/

Amazon compra 11 aviões de companhias aéreas para aumentar entregas

A Amazon anunciou na terça-feira a compra de 11 aviões a duas companhias aéreas, reforçando assim a rede de entregas das compras ‘online’, que aumentaram durante a pandemia.

“O nosso objetivo é continuar a atender a clientes em todos os Estados Unidos da maneira que eles esperam da Amazon, e comprar as nossas próprias aeronaves é o próximo passo natural em direção a esse objetivo”, disse a vice-presidente da Amazon Global Air, Sarah Rhoads, em comunicado, citada pela agência AFP.

“Ter uma combinação de aeronaves alugadas e próprias na nossa crescente frota permite-nos gerir melhor as nossas operações, o que nos ajuda a manter o ritmo no cumprimento das promessas aos clientes”, continuou.

A empresa comprou 11 aeronaves Boeing 767-300, sete da Delta e quatro da WestJet. As da WestJet serão convertidas de transporte de carga e farão parte da frota da Amazon ainda este ano. As da Delta não deverão entrar em operação na frota da Amazon até 2022.

A Amazon investiu fortemente na expansão e no fortalecimento da sua rede de distribuição, antes de a pandemia causar um aumento nos seus negócios. Já as companhias aéreas sofreram com os efeitos da pandemia, levando-as a vender aeronaves.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.