//

Apple já não é a empresa mais valiosa do mundo (e desaparece o iPod)

Saudi Aramco regressou ao posto de empresa mais valiosa no planeta. Acções da Apple já caíram quase 20% ao longo deste ano.

A Apple deixou de ser a empresa mais valiosa do mundo, após as contas desta quarta-feira. A Saudi Aramco recuperou esse posto, quase dois anos depois.

Ao longo do dia, as acções da empresa liderada por Tim Cook caíram mais de 5%, para um valor de mercado de cerca de 2.2 biliões de euros.

Ao mesmo tempo, a Saudi Aramco – produtora de petróleo e gás na Arábia Saudita – continua a ver o seu valor em alta, estabelecendo-se nos 2.3 biliões de euros.

As acções da Aramco subiram mais de 27% desde o início deste ano. No mesmo período, as acções da Apple caíram mais de 20%.

Esta queda significativa da empresa norte-americana insere-se numa tendência acentuada de liquidação de acções no mundo da tecnologia.

Tem-se verificado um número elevado de venda de acções de empresas ligadas à tecnologia. Os investidores estarão a centrar-se em sectores menos arriscados.

No mundo das critpomoedas, a Bitcoin – e não só – também continua a ver as suas acções caírem consideravelmente, ao longo dos últimos meses.

A bolsa NASDAQ, que reúne muitas empresas de alta tecnologia, desvalorizou 3,2% nesta quarta-feira.

Não há mais iPod

Entretanto, ainda relacionado com a Apple, o iPod vai desaparecer das lojas. O anúncio foi feito nesta terça-feira.

Mais de 20 anos depois do seu primeiro modelo, a Apple informou que o último modelo iPod touch – que surgiu em 2007 – ainda pode ser comprado mas, quando esgotar, não haverá mais exemplares disponíveis. A produção parou.

O iPod, mesmo que ainda não se soubesse em 2001 (ano do seu lançamento), viria a originar parte da famosa designação podcast: iPod + broadcast, que significa transmissão.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE