norte usa o mesmo sistema de cálculo de idade que os ocidentais, apesar de terem um calendário próprio, baseado no nascimento de Kim Il Sung, fundador e presidente vitalício do país.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …