Cabrita mantém auditoria sobre falhas na GNR e PSP em segredo

Mário Cruz / Lusa

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

A auditoria “Cartografia de Risco”, feita pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) que detetou falhas na formação e organização na GNR e na PSP, continua em segredo no gabinete do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Em julho, Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, alegou que a auditoria “Cartografia de Risco” não existia, tendo sido dada como desaparecida, isto depois de o seu gabinete ter garantido que o processo se encontrava em fase de conclusão, em resposta a um requerimento do BE, de dezembro do ano passado.

Esta quarta-feira, o Diário de Notícias pediu novamente ao gabinete do MAI para que dissesse qual era afinal a resposta certa, mas não obteve resposta.

Segundo o diário, a auditoria, que pretendia identificar os prontos críticos da GNR e da PSP, detetou falhas na formação em direitos humanos, falta de preparação dos polícias para os diferentes contextos sociais em que atuam, uma distribuição desadequada do dispositivo e défice do efetivo.

No relatório eram propostas algumas soluções e era sugerida a criação de um grupo de trabalho multidisciplinar para estudar a sua aplicação, bem como o desenvolvimento de projetos-piloto de policiamento adaptado aos diferentes contextos sociais, nas zonas de Lisboa, Porto e Setúbal.

Esta semana, e pela terceira vez, o Bloco de Esquerda pediu que o relatório fosse enviado ao Parlamento, para ser analisado pelos deputados.

“Apesar de poder ser compreensível alguma demora nos tempos de resposta legalmente previstos, justificada pela situação epidémica que atravessamos, a demora de mais de 3 meses na resposta ao último requerimento efetuado, dificilmente se compreende, a que se soma a demora de quase um ano de resposta ao primeiro requerimento efetuado”, escreveu a deputada Sandra Cunha.

O Bloco estranha que Eduardo Cabrita tenha afirmado que “não existia nenhum relatório, e que não iria existir, tratando-se apenas de uma proposta de criação de um grupo de trabalho”.

O partido frisa ainda que, no Relatório de Atividades de 2018 da IGAI, “são feitas várias referências a esta auditoria (…). Na página 75 pode ainda ler-se atendendo à extensão do texto, remete-se para o Anexo VI, a análise dos resultados desta auditoria temática”.

No entanto, “o anexo VI apenas contém a página de rosto (capa) deste relatório que explanaria os resultados da auditoria temática em questão”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …

Cantor R. Kelly declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual

O cantor norte-americano R. Kelly foi esta segunda-feira declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual, após um julgamento em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA), que decorreu durante seis semanas, no qual …

"A FIFA engloba 211 países e 133 nunca estiveram num Mundial"

Arsène Wenger apresenta argumentos para defender a realização de um campeonato do mundo de dois em dois anos. O novo calendário FIFA continua a originar reacções e entrevistas. Arsène Wenger falou sobre as propostas - a …

Responsáveis do Lar do Comércio acusados por 67 crimes de maus tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e a uma diretora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos. Num processo em que …

Sporting: espanhóis analisam o "maior" Haaland

Avançado do Borussia Dortmund apresenta recordes que, nem Messi, nem Cristiano, tinham. O Sporting entra em campo para a segunda jornada da Liga dos Campeões, diante de um Borussia Dortmund que tem no seu plantel uma …

Escola proíbe alunos de levarem almoço de casa. Ministério da Educação fala em “recomendação”

Interpretações distintas das normas emitidas pelo Ministério da Educação e a inexistência de equipamentos para aquecer as refeições em linha com as recomendações de segurança motivadas pela covid-19 podem estar na origem da decisão. Os alunos …