Cineasta denuncia censura no Portugal dos Pequenitos com “vídeo cego”

O artista Vasco Araújo alega que foi proibido de filmar no Portugal dos Pequenitos, no âmbito de um documentário crítico do colonialismo português, e como forma de protesto criou um vídeo sem imagens.

Vasco Araújo inaugura, esta terça-feira, no Laboratório de Curadoria do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, uma exposição intitulada “E daqueles que não queremos saber”, em que vai apresentar a peça inédita “Parque Temático”.

Neste documentário, o artista procura criar um diálogo entre as esculturas de africanos, que se encontram à entrada dos pavilhões das antigas colónias portuguesas no Portugal dos Pequenitos.

Face à recusa da Fundação Bissaya Barreto (FBB), gestora do espaço, a que o artista filmasse o parque temático, o vídeo de oito minutos é exibido apenas com um fundo preto, sem qualquer imagem do recinto, enquanto se ouve uma voz a ler o texto previamente criado.

Vasco Araújo disse ainda à Agência Lusa que as cartas que enviou à FBB e a resposta que recebeu da Fundação serão também exibidas como peças expositivas.

“Parque Temático” surgiu depois de várias visitas do artista ao Portugal dos Pequenitos, em que Vasco Araújo pretendia filmar as estátuas de “negros com beiças pintadas de vermelho, que lembram o Tintin no Congo”, a questionarem-se “sobre quem as levou para ali e o que estavam ali a fazer”.

Requalificação do parque

No entanto, quando contactou a FBB para receber a autorização, explicando o trabalho que pretendia fazer, não lhe foi dada nenhuma resposta. Posteriormente, foi mandada nova carta, através do mestrado em estudos curatoriais da Universidade de Coimbra, em que a FBB recusou a autorização para a captação de imagens.

“A resposta foi feita sem qualquer justificação e isso mostra que a fundação lida mal com o conteúdo do parque temático e, nomeadamente, quando é posto em causa o seu conteúdo”, sublinha Vasco Araújo, considerando que o discurso presente no Portugal dos Pequenitos “é basicamente o mesmo” desde 1940.

Questionada pela agência Lusa, a FBB confirma o indeferimento do pedido do artista, sublinhando que está prevista uma expansão e requalificação do parque, em que serão introduzidos novos conteúdos sobre o património edificado, nomeadamente nos pavilhões das ex-colónias, Madeira e Açores, informa.

Como justificação da recusa, a fundação argumenta que “decidiu suspender até ao final do ano o atendimento de pedidos externos, visando quaisquer produções de exploração temática sobre o parque atual, para concentrar a estratégia de comunicação, em exclusivo, na divulgação da nova imagem e do projeto de expansão do Portugal dos Pequenitos”.

Entretanto, a FBB continua a aceitar reportagens no local, como é visível na sua página de Facebook, onde partilhou uma imagem, a 18 de maio, em que anuncia que uma reportagem da ESEC TV no parque temático será exibida “brevemente”.

Passado colonialista

Para o artista, o parque representa ainda uma “relação eurocêntrica e autoritária”, num olhar “para os outros como inferiores e exóticos”, alimentando a ideia do ‘lusotropicalismo‘ (ideia de um colonialismo português benigno).

Segundo Vasco Araújo, a recusa da FBB é “um reflexo” da forma como Portugal se relaciona com o seu passado colonialista.

Na exposição vão estar também presentes as peças “O Morto”, de 2010, e “O Jardim”, de 2005, vídeo onde o artista também problematiza questões relacionadas com o colonialismo, com filmagens no Jardim Tropical, em Lisboa.

Vasco Araújo nasceu em 1975, em Lisboa, recebeu o Prémio Novos Artistas EDP em 2002, após a formação na Maumaus – Escola de Artes Plásticas e Fotografia e a licenciatura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

A reflexão sobre o colonialismo está patente noutros trabalhos, como os recentes “Demasiado pouco, demasiado tarde”, “É nos sonhos que tudo começa” e “O inferno não são os outros”, em que apela a obras de autores como Pepetela (“Yaka”) e Isabella Figueiredo (“Cadernos de Memórias Coloniais”).

A exposição em Coimbra, que encerra o ciclo “Corpo Cinemático”, do Laboratório de Curadoria do Colégio das Artes, vai decorrer até 1 de julho.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O licor mais famoso da China foi leiloado no Reino Unido por mais de um milhão de euros

Uma caixa do licor chinês "Kweichow Moutai" foi vendida por cerca de um milhão de euros num leilão em Londres. O anúncio foi feito pela Sotheby’s que garante que a oferta vencedora foi o preço …

Apneia obstrutiva do sono agrava doenças cardíacas, revela estudo

A apneia, que ocorre quando uma obstrução das vias aéreas superiores causa episódios repetidos de interrupção da respiração durante o sono, é encontrada em 40% a 80% das pessoas com doenças cardiovasculares, sendo, ainda assim, …

Estranho caso de infeção com SARS-COV-2 durante 218 dias em investigação no Brasil

Um grupo de cientistas brasileiros a estudar um caso de infeção pelo novo coronavírus que durou pelo menos 218 dias, período em que o vírus se replicou e até sofreu mutação, anunciaram fontes académicas na …

"Estou envergonhada". Primeira invasora do Capitólio a ser julgada evita prisão

Um juiz federal proferiu esta quarta-feira a primeira sentença contra uma das pessoas acusadas de invadir o Capitólio dos Estados Unidos, mas a ré evitou a pena de prisão depois de expressar o seu arrependimento. A …

Arqueólogos encontram vestígios do vinho mais antigo do mundo na Grécia

Uma equipa de arqueólogos encontrou amostras de vinho no local arqueológico de Dikili Tash, no norte da Grécia. As evidências datam de há 4200 a.C e acredita-se que sejam os vestígios de vinho mais antigos …

Comunidade no céu. Um novo projeto irá ligar vários edifícios com pontes aéreas

As pontes aéreas que ligam edifícios não são uma novidade no mundo, mas agora poderão ganhar um novo destaque num projeto que será desenvolvido em Toronto. A empresa de arquitetura Safdie Architects irá desenvolver o projeto …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo. Festival da Emoção

O Campeão da Europa continua a defender o título. A palpitante última jornada da fase de grupos. Mais recordes para Ronaldo. Quem joga contra quem nos oitavos-de-final. Visto da Linha de Fundo. Portugal 2 – …

Sergio Ramos terá pedido 50 milhões de euros ao AC Milan

Antigo capitão do Real Madrid procura clube. Paolo Maldini afastou-se da contratação do espanhol. Sergio Ramos não vai continuar no Real Madrid e, por isso, está à procura de uma "casa" nova, depois de ter estado …

Oposições criticam anúncios "pomposos” e gestão mediática do Governo

PSD, Bloco e PEV criticaram hoje a "gestão mediática" feita pelo Governo em relação ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e o PCP considerou que este programa revela o "grau de submissão" de Portugal …

Paquistanesas querem melhores leis contra a violação. Primeiro-ministro diz para vestirem mais roupa

As mulheres paquistaneses pedem melhores leis contra a violação. Entretanto, o seu primeiro-ministro diz-lhes que têm de vestir mais roupa. O Paquistão tem uma taxa de condenação por violação de 0,3%, uma das mais baixas do …