Bancos cobram comissões por contas esquecidas

CarbonNYC / Flickr

-

Uma conta não movimentada pode representar até 52 euros por trimestre em comissões, alerta a DECO. O Banco de Portugal permite-lhe descobrir as instituições onde tem contas abertas, mas o processo é pouco acessível.

De acordo com um estudo da DECO, muitos clientes que deixam de movimentar contas esquecem-se de encerrá-las ou dão o processo de cancelamento como automático – no entanto, os bancos não só não fecham automaticamente as contas que deixam de ser utilizadas como ainda continuam a cobrar comissões de manutenção, por vezes sem conhecimento prévio do cliente.

Nuno Rico, consultor da DECO, explica que “os bancos já não fazem um cancelamento automático das contas inativas e, por isso, continuam a cobrar taxas”. De acordo com as informações dadas ao Dinheiro Vivo, até há pouco tempo o banco cancelava automaticamente e por iniciativa própria contas não utilizadas há mais de um ano e sem qualquer saldo.

A associação de defesa do consumidor afirma ter encontrado dois casos que já preveem comissões para situações de inatividade, nomeadamente o BBVA e o BPI. A DECO denuncia que a taxa mais gravosa é aplicada no banco espanhol e “pode chegar a 52 euros a cada três meses por contas não movimentadas há mais de um ano”. Já o BPI cobra um total de 15,60 euros a “contas sem movimentos há pelo menos seis meses e com mais de 15 euros de saldo”.

“Há uma falta de conhecimento destas situações. Por exemplo, chegou-nos um caso de uma pessoa que foi abrir uma conta e que, só naquele momento, lhe disseram que tinha um valor em dívida com o banco de há vários anos e que a pessoa não fazia ideia de que existia”, afirma Nuno Rico.

A DECO descobriu ainda que, apesar de já ser possível um consumidor pesquisar as contas bancárias em seu nome, o processo não é totalmente acessível. O pior caso é o de quem tem títulos: a Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM) não dispõe de mecanismos de consulta.

A associação de defesa do consumidor afirma ter enviado os resultados ao Ministério das Finanças, ao Banco de Portugal (BdP) e à CMVM, apelando para que o consumidor possa fazer um pedido único e centralizado (abrangendo o BdP, a CMVM e o Instituto de Seguros de Portugal) para ter acesso à informação sobre as contas bancárias, os valores mobiliários e as apólices de seguros registados em seu nome ou em nome de titulares falecidos dos quais seja herdeiro. O pedido deve ser gratuito e as respostas dadas pelas instituições sujeitas a fiscalização pelos reguladores.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …

Uber, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR

Os Ubers, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR que inicia, esta segunda-feira, uma operação de fiscalização intensiva aos transportes individuais de passageiros em todo o país. A fiscalização do licenciamento e a certificação …

Operação Marquês. Carlos Santos Silva e Sócrates começam a atacar a acusação

O ataque de duas das principais figuras envolvidas na Operação Marquês à acusação do Ministério Público começa nesta segunda-feira e vai prolongar-se por toda a semana. Carlos Santos Silva, esta segunda-feira, e José Sócrates, entre quarta …

ASAE encontra carne estragada e falsificada em talhos portugueses

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detetou carne estragada, falsificada ou abatida de forma clandestina à venda em talhos nacionais, avançou o Jornal de Notícias (JN). A notícia do JN, citada pelo Público …

Detidos dois suspeitos do ataque em Lyon

A polícia francesa deteve dois suspeitos de envolvimento na explosão no centro de Lyon que feriu 13 pessoas na sexta-feira passada, disse esta segunda-feira a Procuradoria de Paris. Anteriormente, o ministro do Interior, Christophe Castaner, anunciava, …