Só mil pessoas em Meca. Peregrinos serão testados e cumprirão quarentena após o ritual

A Arábia Saudita vai autorizar apenas cerca de mil pessoas que vivam no seu território a realizar este ano a grande peregrinação a Meca, anunciou esta terça-feira o ministro do ‘hajj’.

Mohammed Benten, que falava numa conferência de imprensa após Riade ter anunciado a limitação do número de peregrinos devido à pandemia de covid-19, precisou que “o número de peregrinos será de cerca de mil, um pouco menos, um pouco mais”.

A peregrinação prevista para finais de julho também estará limitada a fiéis com menos de 65 anos e sem doenças crónicas, indicou o ministro da Saúde, Tawfik al-Rabiah, ao lado do ministro da Peregrinação.

Os candidatos à peregrinação serão testados para garantir que não estão infetados com o novo coronavírus antes da sua chegada à cidade santa de Meca e devem respeitar uma quarentena após o fim do ritual, adiantou.

A Arábia Saudita decidiu na segunda-feira manter neste ano de pandemia a peregrinação a Meca, um dos cinco pilares do islão, mas com um “número muito limitado” de fiéis.

Apenas as pessoas que já se encontram no país, sejam ou não cidadãos, poderão realizar o ‘hajj’, indicou a agência oficial SPA. Em março Riade tinha suspendido a ‘umra’, a peregrinação menor, que pode ser realizada durante o ano inteiro. A Arábia Saudita também impôs um recolher obrigatório de 24 horas em Meca durante quase três meses e teve as mesquitas fechadas durante o mês do Ramadão.

O ‘hajj’, a peregrinação maior, é uma das mais importantes concentrações religiosas no mundo, que em 2019 juntou 2,5 milhões de muçulmanos, segundo os números do ministério encarregado de a organizar.

Mas a pandemia “continua a acelerar” em todo o mundo, indicou na segunda-feira a OMS. É o caso precisamente da Arábia Saudita, que tem uma das maiores taxas de infeção no Médio Oriente, contando com 161 mil casos, incluindo 1.307 mortos.

A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro em Wuhan (China), já provocou mais de 469 mil mortos e infetou mais de 9 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço da France Presse.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …