Inteligência artificial “identifica” autores dos Manuscritos do Mar Morto

(dr) The Israel Museum

Detalhe do primeiro dos Manuscritos do Mar Morto, encontrado em 1947

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma “nova janela” para o estudo do mundo antigo.

Descobertos há cerca de setenta anos nas cavernas de Qumran, os Manuscritos do Mar Morto são famosos por incluírem os textos mais antigos da Bíblia Hebraica (Antigo Testamento), assim como vários documentos judaicos até então desconhecidos.

O projeto The Hands that Wrote the Bible (As mãos que escreveram a Bíblia), financiado pelo European Research Council, e cujas conclusões foram esta quarta-feira publicadas na revista científica PLOS ONE, permitiu decifrar a forma como os escribas trabalhavam estes manuscritos.



“É muito emocionante, porque abre uma nova janela para o mundo antigo, que pode revelar conexões muito mais intrincadas entre os escribas que produziram os manuscritos”, disse Mladen Popović, professor de Judaísmo Antigo na Faculdade de Teologia e Religião da Universidade de Groningen, citado num comunicado da universidade sobre a publicação da investigação.

Segundo o investigador, o estudo detetou indícios de um estilo de escrita muito semelhante, compartilhado por dois escribas do Pergaminho de Isaías, o que “sugere um treino ou origem comum” para esta função.

O estudo agora divulgado, que contraria a tese de que os manuscritos seriam trabalho de um único escriba, conclusão com base na caligrafia, envolveu o recurso à inteligência artificial para analisar, através das características biomecânicas, a forma de escrita dos documentos.

A investigação incidiu sobre o Pergaminho do Grande Isaías, que apresenta uma caligrafia uniforme.

“Este pergaminho contém a letra ‘aleph’, ou ‘a’, pelo menos cinco mil vezes. É impossível comparar todas elas apenas a olho. Os computadores são adequados para analisar grandes conjuntos de dados, como os cinco mil “a” do manuscrito. A imagem digital possibilita todos os tipos de cálculos de computador, ao micro nível de caracteres, medindo a curvatura de cada um”, explicou Lambert Schomaker, professor de Ciência da Computação e Inteligência Artificial da Faculdade de Ciências e Engenharia.

Segundo os investigadores, este estudo do Grande Manuscrito de Isaías “abre uma maneira totalmente nova de analisar os textos de Qumran com base em características físicas”, já que permite uma análise de micro nível de cada um dos escribas.

“Agora somos capazes de identificar diferentes escribas. Nunca saberemos seus nomes. Mas depois de setenta anos de estudo, parece que podemos finalmente cumprimentá-los através da sua caligrafia”, salientou Mladen Popović.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …