Antigo director do Colégio Militar classifica maus tratos como “terríveis hábitos”

to lobato / wikimedia

Colégio Militar / Lisboa

Colégio Militar / Lisboa

O subdirector do Colégio Militar, à data dos alegados maus tratos cometidos por oito antigos alunos contra três outros estudantes, classificou hoje em tribunal os castigos corporais de “terríveis hábitos” e considerou-os uma “péssima tradição”.

Os oito arguidos tinham entre 17 e 22 anos e frequentavam o último ano na condição de graduados ou de comandantes de companhia ou secção. Estão a ser julgados por maus tratos praticados, alegadamente, no interior do Colégio Militar, no ano lectivo de 2006/07, e no início de 2008, quando as três vítimas tinham 10, 11 e 13 anos.

Hoje, durante a sua inquirição como testemunha e quando questionado por Garcia Pereira – advogado de duas das três vítimas – a pronunciar-se sobre os castigos praticados no Colégio Militar, o antigo subdirector classificou-os de “terríveis hábitos” e de “uma péssima tradição”, assumindo que a direcção da Instituição “tinha muita dificuldade em controlar” as situações de violência.

Inquirido pelo colectivo de juízes da 6.ª Vara Criminal de Lisboa sobre que medidas é que foram implementadas para acabar com os castigos, o coronel limitou-se a dizer que sempre que a direcção tomava conhecimento de algum caso era aberto um processo de averiguações que poderia culminar com um processo disciplinar.

“Em concreto não me recordo que tenha havido mais alguma medida para evitar este tipo de comportamentos. Houve sim um reforço na formação e na pedagogia dos graduados e eles sabiam que os castigos e a violência eram proibidos. Eles não tinham o poder disciplinar, que pertencia à instituição. Agora, erros e exageros existiram e existem ainda. Quando fui aluno já existiam”, afirmou o coronel, que ocupou o cargo de subdirector entre 2006 e 2008.

O antigo subdirector foi aluno do Colégio Militar nos anos 70, acrescentando que, nessa ocasião, os castigos corporais já aconteciam, dando como exemplo “a bofetada de luva castanha”, os “pulos de galo”, os “pontapés no rabo” e as “firmezas”.

O coronel Ricardo Ribeiro foi a última das 57 testemunhas ouvidas pelo tribunal, faltando apenas ler as declarações de uma testemunha para que seja produzida toda a prova do julgamento, que começou a 10 de Outubro.

A sessão de hoje ficou ainda marcada por um incidente processual, quando a presidente do colectivo de juízes, Helena Susano, decidiu alterar a data de início das alegações finais, anteriormente acertada entre todos os intervenientes.

O início das alegações finais estava marcado para 06 de Janeiro, mas a juíza presidente queria antecipá-las para terça-feira e dias seguintes. Todos os advogados se opuseram, uma vez que planearam as suas agendas profissionais em função da data combinada previamente com o tribunal e a magistrada do Ministério Público.

Os advogados subscreveram um requerimento, lido por Garcia Pereira, onde demonstraram “veemente repúdio”, invocando ainda “nulidades e inconstitucionalidades” na decisão da juíza presidente.

Perante o impasse, a presidente do colectivo de juízes disse que teria de analisar o referido requerimento e marcou nova sessão para a manhã de quarta-feira, enquanto os advogados disseram que “não podem e não estarão presentes”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …