Anúncios falsos de venda de cães triplicaram devido à covid-19

Os cães podem ser os nossos melhores amigos, mas é preciso ter cuidado com a forma como os trazemos para casa. É que a venda fraudulenta de pequenos cães disparou em 2020, e são muitos os anúncios falsos que surgem online, onde os vendedores prometem a entrega de animais que nem existem.

Segundo a Better Business Bureau, a venda online de animais de estimação disparou desde o início da pandemia da covid-19. Os relatórios da BBB, publicados a 26 de agosto, mostram que o método destes supostos vendedores é criar sites falsos – ou publicar anúncios de cães que não existem. O fenómeno triplicou em relação ao ano passado.

O isolamento forçado fez com que as pessoas se sentissem mais sozinhas, e provocou um grande aumento da procura de cães de companhia. O aumento foi tão significativo que alguns abrigos de animais até pararam de aceitar inscrições para adoção, de acordo com o The Wall Street Journal, porque os criadores de cães tinham listas de espera intermináveis.

Esta foi a oportunidade perfeita para o aumento de anúncios falsos de venda de cães. Os falsários aproveitaram a fase de carência de milhares de pessoas que procuravam uma companhia canina, e começaram a lançar anúncios falsos. A BBB, organização sem fins lucrativos de proteção ao consumidor, dá conta de mais de 2 mil testemunhas de golpes de animais de estimação só nos últimos meses.

Uma das vítimas disse ao Better Business Bureau, que foi enganada várias durante a sua procura por um cão bebé. A mulher perdeu mais de 1000 dólares (cerca de 840 euros) num processo judicial, mas ainda assim considera que o golpe teve um maior impacto a nível psicológico. “Este vendedor falso mexeu com as minhas emoções. Nunca me senti tão estúpida em toda a minha vida”, contou indignada.

Os vendedores falsos vão buscar fotos de animais às redes sociais e publicam-as com o objetivo de induzir a possíveis compras de cães que não possuem.

Um caso disso é o de Norman, um pomsky com mais de 100 mil seguidores no Instagram, que foi vítima de roubo de identidade. Um site de vendas falsas usou uma foto do cão e descreveu-o como “cachorro pomsky Perfeito”, apresentando uma foto de Norman a brincar em sua casa.

O cão estava a ser vendido por 600 dólares (cerca de 500 euros) com o argumento que o dono não tinha tempo para cuidar do animal. Os donos de Norman, Rachel e Matt Wolf, que vivem em Los Angeles, contam que desde o início da pandemia de covid-19, receberam muitas chamadas e mensagens de pessoas a alertá-los sobre o uso indevido das fotos de Norman.

https://www.instagram.com/p/BGam_qHBT3H/

“As ações fraudulentas relacionadas com animais de estimação não são apenas as mais arriscadas, são também uma das mais devastadores para as vítimas”, alertou o BBB, num novo relatório.

O BBB recomenda que os possíveis proprietários de cães optem por visitar o animal de estimação pessoalmente ou, pelo menos, que façam uma chamada de vídeo para ter a certeza da sua existência, diz o Bussiness Insider.

Alguns vendedores falsos estão a aproveitar a situação de pandemia mundial para não se encontrarem pessoalmente com os compradores, e ainda pedem dinheiro extra para vacinar os animais contra o novo coronavírus — o que nem sequer é possível.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …

Liveblog Autárquicas. Ventura "muito confiante" nos resultados do Chega

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …