/

Arranca esta terça-feira o primeiro estudo serológico nos lares

Sebastião Moreira / Lusa

O estudo serológico para conhecer o nível de imunidade à covid-19 nos lares de idosos arranca esta terça-feira, na Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo, Sagres, abrangendo cinco mil pessoas.

Esta análise vai decorrer ao longo do mês em lares do Alentejo e do Algarve, com o objetivo de conhecer a duração da imunidade produzida pela vacina entre idosos e funcionários destas estruturas.

O estudo, promovido no âmbito do programa integrado daquele ministério de apoio aos lares de idosos devido à pandemia, será conduzido pela Fundação Champalimaud e pelo Algarve Biomedical Center (ABC) que “vai contactar todas as instituições destas regiões, solicitando a participação dos utentes e dos profissionais, até se atingir a meta de cinco mil participantes”.

Segundo a tutela, os testes não terão “quaisquer custos para as instituições” que participarem no estudo, cujos resultados serão apresentados publicamente em setembro.

“Os resultados do estudo serão partilhados com as autoridades de saúde e poderão contribuir para decisões futuras sobre esta matéria”, assinalava o Governo, em comunicado, divulgado a 7 de agosto, quando foi anunciada a iniciativa.

Segundo o Diário de Notícias, o arranque do processo, agendado para as 11h00, vai contar com a presença da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

De acordo com os dados da task force responsável pelo plano de vacinação, 99% dos idosos nos lares e 97% dos funcionários já foram vacinados. Cerca de mil utentes ainda não foram vacinados porque estão à espera do fim do prazo de 90 dias para tomarem a vacina, depois de terem estado infetados.

Relativamente aos funcionários, falta vacinar 2100 pessoas, muitos dos quais por estarem a recuperar da infeção, ou por terem sido contratados recentemente.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.573 pessoas e foram registados 1.004.470 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE