Mulher viveu com barata dentro do ouvido durante nove dias

(dr) Katie Holley

Uma barata entrou no canal auditivo de uma mulher, enquanto dormia, mas só foi retirada inteiramente ao fim de nove dias.

No ano passado, Katie Holley e o marido compraram uma casa na Florida, nos Estados Unidos. No entanto, algum tempo depois descobriram que o clima do local era propício ao aparecimento de baratas. Foi nessa altura que o casal chamou um exterminador para, desta forma, resolverem o problema.

No entanto, o problema que pensavam ter resolvido, viria a dar dores de cabeça a Katie que, a certo dia, acordou sobressaltada durante a madrugada. A norte-americana sentiu algo húmido e frio no ouvido e decidiu introduzir uma cotonete.

Ao introduzi-la, Katie percebeu que algo se mexeu e quando a retirou viu umas pequenas “coisas” castanhas e finas, que percebeu, mais tarde, que eram patas de algum inseto, conta o Jornal de Notícias.

O marido viu no ouvido de Katie aquilo que parecia ser uma barata, pegou numa pinça e tentou retirar o animal, mas só conseguiu tirar duas patas. A norte-americana decidiu então dirigir-se ao hospital e, durante o caminho, sentiu várias vezes a barata a mexer-se. “Era psicologicamente torturante“, relatou.

No hospital, e já depois da anestesia, o médico conseguiu matar a barata e retirar algumas partes do animal com uma pinça. Quando saíram das urgências, o casal foi de imediato comprar tampões para colocarem nos ouvidos durante a noite.

Mas Katie não sentiu que aquele pesadelo iria acabar ali. Uma semana depois, a norte-americana foi a uma consulta de rotina e pediu à médica de família que observasse o seu ouvido, por sentir que não estava completamente bem.

Desta vez, a mulher não estava receosa. Katie estava à espera que o seu ouvido tivesse demasiada cera e que esse excesso lhe causasse a tal sensação estranha. Mas, para seu espanto e desagrado, a médica disse-lhe que, afinal, ainda restavam partes da barata: a cabeça, antenas e parte do tronco.

A médica retirou do ouvido de Katie mais de seis peças, mas desta vez sem anestesia. “Acho que o meu ouvido vai ficar bom mais rápido do que o meu estado psicológico.”

Ao National Geographic, Coby Schal, entomologista da Universidade estatal da Carolina do Norte, explicou que as baratas “por comida em qualquer sítio e a cera de ouvido pode ser bastante apelativa”.

ZAP // Self

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Quantas aranhas e centopeias “come” em média uma pessoa enquanto dorme ao longo da vida? Penso que há um estudo sobre isso.

  2. Que tontice, em Itália junto a um rio entrou-me um besouro pequeno no ouvido arrastado pelo vento, no hospital nunca tinham visto tal coisa (e ficaram muito divertidos com o assunto) mas resolveram em 3 minutos com um esguichador de soro, o besouro foi arrastado para fora e pronto. Tirar às peças e deixar lá ficar partes é mesmo incompetência. E isto foi com barreira de língua, o médico e 2 enfermeiros mal falavam inglês e eu não falava italiano.

RESPONDER

Misteriosa cruz de mármore com 1.200 anos encontrada no Paquistão

Uma cruz de mármore foi recentemente descoberta no cimo das montanhas do Baltistão, no Paquistão. Os investigadores acreditam que tem cerca de 1.200 anos e que pode ser um sinal da presença de uma antiga …

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …