Banco de Portugal segurou Ricardo Salgado no BES recusando retirar-lhe a idoneidade

José Sena Goulão / Lusa

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa

A administração do Banco de Portugal foi contra a opinião dos técnicos da instituição reguladora que defendiam a retirada de idoneidade a Ricardo Salgado, mantendo, assim, o banqueiro à frente do BES.

A notícia é avançada pelo jornal Público que refere que, no início de Dezembro de 2013, quando a idoneidade de Ricardo Salgado foi discutida no Banco de Portugal (BdP), os técnicos da instituição defenderam que o banqueiro deveria ser afastado do BES.

A posição surgiu depois das correcções fiscais feitas por Ricardo Salgado, no âmbito do Regime Excepcional de Regularização Tributária (RERT) adotado pelo governo de José Sócrates.

O ex-presidente do BES terá recorrido ao RERT por três vezes, segundo frisa o diário, e os técnicos do BdP entendiam que o facto de ter sido o próprio Salgado a revelar as ditas informações fiscais, facilitava a retirada de idoneidade ao banqueiro, uma vez que não violava as regras de sigilo impostas à instituição.

Mas a administração liderada por Carlos Costa terá ido contra aquela opinião, alegando que a informação tinha sido obtida de forma “privilegiada” e que a Lei não permitia ao BdP avaliar a idoneidade de Salgado segundo dados do RERT, conforme atesta o Público.

Salgado manteve-se, desta forma, à frente do BES até ao descalabro do banco.

Através do RERT, o banqueiro regularizou a sua situação fiscal, recuperando para contas portuguesas vários milhões que tinha no estrangeiro e escapando a uma punição criminal por evasão fiscal, a troco do pagamento de uma taxa de 7,5% sobre o valor total.

O Público atesta que a adesão a este plano obrigava à entrega de declaração de regularização de rendimentos ao BdP, esclarecendo qual o património que estaria em situação irregular.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …

Ministério Público quer anular libertação do amante de Rosa Grilo

O Ministério Público (MP) pediu a nulidade do despacho judicial que ordenou esta sexta-feira a libertação de António Joaquim, acusado de matar o triatleta Luís Grilo, em coautoria com a mulher da vítima, Rosa Grilo. “O …