Árabes revoltados com mulher vista num estádio de futebol

Uma adepta de futebol saudita lançou a revolta nos homens do seu país. Motivo: ter estado presente num estádio de futebol.

Num vídeo publicado no YouTube, a mulher, vestida com um niqab – uma túnica e um véu a cobrir o rosto, que deixa ver apenas os olhos – aparece nas bancadas, a gesticular para o relvado, irritada com uma falta cometida sobre um jogador da sua equipa favorita, o Al Hilal.

O jogo era a semifinal da Liga dos Campeões da Ásia entre o Al Hilal, da Arábia Saudita, e o Al Ain nos Emirados Árabes. A equipa da adepta árabe perdeu o jogo por 2-1.

O vídeo já foi visto mais de 400 mil vezes no YouTube e tem mais de 1.500 comentários – a maior parte deles de homens indignados que criticam a mulher não identificada por estar num estádio repleto de homens.

“As mulheres não se interessam por futebol, então por que vão a um estádio para ver um jogo ao vivo?”, escreveu um deles.

“Esta mulher não tem um marido? O lugar dela é em casa”, diz outro.

Vários outros utilizadores, que são contra a presença de mulheres nos estádios, comentam que a atitude da saudita “incentiva o comportamento imoral e pecaminoso“.

E outros referem ainda que a atitude coloca as mulheres em risco de serem assediadas.

Críticas

Na Arábia Saudita, as mulheres não podem frequentar jogos de futebol, mas a partida em questão decorria nos Emirados Árabes Unidos. Várias mulheres sauditas estavam no estádio a apoiar a equipa da casa, o Al Hilal.

arabsaga / blogspot

A ex-atleta saudita Lina Al Maeena

A ex-atleta saudita Lina Al Maeena

Citada pela BBC, Lina Al Maeena, ex-atleta que defende o direito das mulheres praticarem desporto na Arábia Saudita, lembra que “as mulheres são assediadas todos os dias, nos shoppings, nas ruas.

“Então, não entendo por que no estádio seria diferente”, diz Maeena.

Apesar das críticas à atitude da mulher apanhada em flagrante no estádio, Lina Al Maeena acredita que começa a haver um pouco de abertura no mundo do desporto na Arábia Saudita.

“Hoje há muito mais aceitação da participação das mulheres no desporto do que havia há uma década atrás”, diz Maeena.

Segundo a imprensa saudita, o governo do país está a considerar a possibilidade de construir sectores separados no estádio para mulheres.

E um dia, as mulheres sauditas talvez até possam conduzir até ao estádio para ir ver um jogo da sua equipa favorita.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E um absurdo as mulheres não poder ver futebol no campo !!!! como diz o outro as mulheres é em casa .e por que não os dois para compartilharem as tarefas !!

RESPONDER

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …

Governo garante que julho foi o mês com mais testes à covid-19

O mês de julho registou o maior número de testes à covid-19, totalizando 431.178 rastreios e uma média diária de 13.909, revelou, esta quarta-feira, a secretária de Estado da Saúde. Na conferência de imprensa para fazer …

Imprensa chinesa acusa EUA de "abuso de poder" para roubar TikTok

Um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC) acusou esta quarta-feira os Estados Unidos (EUA) de "abusarem do seu poder" para "roubarem" o TikTok, ao forçarem a venda da aplicação de vídeos detida pela empresa …

"Poder militar supremo". Duas semanas de estado de emergência em Beirute

O Governo libanês decretou, esta quarta-feira, o estado de emergência por duas semanas em Beirute, na sequência das explosões no porto da capital. O último balanço feito pelo Governo aponta para 135 mortos. Pelo menos 135 …

43% dos restaurantes pondera avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). "No …