Álvaro Amaro também é arguido noutro processo

Tiago Petinga / Lusa

O ex-presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro (esq)

Arguido na operação Rota Final, Álvaro Amaro, é também acusado de participar num plano para obter fundos comunitários. O atual presidente da câmara da Guarda, Carlos Monteiro, também é arguido.

O antigo presidente da câmara da Guarda, Álvaro Amaro, foi acusado esta quarta-feira na operação Rota Final, que investiga um alegado esquema fraudulento de viciação de procedimentos de contratação pública. Agora sabe-se também que o ex-autarca é arguido num outro caso.

Álvaro Amaro é suspeito de ter colaborado num plano para obter financiamento comunitário, que, segundo o Observador, terá sido usado para financiar a festa de carnaval da Guarda em 2014. Também o atual autarca da cidade, Carlos Monteiro, é suspeito de estar envolvido no caso.

No foco da atenção estão o vereador da cultura, Vítor Amaral, e duas técnicas superiores, Alexandra Isidro e Carla Morgado.

Segundo o Ministério Público, os arguidos criaram um plano para obter fundos comunitários no valor de pouco mais de 50 mil euros, já que a autarquia, através da empresa municipal da cultura, não se podia candidatar aos subsídios. A SIC explica que foi usada uma cooperativa de teatro para apresentarem a candidatura e o dinheiro conseguido permaneceu sob a posse da autarquia.

O Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra, que está a investigar o caso, propõe que Álvaro Amaro e Carlos Monteiro percam os seus mandatos. Amaro foi recentemente eleito eurodeputado pelo PSD.

Em resposta às recentes acusações, Tiago Gonçalves, líder social-democrata do concelho, disse que encaram “a presente situação com surpresa e como algo que obviamente não desejaríamos estar a viver”.

No início deste mês, também já se tinha ficado a saber que Alberto Costa — que assumiu funções na câmara de Santo Tirso após a saída de Joaquim Couto — é arguido num outro processo por suspeitas de fraude fiscal.

Alberto Costa, juntamente com Maria Cacilda de Sousa, a sua chefe de divisão na Câmara Municipal de Santo Tirso, estão sob suspeitas por ligações a um grupo de empresário que “criou e geriu um conjunto de sociedades comerciais, com recurso a testas de ferro, visando ocultar os verdadeiros administradores e despistar eventuais fiscalizações por parte das autoridades competentes”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Raio !!!!!………………. com tantos corruptos, vigaristas e oportunistas desmascarados, não vai haver prisões suficientes . Há que pensar em reabilitar o Tarrafal !

RESPONDER

Governo recusa relançar o programa Apoiar Restauração

Apesar do apelo da AHRESP, o Governo recusa relançar o programa Apoiar Restauração. Os restaurantes continuam com limitações de horário aos fins de semana e feriados. Nesta terceira fase do desconfinamento, que avançou esta segunda-feira, deu-se …

Lidl vai oferecer pensos e tampões na Irlanda para combater pobreza menstrual

O Lidl vai tornar-se a primeira grande cadeia de supermercados a oferecer produtos menstruais em todas as lojas de um país. A iniciativa, que ocorre na República da Irlanda, tem como objetivo o combate à …

Parlamento altera lei para permitir candidatos independentes nas autárquicas

A comissão de Assuntos Constitucionais iniciou, esta quarta-feira, a alteração à lei eleitoral autárquica em que reduz o número de assinaturas dos grupos de cidadãos independentes e admite uma candidatura simultânea a uma câmara e …

Neutralidade carbónica até 2050. Lei Europeia do Clima é "mais um compromisso concretizado", diz Costa

O primeiro-ministro António Costa saudou, nesta quarta-feira, o acordo político provisório sobre as emissões de gases com efeito de estufa, dizendo que se trata de "um sinal inequívoco da determinação da [União Europeia] UE no …

Pai de Valentina condenado a 25 anos de prisão. Madrasta condenada a 18 anos e 9 meses

O pai da criança que foi encontrada morta, em maio do ano passado, em Peniche, foi condenado a 25 anos de prisão. A madrasta foi condenada a 18 anos e nove meses. De acordo com o …

Luís Correia deixa PS. Vai recandidatar-se a Castelo Branco como independente

O ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, deixou o PS e vai recandidatar-se como independente à presidência da autarquia este ano. De acordo com o jornal Público, o ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, …

DGS atualiza regras para partos. Hospitais têm de assegurar condições para acompanhantes

A Direção-Geral da Saúde fez uma revisão nas orientações de modo a facilitar o acesso dos acompanhantes e para deixar exclusivamente ao critério da mãe o contacto pele a pele com o bebé e a …

Portugal com mais uma morte por covid-19 e 610 novos casos de infeção

Portugal registou, esta quarta-feira, mais uma morte e 610 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 610 …

Quartos para arrendar estão mais baratos em Lisboa. A culpa é da pandemia

A pandemia provocou uma quebra de preços mas a capital ainda é a cidade onde fica mais caro arrendar um quarto. Ao longo do último ano foi na cidade de Lisboa que se registou a …

MP acusa ativista que interrompeu António Costa de desobediência qualificada. Arrisca 2 anos de prisão

Em 2019, um ativista do movimento Extinction Rebellion Portugal interrompeu e tirou o microfone ao primeiro-ministro António Costa no jantar de aniversário do Partido Socialista. Agora, está a ser acusado de desobediência qualificada. De acordo com …