A Arábia Saudita pode ser forçada a despoletar uma nova guerra de preços do petróleo

A fraqueza contínua dos mercados globais de petróleo parece estar a alimentar tensões dentro da OPEP+.

A Rússia e a Arábia Saudita estão a sofrer economicamente as consequências da desvalorização do petróleo. De acordo com o Oilprice, perante um cenário em que a perspetiva de recuperação mundial é pouco provável, existe a possibilidade de ser desencadeada uma nova guerra de preços do petróleo.

A debilidade dos mercados de petróleo também parece estar a fomentar tensões dentro da OPEP+ – a aliança entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países com grande produção de petróleo. Por sua vez, este “mau ambiente” dentro da organização poderia desencadear uma divisão dentro da sua liderança.

A pandemia de covid-19 manteve as diferenças internas à distância e aumentou o volume de petróleo armazenado. Apesar do otimismo provocado pelos prognósticos de valorização em 2021, a verdade é que a realidade dos mercados de petróleo é pouco promissora.

Ainda assim, a ameaça de novas restrições na Europa parece não preocupar a OPEP+, que vê oportunidades nas “válvulas de petróleo da Arábia Saudita, Rússia e outros países-membros a serem reabertas”. A verdade é que os níveis de armazenamento de petróleo cru permanecem altos, razão pela qual os corretores internacionais questionam a iniciativa atual da OPEP+ de aumentar a oferta.

Em janeiro de 2021, os cortes de aproximadamente dez milhões de barris por dia vão cair para seis milhões. Conforme declarado em maio por vários especialistas , nem mesmo os cortes serão suficientes – aliás, só vão prolongar as atuais fracas condições do mercado.

O Oilprice destaca que este é um momento alarmante, já que qualquer ação por parte da Arábia Saudita ou da Rússia pode acabar por prejudicar as economias de ambos os países, já que o marcado se encontra demasiado fraco para reagir.

Os preços estão muito baixos para sustentar a estratégia governamental de ambos os países. À medida que aumentam as suas crises internas, Moscovo e Riad podem seguir caminhos diferentes: “um enfoque mais agressivo por parte de Riad em direção à sua proporção do mercado e preços não é de todo impensável”, sugere o portal.

Se a cooperação não gerar os frutos necessários, a opção de uma nova guerra de preços do petróleo não é um cenário que possa ser descartado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugueses esperam quase até aos 40 para comprar casa

Um barómetro que avalia a preferência dos consumidores na hora de comprar um imóvel indica que a maioria dos portugueses só liquida o crédito à habitação após a reforma. O indicador destaca ainda que os portugueses …

Moedas fecha lista para a Câmara de Lisboa

O candidato à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já fechou a equipa que o vai acompanhar nas próximas autárquicas. O anúncio de que a lista de Carlos Moedas para a Câmara de Lisboa está fechada será …

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …