Arábia Saudita vende prédio onde Jamal Khashoggi foi assassinado

A Arábia Saudita vendeu o edifício onde foi assassinado e desmembrado o jornalista Jamal Khashoggi. O prédio do Consulado, em Istambul, foi comprado há mais de um mês por menos de um terço do seu valor.

Segundo o jornal turco Habertürk, citado pelo Diário de Notícias, o edifício onde o jornalista saudita Jamal Khashoggi foi interrogado, torturado e assassinado foi vendido.

A Arábia Saudita decidiu vender o imóvel que albergava o consulado do país em Istambul, na Turquia, e pretende mudar os serviços diplomáticos para um novo local, perto do consulado dos Estados Unidos.

O edifício onde o jornalista foi assassinado acabou por ser vendido a um comprador desconhecido por um terço do seu valor.

Supostamente, as autoridades sauditas precisavam da aprovação do Ministério das Relações Exteriores da Turquia antes de prosseguir com a venda da propriedade. No entanto, um dos funcionários do Ministério adiantou ao Middle East Eye que a Turquia não tinha informações para confirmar o negócio.

De acordo com o DN, a decisão de transferir a delegação diplomática da Arábia Saudita para um novo prédio, situado no distrito de Sariyer, poderá estar relacionada com a possibilidade de existirem mais microfones espalhados pelo edifício.

O jornal turco refere ainda que, após o assassinato de Khashoggi, Riade enviou uma equipa para eliminar dispositivos de espionagem no prédio, mas a tarefa não terá sido concluída com sucesso. Nesse sentido, foi recomendada a mudança de instalações.

A venda do imóvel terá sido feita de forma “silenciosa”, durante o mês de agosto. Especialistas jurídicos, consultados pelo jornal Habertürk, referem, no entanto, que o prédio “ainda é um local de crime” e que as autoridades turcas podem ordenar o encerramento do edifício para que a investigação possa prosseguir.

Um relatório de Agnes Callamard, investigadora especial das Nações Unidas, adianta que o jornalista foi vítima de “uma execução deliberada, premeditada” e que o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, devia ser alvo de sanções até conseguir provar que não teve qualquer responsabilidade.

O reino saudita tem negado o envolvimento do príncipe, alegando que a morte de Khashoggi resultou de uma operação não sancionada pelas autoridades e que Bin Salman não sabia de nada.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …

"Botellón" está de volta a Lisboa. Ajuntamentos sem controle podem estar a espalhar o vírus

Há cada vez mais ajuntamentos de jovens em Lisboa, nomeadamente nos bairros típicos, mas também em locais como bombas de gasolina, para o convívio e o consumo de álcool. Um tipo de comportamento que está …

Trump negou ter-se abrigado num bunker da Casa Branca por causa dos protestos

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, negou esta quarta-feira ter sido escoltado para um 'bunker' na Casa Branca, devido aos protestos pela morte de George Floyd, alegando ter ido lá apenas para inspecionar …

Itália. Manifestantes desviam as máscaras e protestam contra medidas para conter pandemia

Centenas de manifestantes se reuniram em Roma, desviando as suas máscaras dos rostos, para protestar contra as medidas do Governo italiano para impedir a propagação do coronavírus. Segundo avançou na terça-feira a Time, os manifestantes, que …