Arnaldo Matos defende atentado de Londres para “destruir o imperialismo”

(cv) PCTP MRPP

Arnaldo de Matos

Arnaldo de Matos

O fundador do PCTP-MRPP, Arnaldo Matos, defende a legitimidade do atentado de Londres, reconhecendo o direito de se usar “todos os meios para destruir o imperialismo nos covis das suas capitais”.

A notícia é divulgada pelo Observador, que destaca que o líder histórico do PCTP/MRPP avisa ainda que os indivíduos que fazem atentados na Europa “vão acabar por vencer”.

No artigo “Tremem as Capitais do Imperialismo/De Novo, Ataque no Coração Londres…”, publicado na passada quinta-feira, Arnaldo Matos diz que aqueles que viram “as suas riquezas e a sua força de trabalho roubadas e exploradas pelo terrorismo imperialista têm todo o direito de utilizar todos os meios ao seu alcance para destruir o imperialismo nos covis das suas próprias capitais”.

O fundador do MRPP refere-se aos “povos do mundo, oprimidos e explorados pelo terrorismo imperialista europeu e americano, que todos os dias vêem as suas famílias, as suas mulheres e os seus filhos despedaçados por cobardes bombardeamentos aéreos na Líbia, na Síria, no Iraque, no Afeganistão, na Somália e outros países do mundo”.

“Ora, se há algum terrorismo legítimo, bom, ético e sacrossanto será precisamente o terrorismo dos pobres contra os imperialistas, nunca o terrorismo dos imperialistas contra os pobres”, adianta.

Mas esta não é a primeira vez que Arnaldo Matos defende os ataques do Daesh. Em dezembro de 2015, escreveu um texto violento onde afirmou que a culpa dos massacres de Paris é das forças do imperialismo que “roubam petróleo”.

“Não é o islamismo, mas o imperialismo a causa real, verdadeira e única do ataque a Paris (…) terror, horror, crueldade são os ataques conduzidos pelo imperialismo francês, sobre os homens, as mulheres e as crianças das aldeias e das cidades de África e do Médio Oriente, para roubar-lhes o petróleo e as matérias-primas”, destacou, citado pelo Observador.

Para Arnaldo Matos, o ataque realizado em Paris na noite de 13 de novembro de 2015 “não só não foi um massacre, como foi um ato legítimo de guerra”.

“Os atacantes de Paris nem chocolates roubaram: levaram a guerra aos franceses, apenas para acordá-los, para lembrar-lhes que o governo e as forças armadas do imperialismo francês estão, em nome da França e dos franceses que julgam ter o direito de se poderem divertir impunemente no Bataclan, a matar, a massacrar, a aterrorizar com crueldade inenarrável os povos do mundo”, sublinhou.

Na passada quinta-feira, o líder histórico do PCTP/MRPP reforçou as suas convicções e afirmou que o ex-secretário-geral do PCPT/MRPP, Garcia Pereira, e os seus comparsas são uns “cobardes pacifistas” que ajudam o imperialismo a praticar o terror contra os operários e os povos do mundo.

“Pois essa pequena-burguesia reaccionária – esses Lúcios e Garcias de pacotilha – deve ficar desde já a saber que os ataques poderão também ocorrer em Lisboa e matar inocentes portugueses, mas que a responsabilidade por esse ataque se ficará a dever única e exclusivamente a essa pequena-burguesia reaccionária e cobarde, que sustenta os governos do PS, do PSD e do CDS, lacaios do imperialismo”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

34 COMENTÁRIOS

    • Deixe de parvoíces o homem não disse nada disso:(…) “digo que o imperialismo inglês, americano, francês, alemão é o único responsável pelas mortes ocorridas em Nova Iorque, em Paris, em Bruxelas, em Londres, em Nice, assim como nas diversas cidades da Alemanha, onde decidiram ajustar contas com o imperialismo e suas cobardes guerras de rapina e agressão”!
      Este artigo que leu, esta deturpado, como é normal na maioria da “comunicação social” (muita dela paga com os nossos impostos), que é controlada pelos exploradores dos trabalhadores e não querem democracia nem liberdade de expressão. Querem é ver “sangue”, para vender os seus pasquins e terem audiências, e enriquecer às custas do povo trabalhador…
      Nem Imperialismo nem social imperialismo!
      Por uma imprensa livre e democrática!

  1. Eu nunca me identifiquei com ideias políticas como as deste senhor. Mas convenhamos que a notícia distorce um pouco o que aqui se passa.

    Ele não elogia nem apoia os actos terroristas. Apenas me parece que está a dizer o óbvio: O que levou ao surgimento do terrorismo Islâmico, foi o genocídio, a destruição, a ocupação e a miséria que o Ocidente (Rússia incluida) tem causado no Médio Oriente, por caua da ganância do petróleo e dos interesses geo-estratégicos.

    Ficarmos ultrajados com a morte de 4 inocentes em Londres, é legítimo e correcto. Mas… Ficarmos mais ultrajados com a morte de 4 inocentes em Londres, do que com a morte de 20.000 civis inocentes em Aleppo, dos quais só em 2016, 1600 inocentes foram vítimas dos bombardeamentos Russos… Isso é que eu não compreendo. Como é que a nossa sensibilidade e a nossa percepção do que é terrorismo, pode ter dois tão díspares pesos e duas tão selectivas medidas.

    • 100% de acordo, Miguel Queiroz. É óbvio que há 2 pesos e 2 medidas para o valor da vida humana: a Europa e o ocidente em geral é chique, intocável na sua hipocrisia…
      Desta vez estamos de acordo…sobre fumar nas praias, não, lembra-se?

    • Mas se foi a Rússia quem matou todos esses inocentes, o que é condenável, porquê o ataque não é feito à Rússia, em vez de outros países? Difícil ir até à Rússia, não? Então ataca onde dá mais jeito.

    • Ele escreveu isto:TREMEM AS CAPITAIS DO IMPERIALISMO

      De Novo, Ataque no Coração Londres…

      Não sou o único português que o pensa; mas sou o único comunista português que escreve o que pensa e o assina por baixo. E o que penso é simples: os povos do mundo, oprimidos e explorados pelo terrorismo imperialista europeu e americano, que todos os dias vêem as suas famílias, as suas mulheres e os seus filhos despedaçados por cobardes bombardeamentos aéreos na Líbia, na Síria, no Iraque, no Afeganistão, no Chade, na Somália e em muitos outros países do mundo, que vêem as suas riquezas e a sua força de trabalho roubadas e exploradas pelo terrorismo imperialista, esses povos têm todo o direito de utilizar todos os meios ao seu alcance para destruir o imperialismo nos covis das suas próprias capitais.

      Agora e outra vez – uma vez mais – em Londres, capital do moribundo imperialismo britânico. E, como na França, os franceses, na Bélgica, os belgas, também em Londres é um inglês que desfere o ataque.

      O imperialismo deve saber – os imperialistas devem compreender – que enquanto despejarem terrorismo sobre os povos do mundo, os povos do mundo vão retaliar, têm o direito de retaliar e vão acabar por vencer.

      Limito-me a escrever aquilo que tem a obrigação de pensar e defender um comunista consciente.

      E digo mais: digo que o imperialismo inglês, americano, francês, alemão é o único responsável pelas mortes ocorridas em Nova Iorque, em Paris, em Bruxelas, em Londres, em Nice, assim como nas diversas cidades da Alemanha, onde decidiram ajustar contas com o imperialismo e suas cobardes guerras de rapina e agressão.

      A política dos governos imperialistas praticada por esses países contra os povos do mundo levará inevitavelmente à transformação, mais cedo ou mais tarde, das guerras imperialistas em guerras civis revolucionárias no interior dos próprios países imperialistas.

      Em conclusão, o terrorismo imperialista contra os povos do mundo é a causa de todos os combates dos povos do mundo contra o terrorismo imperialista.

      Claro está que a burguesia capitalista imperialista, dona dos mais importantes meios de comunicação social mundiais, estipendia lacaios jornalistas cuja missão é a de convencer a pequena-burguesia – a chamada classe média, que é coisa que efectivamente não existe – que um terrorismo bom, ético, se calhar até santo, é o terrorismo imperialista, o terrorismo cobarde onde aviadores e sistemas de armas dificilmente alcançáveis matarão todos os dias velhos, mulheres e crianças desarmados dentro dos seus próprios abrigos; e que haverá um terrorismo mau, imoral, se calhar até diabólico, que é o que ceifa vidas nas marginais de Nice, nas torres de Nova Iorque, nas boites de Paris, na ponte de Westminster, às horas do Big Bem.

      Ora, se há algum terrorismo legítimo, bom, ético e sacrossanto será precisamente o terrorismo dos pobres contra os imperialistas, nunca o terrorismo dos imperialistas contra os pobres.

