Associação de vítimas de Pedrógão pondera acção contra o Estado

António Cotrim / Lusa

A Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande, AVIPG, pondera uma acção colectiva contra o Estado e pretende constituir-se como assistente no inquérito que investiga as causas e os culpados do fogo que começou naquele concelho em junho.

Em nota enviada à Lusa, em que anuncia a celebração da escritura da constituição da associação, a AVIPG diz que, “nas ações mais imediatas, pretende constituir-se como assistente no inquérito que investiga as causas e culpados do grande incêndio que assolou os sete concelhos do Pinhal Interior, causando 64 mortos e mais de 200 feridos”.

A nota acrescenta que a associação de vítimas do incêndio que assolou Pedrógão Grande “pondera uma acção colectiva contra o Estado. E não vai parar por aqui“.

Na estratégia da Associação “estão acções que passam pela União Europeia e pelo Tribunal dos Direitos do Homem, por um anteprojecto de lei para vítimas em caso de catástrofes, acções sobre a resiliência das comunidades locais e um conjunto alargado de medidas de combate à inércia das instituições e formação das populações em matéria de incêndios florestais, entre outras ações”.

“Quase três meses após a tragédia de Pedrógão Grande, um conjunto de 47 familiares das vítimas, feridos e amigos das vítimas uniram-se para lutar contra o estado de coisas que conduziu à maior tragédia de vidas humanas em incêndios florestais em Portugal e na Europa”, especifica a nota.

A associação quer reduzir ainda as burocracias e fala em “pressões e dificuldades iniciais em obter a lista de vítimas mortais”.

O incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande no dia 17 de junho, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 200 feridos, e só foi dado como extinto uma semana depois. Mais de dois mil operacionais estiveram envolvidos no combate às chamas, que consumiram 53 mil hectares de floresta, equivalente a 75 mil campos de futebol.

O fogo, que atingiu também Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, do distrito de Leiria, chegou ainda aos distritos de Castelo Branco, através da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra e Penela.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Misterioso raio cósmico detetado incrivelmente perto da Terra

Uma estranha rajada de ondas de rádio detetada no espaço foi rastreada até uma galáxia a 120 milhões de anos-luz do nosso planeta - a nível astronómico, esta é uma distância incrivelmente curta da Terra. …

Primeira missão europeia a Mercúrio lançada com cientista e tecnologia portuguesas

A primeira missão europeia que vai estudar Mercúrio, o planeta mais pequeno e mais próximo do Sol, vai ser lançada no sábado, e nela participa uma cientista e uma empresa portuguesas. A astrofísica Joana S. Oliveira …

Sertanense vs Benfica | Águias passam sem dificuldade

O Benfica venceu hoje o Sertanense, do Campeonato de Portugal, por 3-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, em que Jonas voltou a ser titular e a marcar ao fim …

Quase todo o património da UNESCO no Mediterrâneo ameaçado pela subida das águas

O aumento da erosão costeira devido à subida do nível das águas está a pôr em risco quase todos os monumentos reconhecidos como Património da Humanidade que se localizam na zonas baixas da costa do …

Carne podre e cadáveres que explodem por falta de eletricidade na Venezuela

Em Maracaibo, na Venezuela, a energia elétrica falha constantemente. Nos mercados, há carne podre à venda, mas ainda assim a procura aumenta. Porquê? "O que fazer, se é mais barato?" A Venezuela atravessa, desde 2014, uma …

Ministro da Administração Interna não emitiu despacho de alerta para a Leslie

Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, não emitiu o despacho de alerta que podia reforçar os meios de proteção e socorro durante a tempestade que atingiu Portugal. A decisão poderia ter tido impacto junto das …

Trump ameaça fechar fronteira com o México

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta quinta-feira fechar a fronteira entre os Estados Unidos e o México, numa altura em que milhares de migrantes atravessam a pé vários países da América Central na esperança …

Rendas vão ter duração mínima de um ano

Apresentada pelo PS, a medida já foi aprovada e prevê que contratos de arrendamento tenham um prazo mínimo de um ano e que se renovem por mais três anos, não havendo dados em contrário. O Parlamento …

Mais de 12 mil jovens vão viajar gratuitamente pela Europa

Os jovens escolhidos vão poder viajar de comboio até 30 dias e visitar entre um a quatro destinos. Os requisitos: ter completado 18 anos este ano e ser cidadãos europeus. A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, …

"O emprego mais difícil do mundo" é português, não tem salário e procura "gente de fibra"

"O emprego mais difícil do mundo" é uma campanha de recrutamento dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, no Algarve, que abriram candidaturas para "gente de fibra". Honestos face àquilo que são os requisitos para a profissão, a …