Aulas de condução aos 17, menos tempo e mais baratas. Mudanças em França são bem vistas em Portugal

Em França, há novas regras que entram em vigor a partir desta segunda-feira para quem quer tirar a carta de condução em França. As mudanças são bem vistas em Portugal.

De acordo com a entrevista de Christophe Castaner, Ministro do Interior, ao jornal francês Le Parisien, e citada pelo Expresso, os jovens que escolhem a modalidade da aprendizagem da condução com acompanhamento de um tutor, por exemplo, já podem fazer o exame de condução aos 17 anos, quando antes tinham de esperar pelos 17 anos e meio.

Em 2018, 285 mil jovens escolheram esse formato, que garantiu uma taxa de sucesso de 74,5%, muito longe da média do estilo tradicional de ensino da condução (57,7%).



Mas este ponto suscitou algumas críticas, nomeadamente da Associação da Prevenção Rodoviária. “Ao fazerem o exame de condução aos 17 anos, não podem conduzir durante um ano. Se não continuarem a praticar, o que apenas podem fazer com os pais, correm o risco de perder os reflexos adquiridos durante a aprendizagem”, explicou ao Le Monde Anne Lavaud.

O recurso ao simulador passará de cinco para dez horas, algo que sai mais barato ao instruendo e que retira a pressão inicial aos novos condutores. O Governo francês indicou ainda que pretende baixar em 30% os custos para a conclusão da licença de condução, assim como a intenção reduzir o tempo de espera para a marcação de exames, que atualmente poderão ir até aos 60 dias.

Quanto ao ensino em veículos com caixa automática, é mais fácil, acessível e mais barato. Patrice Bessone, do Conselho Nacional da Indústria Automóvel, aplaudiu: “Nos próximos cinco anos, teremos apenas caixas automáticas. Isso é uma coisa boa, estamos a colocar-nos no perfil da transição ecológica e dos futuros veículos”.

Em Portugal, um instruendo pode inscrever-se na escola de condução aos 17 anos e meio. A partir daí, terá de concluir 28 horas de Código da Estrada e 32 horas de prática na estrada. Em média, um aluno conclui a formação em seis semanas. Se o candidato terminar a formação antes dos 18 anos de idade, terá de esperar pela maioridade para conduzir nas estradas portuguesas.

Cá também é possível investir na aprendizagem da condução com acompanhamento por tutor na categoria de ligeiros. Para tal, o tutor tem de estar habilitado a conduzir há pelo menos 10 anos e não ter sido condenado por crime rodoviário ou com contraordenação grave ou muito grave nos cinco anos anteriores.

O tutor terá, tal como o instruendo, de frequentar o módulo de segurança rodoviária com aproveitamento. Nesta modalidade, o futuro condutor licenciado não está autorizado a transportar passageiros e a circular em autoestradas ou vias equiparadas.

Nesta modalidade, o tutor ficará com toda e qualquer responsabilidade e eventual infração do instruendo, que terá obrigatoriamente de cumprir 32 horas de condução e 500 quilómetros na estrada. O automóvel usado para a aprendizagem da condução com acompanhamento por tutor terá de estar identificado com um dístico colocado no interior da viatura.

Jovens não podem conduzir à noite no primeiro ano

No Reino Unido é possível conduzir com apenas 17 anos, sem qualquer limitação, algo que, segundo o ministro do Interior francês, comporta um risco de acidente mortal 3,5 vezes maior em relação aos condutores de 18 anos.

O Ministério para os Transportes inglês está a considerar proibir os jovens que acabam de tirar a carta de conduzirem à noite. Um quinto dos recém-encartados em Inglaterra está envolvido num acidente no primeiro ano de carta.

O ministério está a ponderar criar um sistema gradual, em que o debutante nas estradas britânicas terá que ganhar valências e cumprir requisitos para poder estar apto a conduzir sem limitações. O novo sistema prevê ainda proibir que esses encartados não conduzam com passageiros abaixo de uma certa idade. Não é claro durante quanto tempo ficariam limitados.

Este tipo de sistema já funciona em Nova Iorque e Califórnia, nos EUA, Ontario e Columbia Britânica, no Canadá, e em Victoria e New South Wales, na Austrália

Os recém-encartados no Reino Unido não podem somar seis penalizações (pontos na carta) nos primeiros dois anos. Em Portugal, o período probatório é três anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …