Associações contra violência doméstica apelam a boicote a “50 Sombras de Grey”

dr Entertainment Weekly

Jamie Dornan e Dakota Johnson como Christian Grey e Anastasia Steele na "Entertainment Weekly"

Jamie Dornan e Dakota Johnson como Christian Grey e Anastasia Steele na “Entertainment Weekly”

Associações que lutam contra a violência doméstica sobre as mulheres estão a apelar ao boicote ao filme “50 Sombras de Grey”. A obra, que aborda aquilo que alguns definem como um sado-masoquismo “light”, já foi proibida, nalguns países, por ser considerada pornográfico.

A poucos dias da estreia do filme, agendada para o Dia dos Namorados, a campanha #50dollarsnot50shades (“50 dólares, não 50 sombras”) apela ao boicote ao filme, solicitando às pessoas para trocarem o preço do bilhete para ir ver o filme por um donativo para as associações e abrigos que ajudam mulheres vítimas de violência.

Estas activistas alegam que a protagonista do filme, Anastasia Steele, interpretada pela actriz Dakota Johnson, não é mais do que uma “vítima de abuso“.

“O dinheiro que gastaria em bilhetes de cinema, ou numa babysitter e em bilhetes de cinema, em pipocas e bebidas, servirá para apoiar vítimas de relações abusivas como a que é glamorizada nas séries “50 Shades”. Hollywood não precisa do seu dinheiro; as mulheres agredidas precisam“, eis o que se pode ler na página do Facebook desta campanha que já tem quase seis mil “Gosto”.

Realizado por Sam Taylor-Johnson, “50 Sombras de Grey” baseia-se no livro com o mesmo nome, escrito por E.L. James, e promete ser um verdadeiro sucesso de bilheteira. A ajudar esse dado estará, certamente, o tom proibido das temáticas abordadas, que já levou à censura do filme em países mais conservadores, como a Malásia, onde a sua exibição está impedida por o seu conteúdo ser considerado “sádico” e pornográfico.

A estreia está prevista para o próximo dia 14 de Fevereiro, nos EUA, e as perspectivas são de lucros da ordem dos 60 milhões de dólares só nesse fim-de-semana.

SV, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por um lado são feitas campanha contra a violencia domestica e violencia no namoro e depois é feita uma campanha super agressiva a favor do filme 50 sombras de Grey, nomeadamente nos telejornais etc. Como é?
    Qual o objectivo de fazer propaganda de um filme / livro que pretende transformar a mulher numa coisa a ser usada e agredida com o objectivo de dar prazer sádico ? Dinheiro?
    Penso que é mais que isso. Transformar o ser humano numa coisa descartavel para ser usado e deitado fora é muito conveniente nesta sociedade cujo Deus é o dinheiro e o poder. Não interessa dar ao ser humano a dignidade a que tem direito. A propaganda deste filme é mais um passo nesse objectivo.

RESPONDER

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …

Brexit. Demissão no Governo deixa Theresa May por um fio

A ministra dos Assuntos Parlamentares britânica, Andrea Leadsom, anunciou esta quarta-feira a demissão do Governo em desacordo com o plano da primeira-ministra, Theresa May, para tentar aplicar o ‘Brexit'. "Não acreditamos que sejamos um Reino Unido …