Bancos mundiais unem-se para criar nova criptomoeda

Na quinta-feira, seis dos maiores bancos mundiais revelaram uma série de passos para execução de um projeto facilitador para emissão de moedas digitais por bancos centrais, baseadas na tecnologia de blockchain, a mesma em que se baseiam as criptomoedas como bitcoin.

De acordo com o portal CoinDesk, o projeto Utility Settlement Coin (USC) foi lançado há um ano pelas empresas financeiras UBS, BNY Mellon, Deutsche Bank, Santander e NEX com o startup britânico Clearmatics.

Os bancos multinacionais Barclays, CIBC, Credit Suisse, HSBC, MUFG e State Street uniram-se à iniciativa recentemente.

O projeto visa preparar o caminho para que os bancos centrais contem com criptodivisas no futuro, possibilitando que entidades globais executem uma grande variedade de transações entre si através do uso de ativos garantidos em blockchains personalizados.

O dinheiro digital será a chave dos mercados financeiros, por isso os principais bancos do mundo não querem ficar para trás.

Na verdade, os gerentes do projeto estiveram em contacto com bancos centrais e reguladores para garantir que o Utility Settlement Coin cumpre todos os requisitos, como a política de proteção de dados ou segurança cibernética.

Apesar de com um alcance inicial limitado, o chefe de investimento e inovação de tecnologia financeira do Utility Settlement Coin, Hyder Jaffrey, explicou o impacto potencial que o projeto poderia vir a ter: “Nós vemos este projeto como um trampolim para que no futuro os bancos centrais emitam a sua própria criptomoeda.”

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma passo para a comunidade voltar a ficar escrava de meia dúzia de senhores, só que desta vez a escravidão será de natureza financeira.

    • Ah, ainda não havia? Pois, é só uma questão de nome: comissões, resgates, taxação de tudo e mais alguma coisa, nomeadamente nas faturas de electr para subvencionar as energias “renováveis” ventosas, muita juventude refém da casa dos pais e vice-versa, sindicatos encurralados, direitos a zero, etc. Os acionistas agradecem.
      Mas, se não se lhe chamarmos escravatura, fica tudo porreiro. Estamos correntemente numa fase de contra-tendência (se acreditarmos nos media), que só servirá para confirmar a tendência, quando retomar. Olhem o preço da gasolina, “2 minutos” depois de um furacão com esteróides noutro lado. E agora vai ter mais outro para fechar o parentisis. Azar.
      Já arranjaram maneira (lei) para tornar criminoso pagar uma compra de 3001 euro em notas este verão. Não sabiam?
      Querer pagar uma merda de uma bica e o “planeta inteiro” ficar a saber quem, onde e quando, vai ser mesmo bom. Viva o digital. Mas, para mostrar o que isso realmente é, basta um “apagão” de vários dias. Aí, como é que é? Come-se os dedos?

  2. Seria bom criar mecanismos legais e regulamentares, também estas “mundiais”, para impedir que ciclicamente as instituições financeiras possam “sangrar” as populações. De preferência prevenir, em vez de remediar. Os exemplos dos últimos anos, mundialmente, têm demonstrado as enormes lacunas. Atendendo aos bancos em questão, a nova criptomoeda não será apenas uma forma de inverter posições, e desvalorizar artificialmente, virtualmente, as outras moedas? Tal como o que se passa na bolsa…..e as agências de rating…..quem controla, a favor dos interesse de quem?

RESPONDER

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …