Meco. Antigo dux recorda que o grupo levou com “uma onda“ e diz que ainda tentou salvar colega

Rui Minderico / Lusa

Mais de sete anos depois da tragédia do Meco, o caso chega esta terça-feira a tribunal para o julgamento do processo em que as famílias dos seis jovens que morreram durante a praxe pedem indemnizações no valor global de 1,3 milhões de euros.

João Gouveia, o “dux” (líder da praxe), foi o único sobrevivente daquela noite de 13 de dezembro de 2013 e conta agora ao tribunal o que aconteceu.

Segundo o Observador, João Gouveia recorda que o grupo que estava apenas sentado na praia e já tinha até decidido ir embora porque estava frio – um deles já estava até de pé -, quando foram levados por uma onda.



“Do que me recordo, fui empurrado para a zona de rebentação. Lembro-me de não ter pé, de levarmos com mais ondas, em jeito de máquina de lavar. Quando fui levado, a primeira vez que vim de vir ao de cima, recordo-me de ver alguns deles. Depois, das outras vezes, não”, descreveu.

O líder do grupo contou que conseguiu sair do mar e que o facto de ter feito bodyboard facilitou. “Consegui livrar-me da capa”, revelou, acrescentando que ainda tentou “agarrar a mão da Carina”, uma das jovens que morreu.

O dux relembra que assim que saiu do mar a primeira coisa que fez foi chamar o 112, contando que quando a polícia marítima chegou à praia, estava “deitado” na areia e foi prontamente socorrido.

Questionado pela juíza, revela que o “plano” nem sequer era ir à praia, mas ir “dar uma volta”.

Em resposta aos advogados que estão a representar a Universidade Lusófona, o antigo dux afirmou que que qualquer uma das pessoas que esteve naquele fim de semana, era livre de sair quando quisesse.

João Gouveia negou ainda que os estudantes tinham pedras amarradas nos tornozelos, durante a atividade de praxe feita no dia anterior num descampado. Acrescento ainda que na mesma noite “ingerimos álcool. Todos. Nada por aí adiante“.

O inquérito às circunstâncias da morte dos seis jovens foi arquivado em julho de 2014 e reaberto em outubro do mesmo ano, quando o dux foi constituído arguido.

Em março de 2015, o Tribunal de Instrução Criminal de Setúbal decidiu não enviar o processo-crime para julgamento e o Tribunal da Relação de Évora, após recurso da defesa, manteve a decisão, sublinhando que as vítimas eram adultas e não haviam sido privadas da sua liberdade durante a praxe, pelo que não havia responsabilidade criminal sobre João Gouveia.

Em 2016, as famílias dos seis jovens interpuseram seis ações cíveis contra o dux e a COFAC. Em cada uma das seis petições iniciais (PI) é pedida uma indemnização de cerca de 225 mil euros, o que perfaz um valor global que ronda um milhão e 350 mil euros.

Em janeiro do ano passado, o TEDH condenou o Estado português a pagar 13 mil euros de indemnização à família e apontou falhas à investigação.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ameaças, "bluffs" negociais, recados e um aviso sério de Marcelo. As contas do OE2022 nos bastidores

PCP e Bloco de Esquerda ameaçam chumbar a proposta do Governo do Orçamento de Estado para 2022 (OE2022), mas pode ser só um "bluff" negocial. Enquanto isso, vários ministros pressionam os aliados da esquerda, com …

Humanos usaram tabaco nove mil anos antes do que se pensava

Novas evidências arqueológicas sugerem que as pessoas do continente americano usam tabaco há pelo menos 12.300 anos, descoberta que atrasa a adoção cultural desta planta em cerca de nove mil anos. De acordo com o site …

O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa

"Espírito anti-Costa" no Porto. Feridas das autárquicas não saram, mas Barbosa Ribeiro sai revitalizado

O processo autárquico no Porto foi atribulado, mas o pós-eleições não tem sido mais sereno. António Costa e Manuel Pizarro foram duramente criticados, enquanto Tiago Barbosa Ribeiro recebeu vários elogios. Na primeira reunião da concelhia do …

"É inconstitucional". Englobamento fiscal obrigatório encolhe alguns rendimentos líquidos

O englobamento fiscal obrigatório para contribuintes no último escalão do IRS leva a que tenham um rendimento líquido menor do que outros contribuintes com um rendimento bruto mais baixo. O Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) …

Os ataques de asma costumam ser mais fortes à noite. Agora, já sabemos porquê

Um novo estudo veio confirmar finalmente aquilo que já há muito se sabia e a resposta está no relógio interno do nosso corpo. Num ataque de asma, as vias respiratórias nos pulmões começam a fechar, o …

Rui Rio, líder do Partido Social Democrata (PSD)

Rio pede adiamento das diretas no PSD. Quer estar em condições de combater "taco a taco" com o PS

O Conselho Nacional do PSD reúne-se esta quinta-feira, com a marcação das diretas e do Congresso na agenda. Rui Rio fez um pedido de última hora para que só aconteça depois da votação do …

Governo aponta para salário mínimo nacional de 700 euros

Ministro das Finanças e ministra de Estado e da Presidência anteviram aumento semelhante ao dos últimos dois anos, abrindo ainda caminho à possibilidade de o valor aumentar durante as negociações com sindicatos e patrões. Em linha …

Rui Moreira na apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal do Porto

Rui Moreira e PSD apertam as mãos. Há acordo de estabilidade e governação

O movimento independente de Rui Moreira e o PSD chegaram a um acordo que vai garantir a aprovação do próximo orçamento da Câmara Municipal do Porto e a governabilidade da cidade. O movimento do independente Rui …

Prego num bloco de madeira

Bactéria que come metal pode "devorar" um prego em três dias

Esta bactéria, que já foi capaz de comer um prego em apenas três dias, pode vir a ser uma ajuda na limpeza dos resíduos da indústria de mineração. A cientista chilena Nadac Reales começou a trabalhar …

Afinal, o núcleo interno da Terra não é tão sólido quanto se pensava

O núcleo da Terra é extremamente importante, mas pouco se sabe sobre a sua história ou formação. Agora, um grupo de cientistas sugere que, afinal, não é tão sólido quanto se pensava. A nova investigação sustenta …