Antimáscaras indonésios obrigados a ser coveiros de vítimas da covid-19

Alex Pazuello / Semcom

Na Indonésia, pessoas antimáscaras foram obrigadas a abrirem as sepulturas de vítimas da covid-19 de forma a persuadi-las a usarem máscara e cumprirem as regras.

A Indonésia é muito provavelmente o país com as medidas mais criativas para convencer as pessoas a protegerem-se do novo coronavírus. Depois de fazerem um desfile de caixões para persuadir os cidadãos a usarem máscara, agora obrigaram os antimáscaras (pessoas contra a utilização de máscara) a abrirem as covas de vítimas da covid-19.

Autoridades locais obrigaram pelo menos oito pessoas que se recusaram a usar máscaras durante a pandemia a cavar sepulturas para aqueles que morreram da doença na província de Java Oriental, de acordo com o Jakarta Post.

“Existem apenas três coveiros disponíveis de momento, então achei melhor colocar essas pessoas a trabalhar com eles”, disse o político local Suyono ao Tribun News. “Esperançosamente, isto pode criar um efeito dissuasor contra as infrações”.

Estas pessoas nunca tocam nos cadáveres. Limitam-se apenas a abrir as covas e a colocar as placas de madeira que suportam o caixão, explica o Interesting Engineering.

Dia 1 de setembro, o Governo impôs que os infratores que não usassem máscara fossem obrigados a participar nos já referidos desfiles dentro dos caixões durante cinco minutos. As autoridades caracterizaram esta ideia como uma “oportunidade para refletir sobre os seus erros”. A punição foi altamente criticada e revogada apenas três dias depois, no dia 4 de setembro.

“Espero que o público fique alerta e pratique sempre as orientações de distanciamento social, use máscara e lave as mãos”, disse o governador de Jacarta, Anies Baswedan, em declarações ao jornal indonésio Republika.

Outra das medidas tomadas na Indonésia foi obrigar os infratores que não cumpriam as regras a deitarem-se dentro de um caixão e contarem até 100. Em alguns casos, os infratores foram levados durante a noite a cemitérios e obrigados a rezar pelas vítimas da covid-19.

Até ao momento, a Indonésia registou mais de 220 mil casos positivos e 9.100 mortes devido ao novo coronavírus. Esta terça-feira, registaram-se mais 3.507 casos nas últimas 24 horas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade as máscaras utilizadas protegem contra bactérias mas não contra vírus portanto é ineficaz no caso de um vírus como é o Covid.
    O importante é a distância social e a higiéne de mãos.
    Por alguma razão os médicos usam sempre luvas e máscaras e mesmo assim são contaminados por Covid e tantos outros vírus.
    Muitas pessoas ainda não perceberam que estamos perante um grande negócio internacional extremamente inflacionado para encher os bolsos de grandes empresas internacionais na área da saúde e higiéne.

RESPONDER

França pondera passaporte de vacinação e códigos QR para regresso à "normalidade"

O governo do Presidente francês Emmanuel Macron está a estudar formas de recuperar alguma normalidade, admitindo a implementação de passaporte de vacinação e soluções com código QR para cruzar fronteiras e ter acesso a restaurantes, …

Na Suíça, os jovens vão poder voltar a cantar. Nos EUA, teme-se o impacto da variante britânica

A Suíça vai avançar com a primeira fase de um plano de desconfinamento cauteloso. Nos Estados Unidos, a variante britânica preocupa. Depois de a Suíça ter proibido o canto em dezembro do ano passado, os jovens …

China e Singapura realizam exercícios navais conjuntos

As Marinhas de Guerra da China e Singapura informaram na quarta-feira que estão a realizar exercícios navais conjuntos, iniciativa que a diplomacia chinesa espera que contribua para uma aproximação do aliado asiático norte-americano às suas …

Austrália aprova lei e é o primeiro país a obrigar Facebook e Google a pagar conteúdos jornalísticos

O Parlamento da Austrália aprovou a lei que impõe à Google e ao Facebook o pagamento aos órgãos de comunicação australianos pela publicação dos seus conteúdos jornalísticos, a primeira legislação do mundo deste género. A lei …

Situação clínica de Alfredo Quintana é "muito grave"

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol, de 32 anos, sofreu uma paragem cardíaca num treino, na segunda-feira. Encontra-se internado no Hospital de São João, no Porto, e a situação clínica é "muito grave". A situação clínica …

Documentos mostram que assassinos de Khashoggi usaram aviões de empresa controlada pelo príncipe herdeiro

Documentos judiciais revelam que os dois jatos particulares usados ​​pelos supostos assassinos do jornalista Jamal Khashoggi pertenciam a uma empresa que, menos de um ano antes, tinha sido apreendida pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Os …

António Guterres agradece confiança do Governo português

O secretário-geral da ONU expressou, esta quarta-feira, agradecimento e humildade por receber o apoio oficial do Governo português para um segundo mandato e prometeu fazer de tudo para continuar a ser digno da renomeação. "O secretário-geral …

Israel identifica cidadãos que não foram vacinados. Na Galiza, quem recusar vacina arrisca multa

O Parlamento israelita autorizou esta quarta-feira o Ministério da Saúde a comunicar às entidades públicas do país as identidades de pessoas não vacinadas contra a covid-19, levantando preocupações sobre a privacidade dos cidadãos que recusam …

Testes por saliva usados em eventos-piloto antes de festivais de verão

Os agentes ligados a festivais e concertos e a Direção-Geral de Saúde (DGS) vão realizar várias experiências-piloto para se perceber em que moldes se podem concretizar os festivais de música no verão. Uma das ideias é …

Mais 49 mortes e 1.160 casos de covid-19. Há menos doentes internados do que no Natal

O boletim divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que foram registados 1.160 novos casos de covid-19 em Portugal. Nas últimas 24 horas, morreram 49 pessoas. Portugal registou, esta quinta-feira, 1.160 novos casos de …