Atacante dos Campos Elísios era conhecido das autoridades

Ian Langsdon / EPA

Agentes da polícia francesa após o atentado terrorista em Paris que vitimou dois polícias

O condutor do veículo que, esta segunda-feira, abalroou uma carrinha policial na avenida dos Campos Elísios era um homem de 31 anos, oriundo de um subúrbio de Paris, que estava referenciado pelas autoridades, indicaram fontes oficiais.

Citadas pelas agências internacionais, as fontes oficiais, que preferiram falar sob anonimato, precisaram que Adam Dzaziri era oriundo do subúrbio parisiense de Argenteuil e que estava referenciado pelas autoridades por potenciais ligações extremistas.

O homem chocou intencionalmente contra uma carrinha da ‘gendarmerie’ francesa (força policial militarizada) na avenida dos Campos Elísios, no centro de Paris. O veículo explodiu momentos depois do impacto, mas sem fazer vítimas, além do condutor.

A morte do condutor seria confirmada mais tarde pelo ministro do Interior francês, Gérard Collomb, que indicou que este incidente tinha sido uma “tentativa de ataque” contra as forças de segurança.

Botijas de gás, uma metralhadora Kalachnikov e pistolas foram encontradas no veículo, bem como explosivos.

“Uma vez mais as forças de segurança em França eram os alvos“, declarou o ministro.

Este ataque “mostra uma vez mais que o nível de ameaça em França é extremamente elevado”, mencionou Gérard Collomb, num momento em que o país vive em estado de emergência desde os atentados de novembro de 2015.

Collomb acrescentou que vai apresentar na quarta-feira um projeto-lei que prevê o prolongamento do regime de exceção de 15 de julho, data em que expira o atual prazo, até 1 de novembro.

Na zona dos Campos Elísios, localizada em pleno centro da capital francesa, um forte dispositivo de segurança foi destacado. A circulação automóvel na avenida foi cortada e a estação de metro mais próxima foi encerrada, segundo constatou no local um jornalista da agência noticiosa francesa France Presse.

Entretanto, quatro familiares do condutor foram detidos, disse hoje fonte judicial à AFP. A ex-mulher bem como o seu irmão e cunhada foram detidos na tarde de segunda-feira na sequência de buscas ao domicílio da família, perto de Paris. O pai do atacante foi, por seu lado, “colocado sob custódia policial durante a noite”, segundo a mesma fonte.

Este incidente acontece cerca de duas semanas depois de um agente policial ter sido atacado junto da catedral de Notre Dame, no centro de Paris.

Nesse ataque, o agressor, que foi neutralizado pelas forças policiais e que reivindicou ser um “soldado” do Estado Islâmico, atacou o agente com um martelo quando este patrulhava a praça em frente da catedral.

Os últimos ataques perpetrados em França têm tido como alvo as forças de ordem e um deles também ocorreu na avenida parisiense dos Campos Elísios.

A 20 de abril, o polícia Xavier Jugelé, de 37 anos, foi abatido a tiro na avenida parisiense por um terrorista, num ataque que foi reivindicado pelo EI. Dois outros agentes policiais ficaram feridos no ataque, que ocorreu alguns dias antes da primeira volta das recentes eleições presidenciais francesas.

Antes já tinham ocorrido outros ataques, sem vítimas mortais, no Museu do Louvre e no aeroporto internacional de Orly que visaram militares franceses.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Um campeão categórico, Ronaldo fora do pódio e uma equipa a pé até ao estádio

O FC Porto goleou o vizinho Boavista, o Benfica ficou a lamentar tanto desperdício e o Sporting entrou a ganhar no campeonato. Destaque ainda para o Santa Clara, Rúben Dias, João Félix, Ronaldo e Messi... e …

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …

Media Capital. Mário Ferreira apresenta queixa na ERC contra a Cofina

O empresário, acionista da Media Capital, entregou, esta segunda-feira, uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o grupo Cofina pelo ataque de que considera ser vítima. De acordo com Mário Ferreira, nos …

Uber vence batalha judicial e prolonga licença para operar em Londres

A Uber ganhou, esta segunda-feira, um recurso legal sobre a revogação da sua licença para operar em Londres, garantindo por enquanto a continuação da empresa num dos seus maiores mercados. De acordo com o Wall Street …

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …