Catarina Martins contra-ataca: “O BE nunca contou com o PS para nada”

António Pedro Santos / Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins

A líder bloquista reagiu às declarações de Costa, que descartou o BE e o PCP para as próximas legislativas. Catarina Martins disse que “o BE nunca contou com o PS para nada”.

Em entrevista à TVI, a coordenadora do Bloco de Esquerda falou sobre uma eventual coligação com o PS. Catarina Martins defendeu que tudo vai depender do resultado eleitoral e que “o BE está nesta campanha para discutir qual é o Governo de que o país precisa”. Assim sendo, o Bloco não entra nestas eleições com uma geringonça em vista, mas quer melhores resultados eleitorais.

O Bloco de Esquerda nunca contou com o Partido Socialista para nada. Estará no Governo quando tiver os votos para isso. Não exige nem pede nada ao PS, nem nunca o fez”, explicou Catarina Martins. “O BE precisa de mais 10%“, atirou.

A líder bloquista fez um balanço positivo destes últimos quatro anos, defendendo que o caminho que o BE fez “foi importante”.

“Há quatro anos, quando estive aqui num debate, as pessoas discutiam se se ia cortar muito ou pouco nas pensões. Isso não aconteceu, e não aconteceu porque houve um resultado eleitoral, uma força, que permitiu inscrever num acordo que não se podia congelar as pensões, como o Partido Socialista propunha, e que, pelo contrario, tinham de ser atualizadas todos os anos. Isso aconteceu e fomos até mais longe. Conseguimos aumentar mais as pensões mínimas”, disse, citada pelo Observador.

O Bloco de Esquerda continua a focar-se em melhores condições para os trabalhadores no seu programa eleitoral para as próximas eleições. Catarina Martins afirmou que é necessário “um governo que seja capaz de uma legislação laboral, que acabe com o abuso do trabalho temporário, que garanta salários dignos e que respeite quem trabalhou toda uma vida e garante o acesso a uma pensão digna”.

Falou ainda da necessidade em ter um serviço nacional de saúde eficaz e de “um investimento que faltava ao país”. A coordenadora do BE garante que este “é um Governo seguramente do Bloco de Esquerda”.

Governo de direita fora de equação

Para Catarina Martins, neste momento, “um Governo de direita está fora de hipótese” e o que resta saber “é se o PS tem ou não maioria absoluta”. Tendo isto em mente, relembrou os portugueses daquilo que foram as maiorias absolutas, realçando que “é uma má ideia”.

Ainda em resposta às declarações do primeiro-ministro António Costa, que de véspera tinha dito que o PS era única forma estabilizar o país e prepará-lo para uma crise internacional hipotética, a sua parceira de coligação disse que “o BE é que sempre foi a força da estabilidade ao longo dos tempos“. Além disso, defende que nunca inventaram crises e que sempre apresentaram soluções, e que “algumas vezes foi o PS que não as quis”.

“O programa do PS é muito vago. Será que quando dizem que pode vir aí uma crise têm um programa escondido?”, questionou Catarina Martins, citada pelo Expresso. “Quando parece que há becos sem saída, é bom não reagir a quente e resistir a provocações”, atirou.

A bloquista é perentória: “o Bloco de Esquerda quer contas certas“. Martins diz que não acha bem um país ter um défice que não justifica. “O problema é como é que nós fazemos a consolidação orçamental”, explicou.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Cala essa boca. porra… vão mas é trabalhar cambada de malandros, nem a água que bebem merecem…. O país está há mais de 45 anos a ser devorado por hienas raivosas e da pior espécie. Trabalhem para o país e para o povo, só sabem destruir… VÃO TODOS PARA O INFERNO. QUEREMOS POLÍTICOS DECENTES E NÃO HIENAS FAMINTAS PARA DEVORAR TUDO. CUM CARAGO!!

    • Mais um “iluminado”!… o que vale é que estupidez não é proibida senão, estavas bem servido…
      Claro que a culpa é toda da Catarina e do BE… o PS, PSD E CDS não tem nada a ver com o que se passou nos ultimos 45 anos…

  2. Querem ver que agora depois de um casamento aparentemente tão feliz vão-se divorciar só porque o senhor Costa está convencido que irá ter maioria absoluta! Se tal não vier a acontecer o senhor Costa matreiro como é lá convencerá uma vez mais a Catarina e companhia e lá partirão para novo casamento na ilusão da felicidade para sempre.

RESPONDER

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …

Portugal tem há cinco dias os mesmos 43 recuperados. DGS e especialistas explicam porquê

Portugal regista, desde o passado dia 27 de abril, os mesmos 43 recuperados da Covid-19, segundo os boletins epidemiológicos diários da Direção-Geral da Saúde. Questionado pela agência Lusa sobre a estagnação no número de altas hospitalares …

Morreu o coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril

A Câmara Municipal de Estremoz, no distrito de Évora, prestou esta terça-feira homenagem ao coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril de 1974, que morreu no passado dia 23 de março aos 86 …

À boleia da pandemia, Parlamento da Hungria reforça poderes de Viktor Orbán

O Parlamento húngaro aprovou, esta segunda-feira, uma série de medidas para fazer face à pandemia de covid-19, entre as quais um projeto de lei que permite o estado de emergência por tempo indeterminado. De acordo com …

Portugal deverá perder dois milhões de habitantes até 2080

A população residente em Portugal poderá baixar dos atuais 10,3 milhões de habitantes para 8,2 milhões em 2080, de acordo com projeções do Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira divulgadas. Os mesmos dados indicam, porém, …

Ministro da Economia admite nacionalizar empresas em caso de necessidade para combater surto

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, admitiu esta terça-feira a possibilidade do Estado vir a nacionalizar empresas, caso seja necessário para combater as consequências económicas do surto de Covid-19. "O Estado tem ferramentas …

Coutinho quer voltar à Premier League (e já há cinco clubes na corrida)

Philippe Coutinho está interessado em regressar à Premier League, havendo já cinco clube ingleses na corrida pelo internacional brasileiro. Manchester United, Arsenal, Chelsea, Tottenham e Leicester são os clubes interessados em levar Coutinho de volta …