      Nós, comunistas, sabemos que o terror bélico faz parte das batalhas e é utilizado consoante as necessidades e objectivos dessas batalhas. O terror não é todavia a essência da luta militar do proletariado revolucionário. No combate, o proletariado preza a luta de massas, a mobilização das massas para a luta, a coragem, o destemor.

      Nós, comunistas, continuamos a seguir o caminho da Comuna de Paris: a mobilização das massas trabalhadoras, a coragem combatente, a entrega das nossas vidas à causa da emancipação proletária. Fomos nós, comunistas, que morremos fuzilados no Muro dos Federados, no cemitério do Padre Lachaise, nos arredores de Paris, não foram os capitalistas. Esses é que cobardemente nos fuzilaram, unindo as forças armadas da França então ocupada às forças armadas do então ocupante germânico.

      A pequena-burguesia e os liquidacionistas, como Garcia Pereira e seus comparsas, é que ajudam o imperialismo a praticar o terror contra os operários e os povos do mundo. São cobardes pacifistas para os quais deixou de haver classes e para os quais a tarefa principal do proletariado há muito deixou de ser a destruição do imperialismo, a liquidação do modo de produção capitalista e a sua substituição pelo modo de produção comunista.

      Pois essa pequena-burguesia reaccionária – esses Lúcios e Garcias de pacotilha – deve ficar desde já a saber que os ataques poderão também ocorrer em Lisboa e matar inocentes portugueses, mas que a responsabilidade por esse ataque se ficará a dever única e exclusivamente a essa pequeno-burguesia reaccionária e cobarde, que sustenta os governos do PS, do PSD e do CDS, lacaios do imperialismo.

      Proletários de Todos os Países, Uni-vos!

      23.03.17
      ARNALDO MATOS
      http://www.lutapopularonline.org/…/2174-tremem-as-capitais-…

    • Em resposta a essa sua provocação: Só lhe digo; Não conhece o Jurista Arnaldo Matos…. Porque quando forem os portugueses a ser atingidos (esperamos que não), provavelmente, vai-lhe dar razão… Os cobardes por vezes também muda…

  2. Quando há um atentado na Europa fica tudo chocado e aterrorizado, mas desde o início das invasões americanas já morreram milhares de inocentes e ninguém choca!

  3. Eu só gostava de saber porque é que este jarpanásio não se muda para um desses países de que tanto gosta!!!!!!!!tenho 66 anos e como tal lembro-me bem das merdas que este gajo fez depois do 25 de Abril. Vá para o diabo que o carregue mais a sua diarreia mental.

    • Em resposta á sua provocação: Só lhe digo isto: Primeiro, não conhece o Jurista Arnaldo Matos…. Porque quando forem os portugueses a ser atingidos (esperamos que não), provavelmente, vai-lhe dar razão… Os cobardes por vezes também muda…
      Por fim: Este homem, a quem chama “Jarpanásio”, e um destinto jurista , que exerce a sua profissão com 70 anos, e o senhor com 66 anos, já esta acabado, aproveite um conselho de um homem com 60 anos, vá ao médico! Porque quem tem a diarreia mental é você!
      Nem fascismo nem social fascismo!

  4. Se fosse um alucinado de direita já existia um tsunami de indignação nas redes sociais e de todos os escribas de serviço ao regime, como é de esquerda é só um brincalhão.

    • Não ele não é nenhum “depravado” , mas uma coisa acertou é de facto é um verdadeiro comunistas, coisa que muitos dizem que o são, mas não passam de uns social fascistas. É um pai de família, e é jurista credenciado e defensor dos mais desprotegidos deste país, e trabalho com os seus 70 anos, coisa que muitos não ao fazem.. Ele tem a sua opinião. E se é democrata exponha a sua…. e mais não digo, porque posso ser multado ou preso, como esta acontecer em Portugal…

  5. Se não estamos bem imagine-se o mundo nas mãos de anarquistas como este, então sim o bolo seria todo e apenas só para eles!

