Apoio às rendas comerciais arranca hoje (mas com metade do valor anunciado)

As candidaturas aos apoios a fundo perdido às rendas comerciais, no âmbito do programa Apoiar, arrancam hoje com uma dotação de 150 milhões de euros, metade do valor anunciado em dezembro pelo ministro de Estado, Economia e Transição Digital.

O aviso de abertura de candidaturas ao Apoiar Rendas foi publicado esta tarde no site do Compete2020 com uma dotação orçamental de 150 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A medida, destinada a pagar uma parte das rendas das empresas afetadas pelas restrições adotadas no quadro da pandemia de covid-19, foi anunciada em 10 de dezembro pelo ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Siza Vieira, que tinha indicado na altura uma dotação de 300 milhões de euros.

As candidaturas ao Apoiar Rendas abrem hoje e, segundo o aviso, decorrem “até ao esgotamento da dotação” prevista que, afinal é de 150 milhões de euros.

O apoio ao pagamento das rendas integra o pacote de medidas aprovadas pelo Governo em dezembro para serem aplicadas durante os primeiros seis meses de 2021 com o objetivo de mitigar o impacto da pandemia na tesouraria das empresas e são apoios a fundo perdido.

A medida abrange as micro, pequenas e médias empresas dos setores afetados pelas medidas excecionais aprovadas no contexto da pandemia e as empresas com 250 trabalhadores ou mais e cujo volume de negócios anual não exceda 50 milhões de euros.

As empresas com uma quebra de faturação entre 25% e 40% receberão um apoio equivalente a 30% do valor da renda, até um máximo de 1.200 euros por mês.

Já para as empresas com quebras de faturação superior a 40%, o apoio às rendas será equivalente a 50% destes custos, até ao máximo de 2.000 euros por mês.

Na conferência de imprensa em que as medidas foram apresentadas, o ministro de Estado e da Economia explicou que o apoio será pago em duas tranches, no primeiro e no segundo trimestres de 2021.

Pedro Siza Vieira disse ainda que este programa vai permitir pagar até 50% do valor das rendas por inteiro até rendas de 4.000 euros, o que corresponde “a 95% ou mais das rendas comerciais” no país.

Assim, uma empresa que registe nos primeiros nove meses de 2020 uma quebra de faturação homóloga de 45% e que pague uma renda de cinco mil euros mensais terá direito a um apoio mensal a fundo perdido de dois mil euros, num total de 12 mil euros no semestre.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

"O futuro é liberal", mas o presente nem tanto. O balanço da estreia da IL nas autárquicas

A Iniciativa Liberal conseguiu apenas um vereador no Porto. Apesar da presença entre assembleias municipais e juntas de freguesia, falhou a conquista de autarquias. Numa estreia absoluta em eleições autárquicas, a Iniciativa Liberal ficou aquém das …

"De janelas abertas" e "de forma transparente". É assim que José Manuel Silva promete governar Coimbra

José Manuel Silva, da coligação "Juntos Somos Coimbra", venceu as eleições, destronando o atual presidente da câmara, o socialista Manuel Machado. O antigo bastonário da Ordem dos Médicos foi apoiado por várias forças partidárias: PSD, CDS, …

"Assim não ganham o campeonato". Gary Neville identifica problema no United

O antigo internacional inglês e agora comentador desportivo, Gary Neville, identificou um problema no Manchester United que, a continuar, vai fazer com que o clube não consiga ganhar o campeonato. Os red devils perderam o seu …

SPD vence legislativas na Alemanha com pequena margem - mas a CDU quer liderar o governo

Depois das projecções iniciais apontarem um empate, os sociais-democratas do SPD conseguiram garantir a vitória nas legislativas enquanto que a CDU obteve o seu pior resultado de sempre. Arranca agora um processo de negociações que …

Treinador de Florentino Luís: "7 jogos, 7 derrotas. Mas não sei se somos tão maus"

Michel admite insegurança e nervos, num Getafe que ocupa o último lugar no campeonato espanhol. Florentino acha que é "uma questão de tempo". Valência, Sevilha, Barcelona, Elche, Rayo Vallecano, Atlético de Madrid e Betis: os sete …

Cancela Moura demite-se da concelhia do PSD após derrota em Gaia

O candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM Cancela Moura à Câmara de Gaia, conquistada no domingo pelo socialista Eduardo Vítor Rodrigues, apresentou a renúncia ao mandato na concelhia do PSD e vai propor eleições “para dar a …

À boleia de Falcao, o modesto Rayo Vallecano cheira a Europa

Com três golos em três jogos, Radamel Falcao tem catapultado o Rayo Vallecano para lugares europeus. A equipa conta com os portugueses Bebé e Kévin Rodrigues. O Rayo Vallecano superou as suas próprias expectativas e conseguiu …

Jarros com esmeraldas encontrados em templo ligado à cidade lendária El Dorado

Uma equipa de arqueólogos colombianos encontrou um conjunto de sepulturas rodeadas por jarros de cerâmica que estavam carregados de esmeraldas. A descoberta ocorreu num templo ligado à mítica cidade El Dorado. Os arqueólogos encontraram o templo …

Moedas venceu "contra tudo e contra todos". Medina assume derrota "pessoal e intransmissível"

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa afirmou, este domingo, ter vencido "contra tudo e contra todos", porque "a democracia não tem dono", agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se a …

O balão de oxigénio de Rio encheu até rebentar. Os olhos estão postos em 2023

Com Lisboa, Coimbra, Funchal e Barcelos debaixo do braço, Rui Rio cantou vitória numa noite de emoções. Sem falar do futuro à frente do PSD, o social-democrata acredita estar mais perto de chegar a primeiro-ministro. …