/

Facebook está a testar app para ajudar a reintegrar presos na sociedade

A aplicação tem como objetivo apoiar pessoas detidas a “preparar-se para a vida depois da prisão com o apoio da comunidade”.

O Facebook está a trabalhar num serviço para pessoas que se encontram a fazer a transição entre a prisão e o regresso à sociedade, como parte de um esforço para criar mais produtos direcionados a comunidades marginalizadas, conta a agência Bloomberg.

Na quarta-feira, um anúncio a promover a nova aplicação, chamada “The Re-Entry App”, apareceu no feed de Instagram de alguns utilizadores, tendo-lhes sido proposto que experimentassem o serviço e dessem a sua opinião.

“Temos estado a explorar diferentes formas de ajudar a fechar as lacunas que as pessoas de comunidades marginalizadas enfrentam nas nossas aplicações”, disse, em comunicado, um porta-voz da rede social.

“Era suposto ter sido apenas um teste interno e retirámos o anúncio assim que percebemos que tinha sido publicado externamente por breves momentos”, acrescentou.

Tal como recorda a agência norte-americana, o Facebook costuma fazer experiências com ideias de serviços e aplicações que, depois, nunca se chegam a materializar ou se transformam noutra coisa.

A verdade é que o fundador e CEO da rede social, Mark Zuckerberg, disse, em junho, que queria que o Facebook começasse a “construir produtos para promover a justiça racial“.

Esta abordagem poderá ser um aparente esforço da gigante tecnológica para ‘ganhar pontos’ dentro da sua comunidade, depois de um ano marcado por críticas relativamente à forma como a empresa atua perante conteúdos de ódio.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.