Alvo de processo de monopólio, Facebook pode ser obrigado a vender Whatsapp e Instagram

Graeme Jennings / Washington Examiner

A comissão federal do comércio dos Estados Unidos e os procuradores-gerais de 48 Estados anunciaram esta quarta-feira ações judiciais contra o Facebook por “conduta predatória”.

A Federal Trade Commission (FTC) e os procuradores-gerais acusam o gigante tecnológico Facebook de abusar do seu poder de mercado nas redes sociais para esmagar os concorrentes mais pequenos.

O Facebook é acusado de privar os consumidores dos benefícios de um mercado competitivo e de uma melhor proteção da privacidade, ao adquirir dois dos seus principais concorrentes, o Instagram e o WhatsApp.

A empresa liderada por Mark Zuckerberg respondeu esta quarta-feira que tanto o Governo federal como as autoridades dos 48 Estados em causa ignoram os efeitos que a decisão terá na comunidade empresarial e nos utilizadores dos seus serviços.

“Depois de aprovar as nossas aquisições há anos, o Governo quer agora uma segunda tentativa, sem se preocupar com o impacto que tal precedente teria sobre toda a comunidade empresarial ou sobre as pessoas que escolhem utilizar os nossos produtos todos os dias”, frisou o Facebook, em comunicado.

A FTC pediu a um tribunal que obrigasse o Facebook a vender os seus serviços de mensagens Instagram e WhatsApp. A procuradora geral de Nova Iorque, Letitia James, numa conferência de imprensa, afirmou ser “muito importante bloquear esta aquisição predatória de empresas e restaurar a confiança no mercado”.

De acordo com a FTC, o Facebook empenhou-se numa “estratégia sistemática” para eliminar a sua concorrência, inclusive através da aquisição de rivais mais pequenos como o Instagram, em 2012, e o WhatsApp, em 2014.

O Facebook foi multado em cinco mil milhões de dólares (4,14 mil milhões de euros) em 2019, por violações da privacidade e instituiu uma nova supervisão e restrições aos seus negócios. A multa foi a maior que a agência alguma vez aplicou a uma empresa de tecnologia, embora não tenha tido impacto visível nos negócios da rede social.

James alegou que o Facebook tinha a prática de abrir o seu site a desenvolvedores de aplicações externos, cortando depois abruptamente a ligação quando os via como uma ameaça ao negócio.

A procuradora apontou ainda o dedo ao tecnológico de utilizar o seu domínio do mercado para recolher dados dos consumidores e convertê-los numa fortuna em receitas publicitárias.

O procurador-geral da Carolina do Norte, Josh Stein, afirmou que o litígio pode alterar o panorama das comunicações, como aconteceu com o desmembramento do monopólio dos serviços telefónicos locais da AT&T, no início dos anos 80.

O Instagram e o WhatsApp estão entre as cerca de 70 empresas que o Facebook adquiriu ao longo dos últimos 15 anos.

A empresa californiana pagou cerca de mil milhões de dólares em 2012 para adquirir o Instagram e em 2014 pagou 19 mil milhões para comprar o WhatsApp, ambas as operações aprovadas na altura pela mesma agência reguladora, a FTC, que está agora a intentar a ação judicial.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. …………….”A procuradora geral de Nova Iorque, Letitia James, numa conferência de imprensa, afirmou ser “muito importante bloquear esta aquisição predatória de empresas e restaurar a confiança no mercado”…………….mereciam era cadeia perpétua, toda a direcção e o fundador………já basta de tanta vigarice.

RESPONDER

BE e PCP fazem pressão e Carlos César questiona: "Sentem-se melhor a fazer oposição ou a fazer acordos?"

O presidente do PS defendeu, esta quinta-feira, que Bloco e PCP têm de esclarecer "o que os move" nas negociações orçamentais: se preferem fazer oposição a um Governo de direita ou fazer acordos com um …

Apenas 14% das vacinas prometidas aos países mais pobres foram efetivamente entregues

Apesar das promessas deixadas por muitos dos países mais ricos e desenvolvidos, número de vacinas que chegou aos territórios é ainda muito baixo, o que pode comprometer os avanços já conseguidos. Apenas uma em sete doses …

Presidente da Coreia do Sul anuncia fracasso da colocação de satélite em órbita

O primeiro foguetão espacial fabricado pela Coreia do Sul falhou a colocação em órbita da sua carga, um satélite simulado de 1,5 toneladas, apesar de o lançamento ter tido sucesso, disse o Presidente do país. O …

Juízes recusam suspender julgamento de Ricardo Salgado

O juiz que está a julgar o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), no âmbito da Operação Marquês, recusou suspender o julgamento, depois de a sua defesa ter alegado o facto de ter sido diagnosticado …

Quadro de Van Gogh, que esteve nas mãos dos nazis, vai a leilão. Deverá render 25 milhões de euros

Uma pintura de Vincent van Gogh vai ser leiloada no próximo mês, depois de mais de um século sem ser vista em público. Estima-se que o preço de venda chegue aos 25 milhões de euros. O …

Coreia do Sul lança com êxito o seu primeiro foguetão espacial

A Coreia do Sul lançou hoje o seu primeiro foguetão de fabrico próprio, segundo as imagens transmitidas pela televisão, tornando-se o décimo país do mundo com capacidade para desenvolver e lançar veículos espaciais. O veículo coreano …

"A melhor coisa que pode acontecer a Portugal era o Governo ser derrubado e desaparecer"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu hoje que “a melhor coisa que podia acontecer a Portugal”, neste momento, era o executivo liderado por António Costa “ser derrubado e desaparecer”. Miguel Albuquerque afirmou …

Mulher de João Rendeiro tem mais três dias para entregar as obras em falta

O prazo para a entrega das obras acabou esta quarta-feira, mas a juíza do processo em que João Rendeiro foi condenado a dez anos de prisão efetiva deu mais três dias à mulher do ex-banqueiro. Depois …

Uma estrada com alguns automóveis

Sete cidades do Norte podem ir a jogo pela neutralidade carbónica

Gaia, Porto, Matosinhos, Famalicão, Guimarães, Braga e Viana do Castelo poderão ir a jogo na Missão Climate Neutral & Smart Cities, que quer apoiar a redução de emissões em 100 cidades. Uma coligação de sete cidades …

Teste à covid-19

Subvariante da Delta identificada em Israel. Em Portugal há nove casos

Em Portugal, já foram detetados nove casos da variante AY4.2, subvariante da Delta, de acordo com o mais recente relatório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge sobre diversidade genética do novo coronavírus SARS-CoV-2. O …