  6. Uma das poucas vozes sensatas no meio da histeria pró-terrorista imperialista que corre na imprensa e núcleos extremistas pró-capitalismo

  7. Uma besta quadrada. Terrorismo de pobres? O Estado Islâmico é subsidiado pelos muito ricos e muito opressivos estados do Golfo, onde não há direitos humanos e onde os povos são escravizados e atormentados. Além de que poderá também ter sido criado e apoiado pelos muito pobres EUA e pela Mossad. Morreram cidadãos inocentes, trabalhadores, gente comum, e esta besta rejubila. Imperialismo do qual tem mamado ao longo destes anos anos. Deveria ser coerente com o que propala, vestir um colete de bombas e ir dar um abraço a algum líder do “imperialismo”, que está em toda a parte, até na China que ele tanto adora. É o vais…

  8. Se lhe choca o imperialismo, que não seja hipócrita ao beneficiar dele, que se mude para a Coreia do Norte aonde partilham os seus ideais e já se sentem mais à vontade. bestas.

  9. Garcia Pereira mais uma vez. Já e doença. O Camarada Arnaldo de Matos o grande educador do proletariado esta mesmo xexé.Ja agora. De que vive o Sr. Também e um “subsidio dependente”

    • Não seja hipócrita…
      Este senhor a quem se refere trabalha com 70 anos e juristas, e coisa que muitos não fazem, é ajudar os mais necessitados quando precisam de ser defendidos… Não tem subsídios… e mais não digo porque posso ser multado ou preso, como esta acontecer desde 2016… Isso é que deveria pensar um pouco… mas isto para si não é “terrorismo”!!!

  10. Ser ou não ser terrorista?
    Pois bem, vamos antes de tudo, vamos definir o lado da barricada, onde nos enquadramos.
    Agora que sabemos o lado, vamos à realidade. Os que estão do outro lado são os inimigos, correcto.
    Mas os que estão do outro lado, também pensam que nós os que estamos deste lado, somos o inimigo, correcto?
    Os cubanos que apoiavam os Movimentos de libertação no EX-ULTRAMAR, eram mercenários, correcto?
    Os soldados que vão para a Bosnia. Iraque etc, etc, também são mercenários, correcto?
    Os terroristas das EX- colónias eram, mas deixaram de ser e passa-mos nós os deste lado da barricada a ser os maus.
    Os heróis deste lado (TROPAS NATIVAS) são Traidores do outro lado, correcto?

    Pois bem hoje é hoje e amanhã será?

    • Terroristas ou heróis ?

      Ouvi em tempos na emissão duma nossa estação televisiva um terrorista tornado herói contar que então em Angola , quando do levantamento terrorista que matou civis adultos e crianças ufanar-se de que os adultos eram mortos à catanada e quando lhe perguntaram sôbre as crianças, respondeu que a elas não: pegavam-lhe pelos pés e batiam com a cabeça no chão.
      Tais declarações , à luz do direito internacional , constitue crime contra a humanidade , e motivo de imediato procedimento criminal, com prisão cautelar por perigo de fuga.

      O Tal herói assassino saiu da televisão para o seu destino, possivelmente ainda com alguma condecoração pos pseudos democratas comunistas que os apoiaram … como outros criminosos
      nazis e comunistas de que a História é pródiga.
      E a propósito pergunto-me se as declarações do sr. arnaldo de matos não poderão ser criminosas por incentivar e branquear o terrorismo em geral e em particular em Portugal.

      Onde está o Ministério Público que nos defenda?

      Porque se trata de um revoltado? com quem?

      Ouvi de um patriota que “só devemos chorar os mortos se os vivos deles não forem dignos”

      E seremos?

      Para tudo há limites !!!!!!!!

  11. Não seja hipócrita…
    Este senhor a quem se refere trabalha com 70 anos e juristas, e coisa que muitos não fazem, é ajudar os mais necessitados quando precisam de ser defendidos… Não tem subsídios… e mais não digo porque posso ser multado ou preso, como esta acontecer desde 2016… Isso é que deveria pensar um pouco… mas isto para si não é “terrorismo”!!!

  12. Hipocrisia, destes defensores da liberdade, quando são eles próprios que fomentam as ditaduras e a repressão sobre os povos.
    Não me parece-que seja necessário defender, aqui e agora o Jurista Arnaldo Matos, que tem direito à sua opinião politica dos acontecimentos, esta no seu direito de prever e avisar o que pode acontecer. Mas isso a maioria da comunicação social, alguns dos seus jornalistas não faz.
    Porquê? Porque sempre que podem matam o mensageiro!
    E mais não digo, porque posso ser multado ou preso…

RESPONDER

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …

Pelo menos 58 mortos em naufrágio ao largo da Mauritânia

Pelo menos 58 pessoas morreram, esta quinta-feira, num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia. Pelo menos 58 migrantes morreram num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia, anunciou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). …