André Silva transformou o PAN numa “anedota inofensiva” (e apoio a Ana Gomes foi a gota de água)

Manuel Farinha / Lusa

O líder do Partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza (PAN), André Silva

Depois de várias cartas sem resposta à Comissão Política Permanente, três fundadores do PAN escreveram uma carta na qual acusam André Silva de desvirtuar o partido e de o transformar numa força política que “não é de direita nem de esquerda”.

António Santos, Pedro Taborda e Fernando Leite – os três primeiros filiados do Partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza (PAN) – divulgaram, esta quinta-feira, uma carta dirigida a André Silva, que consideram ser “o grande responsável pela anedota inofensiva em que o partido se está a tornar”.

De acordo com o Expresso, os signatários lamentam que o PAN não tenha tido um candidato próprio nas eleições presidenciais, “preferindo esconder-se atrás de um apoio risível de uma candidata que – sem lhe tirar outros méritos – não tem um programa alinhado com a ideologia do PAN”, numa referência a Ana Gomes.



António Santos disse ao semanário que a Comissão Política cometeu um erro ao apoiar a antiga eurodeputada, desrespeitando o princípio basilar do PAN: “Um partido transversal, sem cor política”.

“Ana Gomes não comunga de um estilo de vida compatível com o respeito pelos animais e defesa do ambiente, e nem uma só vez mencionou as causas animalistas e ambientalistas no seu discurso público enquanto candidata presidencial”, justifica a carta. António Santos disse ainda não compreender como é que André Silva apoiou a militante de um partido que “apoia a tortura animal, como é o caso das touradas“.

Da mesma forma, lamenta que o PAN compactue com um Governo “que nunca se preocupou com estes temas, numa levantou uma palha para os resolver e que nunca se atreverá a travar a desumanidade das touradas, devido aos benefícios económicos e políticos que retira da sua existência”.

O PAN é, hoje, “mais um no meio de tantos”, disse António Santos, que exige que André Silva responda à carta dos militantes, sob pena de assistir a novas demissões no partido.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O PANdemia irá acabar! Eles bem tentaram desviar as atenções fazendo um PPAN ou seja um Partido de Pessoas Animais e Natureza. Mas a realidade é que continua a ser o PAN. Este partido deveria ser declarado inconstitucional, ou pelos menos não deveria ser permitido que tivessem assento parlamentar. Os deputados representam os cidadãos e não os animais. Porque é que existem deputados? Porque não é possível termos um parlamento composto pela totalidade das pessoas. Organizações como o PAN apenas existem para fazer “barulho” mobilizando as pessoas para determinadas causas e NUNCA estar no parlamento a discursar em nome dos animais. Os animais não falam!! Devemos todos combater a PANdemia.

  2. E o contraditório onde está? Onde está a defesa da Comissão Política? Não consigo dar credibilidade a um artigo em que apenas ouviu um dos lados…

RESPONDER

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …